Men­sa­gem so­bre ra­dar é fal­sa

O Diario do Norte do Parana - - MARINGÁ - Nai­le­na Fai­an nai­le­na@odi­a­rio.com ///Re­da­çãoODiá­rio ///Nai­le­naFai­an ///Re­da­çãoODiá­rio

A men­sa­gem que cir­cu­lou pe­lo WhatsApp e ou­tras re­des so­ci­ais, on­tem, so­bre uma fis­ca­li­za­ção com ra­dar mó­vel de ve­lo­ci­da­de na Avenida Co­lom­bo é fal­sa. O se­cre­tá­rio de Mo­bi­li­da­de Ur­ba­na, Gil­ber­to Pur­pur, dis­se que re­ce­beu 40 li­ga­ções de pes­so­as ques­ti­o­nan­do se ha­via ou não a fis­ca­li­za­ção no lo­cal.

Ele dis­se que não hou­ve ação al­gu­ma na avenida on­tem. “É bo­a­to. As pes­so­as têm tan­to me­do de ra­dar, não en­ten­do o porquê. E se ti­ves­se?”

Se­ma­na pas­sa­da, a Se­mob fez a me­di­ção de ve­lo­ci­da­de dos veí­cu­los, mas o ob­je­ti­vo não era au­tu­ar, e sim co­le­tar da­dos que sir­vam de em­ba­sa­men­to pa­ra com­pro­var que o tre­cho ne­ces­si­ta dos ra­da­res fi­xos.

Se­gun­do Pur­pur, a pre­vi­são é de que a Avenida Co­lom­bo te­nha ra­da­res em 24 pon­tos, dos quais 14 por ex­ces­so de ve­lo­ci­da­de e 10 por avan­ço de si­nal.

A ins­ta­la­ção dos equi­pa­men­tos de­pen­de da as­si­na­tu­ra de um con­vê­nio en­tre a Po­lí­cia Ro­do­viá­ria Fe­de­ral (PRF) – já que a avenida per­ten­ce à União – e a Pre­fei­tu­ra de Ma­rin­gá. O pre­fei­to Ulis­ses Maia (PDT) apre­sen­tou ao se­cre­tá­rio de Estado de In­fra­es­tru­tu­ra e Lo­gís­ti­ca, Jo­sé Ri­cha Fi­lho, o pro­je­to pa­ra cons­truir um vi­a­du­to na Avenida Co­lom­bo, nas pro­xi­mi­da­des do tre­vo da PR-317. A apre­sen­ta­ção foi on­tem, du­ran­te reu­nião em Cu­ri­ti­ba. Acom­pa­nha­do da as­ses­so­ria do de­pu­ta­do es­ta­du­al Ti­a­go Ama­ral e de téc­ni­cos da Vi­a­par, o pre­fei­to ex­pli­cou que, no tre­vo atu­al, os con­ges­ti­o­na­men­tos são fre­quen­tes. “Se­rá uma obra pa­ra de­sa­fo­gar o trân­si­to, além de in­cre­men­tar a ins­ta­la­ção de no­vas em­pre­sas na re­gião”, afir­ma Ulis­ses. Or­ça­do em R$ 40 mi­lhões, o vi­a­du­to não es­tá in­cluí­do no con­tra­to da con­ces­são da Vi­a­par. O pro­je­to de­ve pas­sar por ajus­tes pa­ra se ade­quar a atu­al ne­ces­si­da­de da obra. Um­mo­to­ris­ta­daT­rans­por­teCo­le­ti­voCi­da­deCan­ção(TCCC)pas­sou­ma­len­quan­to­di­ri­gi­a­e­der­ru­bou um pos­te na Avenida Fran­cis­co Fer­rei­ra de Mi­ran­da, no Re­si­den­ci­al Aeroporto, em Ma­rin­gá, on­tem de ma­nhã. Ti­a­go de Li­ma Silva, 31 anos, con­du­zia o ôni­bus, li­nha 323 (Ter­mi­nal-Jar­dim São Sil­ves­tre), quan­do pas­sou mal e per­deu o con­tro­le da di­re­ção. Ao en­car­re­ga­do de trân­si­to da TCCC, Eli­ver­te Ri­e­do, o mo­to­ris­ta re­la­tou que te­ve um mal sú­bi­to. Ele foi so­cor­ri­do até o Hos­pi­tal Uni­ver­si­tá­rio. O ôni­bus ti­nha 16 pas­sa­gei­ros e du­as mu­lhe­res so­fre­ram fe­ri­men­tos le­ves. Se­gun­do Ri­e­do, o ôni­bus tem câ­me­ra e apa­ren­te­men­te­não­pa­re­ce­que­o­mo­to­ris­ta pas­sou mal. “O de­par­ta­men­to mé­di­co vai acom­pa­nhar a saú­de de­le.” Até o dia 25, Sil­vio Bar­ros, pre­fei­to de Ma­rin­gá nas ges­tões 2005-2008 e 2009-2012, te­rá de pa­gar mul­ta de R$ 751,29 im­pos­ta pe­lo Tri­bu­nal de Con­tas do Estado do Estado do Pa­ra­ná (TCE-PR). O TCE apon­tou ir­re­gu­la­ri­da­des na li­ci­ta­ção fei­ta em 2009 pa­ra a con­tra­ta­ção de em­pre­sa pa­ra a ges­tão da co­le­ta de li­xo. Em no­ta, Sil­vio in­for­mou que o “im­por­tan­te des­sa de­ci­são é que o TCE re­co­nhe­ce que não foi cons­ta­ta­do di­re­ci­o­na­men­to do cer­ta­me e que a Di­re­to­ria de Con­tas Mu­ni­ci­pal­con­cluiu­pe­lai­ne­xis­tên­ci­a­de­da­no­a­o­e­rá­rio”.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.