Em de­vo­ção à san­ta, pro­fes­sor ca­mi­nha 135 km até Apa­re­ci­da

O Estado de S. Paulo - - Metrópole - / J.D.

Pe­la pri­mei­ra vez em 15 anos, a pe­re­gri­na­ção do pro­fes­sor de Edu­ca­ção Fí­si­ca Vag­ner Al­ves, de 44 anos, até o San­tuá­rio Na­ci­o­nal de Apa­re­ci­da, no dia 12 de ou­tu­bro, foi di­fe­ren­te: ele tro­cou car­ro e ôni­bus pe­los seus pró­pri­os pés.

Em ce­le­bra­ção aos 300 anos da des­co­ber­ta da ima­gem de Nos­sa Se­nho­ra Apa­re­ci­da no Rio Pa­raí­ba, Al­ves saiu de Pa- rai­só­po­lis (MG) e ca­mi­nhou 135 quilô­me­tros du­ran­te cin­co di­as até o San­tuá­rio no in­te­ri­or de São Pau­lo. Ao che­gar à Ba­sí­li­ca, por vol­ta das 9 ho­ras de on­tem, acen­deu uma ve­la para ofi­ci­a­li­zar o fim de um ri­tu­al que te­ve iní­cio há três me­ses, na Fran­ça.

No dia 12 de ju­nho, Al­ves co­me­çou o que ba­ti­zou de Ca­mi- nho de Ma­ri­a­no, em re­fe­rên­cia às Ma­ri­as: o per­cur­so co­me­çou em Lour­des (Fran­ça), pas­sou por San­ti­a­go de Com­pos­te­la (Es­pa­nha) e Fá­ti­ma (Por­tu­gal), até che­gar a Apa­re­ci­da. O tra­je­to in­cluiu um tre­cho de 800 quilô­me­tros que o pro­fes­sor fez a pé, du­ran­te 31 di­as.

“A ve­la que usei em uma pro­cis­são be­lís­si­ma em Fá­ti­ma eu trou­xe na mo­chi­la e acen­di aqui na Ba­sí­li­ca para se­lar o fim do ca­mi­nho. Para mim, foi um ca­mi­nho de gra­ti­dão”, diz.

O pro­fes­sor con­ta que o ro­tei­ro foi pla­ne­ja­do no ano pas­sa­do para ce­le­brar o cen­te­ná­rio de Nos­sa Se­nho­ra de Fá­ti­ma e o tri­cen­te­ná­rio de Nos­sa Se­nho­ra Apa­re­ci­da, am­bos co­me­mo­ra­dos em 2017.

A de­vo­ção de Al­ves à Pa­dro­ei­ra do Bra­sil te­ve iní­cio em 2001, quan­do o pro­fes­sor fi­cou in­ter­na­do du­ran­te qua­tro di­as após uma in­fec­ção in­tes­ti­nal. Ha­via a suspeita de cân­cer.

“Co­mo sou de fa­mí­lia ca­tó­li­ca e sem­pre fui re­li­gi­o­so, pro­me­ti que se não fos­se cân­cer eu vi­ria a Apa­re­ci­da to­dos os anos no dia 12 de ou­tu­bro.”

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.