Bat­tis­ti é de­ti­do na fron­tei­ra da Bo­lí­via

O Diario do Norte do Parana - - EGCEORNAOLMIA - Agên­cia Es­ta­do ge­ral@odi­a­rio.com

O ativista italiano Ce­sa­re Bat­tis­ti foi de­ti­do pe­la Po­lí­cia Fe­de­ral nes­ta quar­ta-fei­ra, 4, em Co­rum­bá, Ma­to Gros­so do Sul. Ele es­ta­va ten­tan­do atra­ves­sar a fron­tei­ra pa­ra a Bo­lí­via. A PF in­for­mou que Bat­tis­ti não es­tá pre­so, mas que “agen­tes da De­le­ga­cia de Co­rum­bá es­tão ave­ri­guan­do a si­tu­a­ção em que Bat­tis­ti se en­con­tra­va na re­gião de fron­tei­ra”.

Em 27 de se­tem­bro, os ad­vo­ga­dos de Ce­sa­re Bat­tis­ti en­tra­ram com um ha­be­as cor­pus no Su­pre­mo Tri­bu­nal Fe­de­ral (STF) pa­ra bar­rar a pos­si­bi­li­da­de de ex­tra­di­ção, de­por­ta­ção ou ex­pul­são pe­lo pre­si­den­te da Re­pú­bli­ca. O re­la­tor é o mi­nis­tro Luiz Fux. A in­for­ma­ção so­bre o ha­be­as foi di­vul­ga­da pe­lo STF.

Bat­tis­ti te­ve sua ex­tra­di­ção pe­di­da pe­la Itá­lia pe­la con­de­na- ção por qua­tro ho­mi­cí­di­os. Em 2010, de­pois de o Su­pre­mo au­to­ri­zar a ex­tra­di­ção e res­sal­var que o de­fe­ri­men­to não vin­cu­la o Po­der Exe­cu­ti­vo, o en­tão pre­si­den­te da Re­pú­bli­ca, Luiz Iná­cio Lu­la da Sil­va, no úl­ti­mo dia de seu man­da­to, as­si­nou de­cre­to no qual ne­gou ao go­ver­no italiano o pe­di­do de ex­tra­di­ção do ex-ativista. Em 2011, o Su­pre­mo ar­qui­vou uma Re­cla­ma­ção ajui­za­da pe­lo go­ver­no da Itá­lia con­tra o ato de Lu­la, e de­ter­mi­nou a sol­tu­ra do italiano.

A de­fe­sa de Bat­tis­ti sus­ten­ta que, des­de en­tão, têm ha­vi­do “vá­ri­as ten­ta­ti­vas ile­gais” de re­me­tê-lo pa­ra o ex­te­ri­or por meio de ou­tros me­ca­nis­mos, co­mo a ex­pul­são e a de­por­ta­ção. Des­de 2016, com as mu­dan­ças ocor­ri­das no Po­der Exe­cu­ti­vo, os ad­vo­ga­dos afir­mam que há no­tí­ci­as de que o go­ver­no italiano pre­ten­de in­ten­si­fi­car as pres­sões so­bre o go­ver­no bra­si­lei­ro pa­ra ob­ter a ex­tra­di­ção.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.