OAB pro­to­co­la pe­di­do de im­pe­a­ch­ment de Te­mer

O Diario do Norte do Parana - - GERAL - Agência Es­ta­do ge­ral@odi­a­rio.com

En­ti­da­de quer, ain­da, que pre­si­den­te fi­que au­sen­te da vi­da pú­bli­ca por 8 anos Ar­gu­men­to é que o pe­e­me­de­bis­ta co­me­teu cri­me de res­pon­sa­bi­li­da­de

A Or­dem dos Ad­vo­ga­dos do Bra­sil (OAB) quer Michel Te­mer (PMDB) fo­ra da vi­da pú­bli­ca por oi­to anos. On­tem, a en­ti­da­de má­xi­ma da Ad­vo­ca­cia pro­to­co­lou na Câ­ma­ra de­nún­cia con­tra o pre­si­den­te no epi­só­dio JBS com pe­di­do de im­pe­a­ch­ment do pe­e­me­de­bis­ta. A OAB re­quer en­ca­mi­nha­men­to dos au­tos ao Se­na­do “pa­ra im­por ao de­nun­ci­a­do a pe­na de per­da do man­da­to, bem co­mo ina­bi­li­ta­ção pa­ra exer­cer car­go pú­bli­co pe­lo pra­zo de oi­to anos”.

A OAB sus­ten­ta que Te­mer co­me­teu cri­me de res­pon­sa­bi­li­da­de, em vi­o­la­ção ao ar­ti­go 85 da Cons­ti­tui­ção. A ba­se le­gal pa­ra o pe­di­do de afas­ta­men­to do pe­e­me­de­bis­ta por qua­se uma dé­ca­da é o ar­ti­go 52, pa­rá­gra­fo úni­co, da Cons­ti­tui­ção.

O pon­to cru­ci­al da ofen­si­va da Or­dem con­tra Te­mer é o epi- só­dio JBS.

O pre­si­den­te re­ce­beu no Pa­lá­cio do Ja­bu­ru na noi­te de 7 de mar­ço o exe­cu­ti­vo Jo­es­ley Ba­tis­ta, aci­o­nis­ta do gru­po. Du­ran­te mais de 30 mi­nu­tos, o pre­si­den­te ou­viu de seu in­ter­lo­cu­tor - em con­ver­sa gra­va­da por es­te - a con­fis­são de uma sé­rie de cri­mes, co­mo o pa­ga­men­to de men­sa­li­nho ao pro­cu­ra­dor da Re­pú­bli­ca Ângelo Gou­lart e me­sa­da milionária a Edu­ar­do Cu­nha (PMDB/RJ), ex-pre­si­den­te da Câ­ma­ra pre­so des­de ou­tu­bro de 2016 na Ope­ra­ção La­va Ja­to.

Te­mer ad­mi­te ter re­ce­bi­do Jo­es­ley, mas diz que o áu­dio foi “adul­te­ra­do, ma­ni­pu­la­do”. A OAB acu­sa o pre­si­den­te de não ter co­mu­ni­ca­do au­to­ri­da­des que po­de­ri­am in­ves­ti­gar a con­du­ta do exe­cu­ti­vo. “O ato pra­ti­ca­do pe­lo che­fe do Exe­cu­ti­vo, pos­te­ri­or­men­te ao re­ce­bi­men­to da in­for­ma­ção de Jo­es­ley Ba­tis­ta, in­cor­reu, em te­se, em omis­são pró­pria, is­to é, omi­tiu-se de um de­ver de agir le­gal­men­te imposto”, sus­ten­ta a Or­dem no pe­di­do­deim­pe­a­ch­ment­deTe­mer.

“Qu­an­to a tais de­li­tos, va­le pon­de­rar que nos cri­mes omis­si­vos bas­ta a abs­ten­ção, a de­so­be­di­ên­cia ao de­ver de agir, sen­do cri­mes de me­ra con­du­ta, is­to é, que in­de­pen­dem do re­sul­ta­do (con­su­ma­ção ou não do fa­to) pa­ra que en­se­jem re­pro­va­ção”, se­gue a de­nún­cia de 32 pá­gi­nas que a Or­dem pro­to­co­lou na Câ­ma­ra.

“Ao se omi­tir de pres­tar informações, as quais che­ga­ram a seu co­nhe­ci­men­to pe­lo car­go que exer­cia, o ex­ce­len­tís­si­mo se­nhor Pre­si­den­te da Re­pú­bli­ca do Bra­sil te­ria in­ci­di­do em ato ile­gal, vez que, co­mo ser­vi­dor pú­bli­co, exi­gi-se-lhe con­du­ta con­di­zen­te com os prin­cí­pi­os que re­gem a ad­mi­nis­tra­ção”, afir­ma o do­cu­men­to. “Mais do que is­so, de­ve agir em con­so­nân­cia com a re­gra que es­ta­be­le­ce um com­por­ta­men­to obri­ga­tó­rio ao mem­bro­da­ad­mi­nis­tra­ção.”

Diá­lo­go

A pe­ça trans­cre­ve tre­chos re­le­van­tes do diá­lo­go do pre­si­den­te com Jo­es­ley, que fir­mou acor­do de de­la­ção pre­mi­a­da com a Pro­cu­ra­do­ria-Ge­ral da Re­pú­bli­ca - ou­tros exe­cu­ti­vos do gru­po se­gui­ram o mes­mo ca­mi­nho pa­ra se li­vrar da pri­são. Um pon­to da con­ver­sa é aque­le em que Jo­es­ley diz a Te­mer que es­tá “se­gu­ran­do” dois juí­zes e o pre­si­den­te co­men­ta“óti­mo,óti­mo”.

“Mos­tra-se re­pu­diá­vel a apa­ren­te fa­lha na co­mu­ni­ca­ção da ocor­rên­cia de gra­ves ir­re­gu­la­ri­da­des, que, não me­ra­men­te ir­re­gu­la­ri­da­des ad­mi­nis­tra­ti­vas, mas re­ves­te pro­va­vel­men­te de ca­rá­ter cri­mi­no­so, co­mo no ca­so em apre­ço, no qual se tem no­tí­cia que um par­ti­cu­lar afir­ma pron­ta­men­te que ‘deu con­ta’ do juiz, res­pon­sá­vel por de­ter­mi­na­do ca­so, e ain­da de seu subs­ti­tu­to”, as­si­na­la a Or­dem.

“Além dis­so, ci­ta, al­guém de ‘den­tro da for­ça-ta­re­fa que tam­bém ele tá me dan­do in- for­ma­ção’”, se­gue o do­cu­men­to em re­fe­rên­cia ao su­pos­to su­bor­no do pro­cu­ra­dor Ângelo Gou­lart - em tro­ca de informações es­tra­té­gi­cas de in­ves­ti­ga­ção em cur­so na Ope­ra­ção Gre­en­fi­eld, so­bre rom­bo bi­li­o­ná­rio nos mai­o­res fun­dos de pen­são do País, o pro­cu­ra­dor te­ria si­do agra­ci­a­do com men­sa­li­nho de R$ 50 mil

“Ou se­ja, hou­ve a co­mu­ni­ca­ção, pe­lo in­ter­lo­cu­tor (Jo­es­ley), da ocor­rên­cia de ao me­nos um ti­po pe­nal cer­to, que emer­ge da afir­ma­ção­de­que­pos­suium­con­ta­to não re­pu­bli­ca­no, den­tro da for­ça-ta­re­fa do Mi­nis­té­rio Pú­bli­co Fe­de­ral, que lhe es­tá pas­san­do informações, ca­rac­te­ri­zan­do, su­pos­ta­men­te, cri­me de vi­o­la­ção de si­gi­lo fun­ci­o­nal.”

A Or­dem tam­bém pe­diu a con­vo­ca­ção dos ir­mãos Jo­es­ley e Wes­ley Ba­tis­ta, do Gru­po JBS, e do pro­cu­ra­dor-ge­ral da Re­pú­bli­ca Ro­dri­go Ja­not co­mo tes­te­mu­nhas na ação pe­lo im­pe­a­ch­ment de Te­mer.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.