Ser­ra­glio re­jei­ta pas­ta da Trans­pa­rên­cia

O Diario do Norte do Parana - - ECONOMIA GERAL - Dai­e­ne Car­do­so Agên­cia Es­ta­do

Ex-mi­nis­tro da Jus­ti­ça, de­mi­ti­do no do­min­go, vol­ta­rá à Câ­ma­ra De­ci­são ti­ra fo­ro pri­vi­le­gi­a­do do de­pu­ta­do afas­ta­do Ro­cha Lou­res

Em no­ta di­vul­ga­da on­tem pe­la ma­nhã, o de­pu­ta­do li­cen­ci­a­do Os­mar Ser­ra­glio (PMDB-PR) anun­ci­ou seu re­tor­no à Câ­ma­ra e diz que pro­cu­rou “dig­ni­fi­car a con­fi­an­ça” que o pre­si­den­te Mi­chel Te­mer (PMDB) de­po­si­tou em seu tra­ba­lho. Ser­ra­glio con­fir­mou que re­cu­sou a trans­fe­rên­cia pa­ra o Mi­nis­té­rio da Trans­pa­rên­cia.

“Agra­de­ço o pri­vi­lé­gio de ter si­do Mi­nis­tro da Jus­ti­ça e Se­gu­ran­çaPú­bli­ca­do­nos­soPaís.Pro­cu­rei dig­ni­fi­car a con­fi­an­ça que em mim de­po­si­tou”, diz a men­sa­gem di­ri­gi­da ao pre­si­den­te da República. “Vol­to pa­ra a Câ­ma­ra dos De­pu­ta­dos, on­de pros­se­gui­rei meu tra­ba­lho em prol do Bra­sil­que­que­re­mos”,com­ple­tou.

Ao re­cu­sar o Mi­nis­té­rio da Trans­pa­rên­cia, Ser­ra­glio re­as­su­me seu man­da­to na va­ga ocu­pa­da pe­lo de­pu­ta­do afas­ta­do Ro­dri­go Ro­cha Lou­res (PMDBPR). O su­plen­te es­tá no man­da­to des­de mar­ço, quan­do Ser­ra­glio as­su­miu­oMi­nis­té­ri­o­daJus­ti­ça.

Ago­ra, Ro­cha Lou­res per­de o fo­ro pri­vi­le­gi­a­do, mas co­mo seu pro­ces­so es­tá atre­la­do a ou­tros in­ves­ti­ga­dos no Su­pre­mo Tri­bu­nal Fe­de­ral, po­de per­ma­ne­cer lon­ge do juiz fe­de­ral Sér­gio Mo­ro. Já a re­pre­sen­ta­ção por que­bra de de­co­ro par­la­men­tar pro­to­co­la­da na se­ma­na pas­sa­da pe­lo PSOL, Re­de e PSB po­de não ser ins­tau­ra­da. O pro­ces­so es­tá pa­ra­li­sa­do por­que aguar­da des­pa­cho da Se­cre­ta­ria Ge­ral da Me­sa Di­re­to­ra ao Con­se­lho de Éti­ca li­be­ran­do a ins­tau­ra­ção.

A re­pre­sen­ta­ção se ba­seia na de­la­ção pre­mi­a­da do em­pre­sá­rio Jo­es­ley Ba­tis­ta, da JBS, por ele su­pos­ta­men­te ter atu­a­do no Con­se­lho Ad­mi­nis­tra­ti­vo de De­fe­sa Econô­mi­ca (Ca­de) em tro­ca de pro­pi­na. No diá­lo­go cap­ta­do pe­lo em­pre­sá­rio, Te­mer in­di­ca Ro­cha Lou­res pa­ra re­sol­ver um as­sun­to da J&F (hol­ding que con­tro­la a JBS) no Ca­de. Uma gra­va­ção mos­tra que o par­la­men­tar re­ce­beu uma ma­la com R$ 500 mil que te­ria si­do en­vi­a­da porJo­es­ley.Ro­chaLou­res­de­vol­veu os va­lo­res.

O de­pu­ta­do afas­ta­do pe­lo STF foi as­ses­sor es­pe­ci­al da Pre­si­dên­cia e era su­plen­te de Ser­ra­glio. Quan­do Te­mer ain­da era vi­ce, era Lou­res quem cui­da­va de­su­a­a­gen­da.

Ou­tra al­ter­na­ti­va po­lí­ti­ca pa­ra que Ro­cha Lou­res não per­ca o fo­ro pri­vi­le­gi­a­do é que o Pla­nanl­to con­vi­de um de­pu­ta­dop fe­de­ral do PMDB-PR pa­ra os mi­nis­té­ri­os da Cul­tu­ra ou Trans­pa­rên­cia, que es­tão va­gos. As­sim, por ser su­plen­te, ele con­ti­nu­a­ria com uma ca­dei­ra na Câ­ma­ra.

Ro­cha Lou­res es­tá afas­ta­do do car­go de de­pu­ta­do des­de o dia 18 de maio por de­ter­mi­na­ção do STF. Há du­as se­ma­nas, o pe­e­me­de­bis­ta não po­de exercer su­as fun­ções par­la­men­ta­res, mas ain­da as­sim con­ti­nu­ou re­ce­ben­do o sa­lá­rio de R$ 33.763,00 e com di­rei­to ao uso da as­sis­tên­cia mé­di­ca da Câ­ma­ra. Os de­mais be­ne­fí­ci­os, co­mo di­rei­to ao uso da co­ta par­la­men­tar de 38.871,86 e o au­xí­lio-mo­ra­dia R$ 4.253,00, fo­ram cor­ta­dos. Ago­ra, ao sair da su­plên­cia, ele dei­xa­rá de re­ce­ber tam­bém o sa­lá­rio.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.