Ca­sa abri­ga pes­so­as com cân­cer e seus fa­mi­li­a­res

O Diario do Norte do Parana - - MARINGÁ - Nai­le­na Fai­an nai­le­na@odi­a­rio.com

A En­ti­da­de Ecu­mê­ni­ca de Amor ao Pró­xi­mo inau­gu­rou, on­tem, um so­nho: uma ca­sa de apoio si­tu­a­da na rua dos Ge­râ­ni­os, Jar­dim La­gu­na, a al­guns me­tros do Hos­pi­tal do Cân­cer (HC) de Ma­rin­gá. O lo­cal vai aco­lher fa­mi­li­a­res e pa­ci­en­tes que fa­zem tra­ta­men­to­nohos­pi­tal.

“Mui­tos vêm de longe com a am­bu­lân­cia do mu­ni­cí­pio e só vão re­tor­nar pa­ra ca­sa no co­me­ço da noi­te. Ago­ra, eles vão ter um lo­cal pa­ra des­can­sar, po­dem dor­mir, se ali­men­tar, to­mar ba­nho”, co­me­mo­ra a apo­sen­ta­da e te­sou­rei­ra da en­ti­da­de, Na­dir Ri­bei­ro.

Tu­do co­me­çou ti­mi­da­men­te em2003,quan­doum­ma­ri­al­ven­se, tio de um ado­les­cen­te com cân­cer, pro­me­teu que se o so­bri­nho se cu­ras­se le­va­ria lan­che uma vez por mês aos fa­mi­li­a­res de uma clí­ni­ca de on­co­lo­gia de Ma­rin­gá. A pa­la­vra foi cum­pri­da e, aos pou­cos, pes­so­as fo­ram se mo­bi­li­zan­do e for­man­do gru­pos que en­tre­ga­vam ali­men­tos no lo­cal. Em 2008, o vo­lun­ta­ri­a­do­pas­sou­a­ser­re­a­li­za­do­noHCe, em2013,foi­fun­da­da­a­en­ti­da­de.

Ho­je, são cer­ca de 500 vo­lun­tá­ri­os que co­lo­cam a mão na mas­sa. Eles se di­vi­dem em gru­pos que bus­cam, pre­pa­ram e en­tre­gam os ali­men­tos na por­ta do hos­pi­tal to­dos os di­as.

São pes­so­as e em­pre­sas que man­têm a dis­pen­sa da edí­cu­la de Adri­a­na Ma­rie Nishiya­ma Akaishe lo­ta­da. Ela ce­deu o es­pa­ço da ca­sa de­la pa­ra o pre­pa­ro dos ali­men­tos. “O ba­ca­na é que mui­tas pes­so­as que co­me­ram a mar­mi­ta se tor­nam vo­lun­tá­ri­os”, diz. So­men­te na jan­ta são ser­vi­dos en­tre 35 e 100 mar­mi­tas. A de­sem­pre­ga­da Ed­va­nia So­a­res de Oli­ve­ra, 39, está no HC há 20 di­as com o ma­ri­do que foi di­ag­nos­ti­ca­do com cân­cer na per­na. “Al­mo­ço, ca­fé, jan­ta, co­mo to­dos os di­as, é uma ben­ção es­se pro­je­to”, diz.

Ago­ra, com a ca­sa de apoio, que con­ta com uma am­pla co­zi­nha, as re­fei­ções pas­sa­rão a ser pre­pa­ra­das lá. A es­tru­tu­ra tem dois quar­tos, um pa­ra ho­mens e ou­tro pa­ra mu­lhe­res, com ca­pa­ci­da­de pa­ra 15 pes­so­as ca­da. Tam­bém há dois ba­nhei­ros com chu­vei­ros, sa­la, es­pa­ço pa­ra um fu­tu­ro ber­çá­rio, dis­pen­sa, la­van­de­ria, re­cep­ção e ele­va­dor.

“No fi­nal de 2014 uma vo­lun­tá­ria foi le­var lan­che pa­ra pa­ci­en­tes que es­ta­vam fa­zen­do qui­mi­o­te­ra­pia e uma mu­lher que tra­ta­va o cân­cer se in­te­res­sou pe­la en­ti­da­de e par­ti­ci­pou de uma reu­nião. Ela ou­viu a gen­te fa­lan­do so­bre o so­nho de ter uma ca­sa de apoio, mas nós não tí­nha­mos con­di­ções de pa­gar o ter­re­no, que cus­ta­va cer­ca de R$ 300 mil. Ela e o ma­ri­do, en­tão, de­ci­di­ram doá-lo pa­ra nós”, diz Na­dir.

Com ri­fas e do­a­ções, o pro­je­to ga­nhou for­ma. A in­ten­ção da en­ti­da­de é pas­sar a aten­der ou­tros hos­pi­tais da ci­da­de .

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.