Ação atin­ge 20 anos de po­der do PMDB-RJ

Des­de os anos 1990, Jor­ge Pic­ci­a­ni, ao la­do de Sérgio Ca­bral, co­man­da o Es­ta­do

O Estado de S. Paulo - - Política - Wil­son Tos­ta / RIO

A ofen­si­va do Mi­nis­té­rio Pú­bli­co Fe­de­ral e da Po­lí­cia Fe­de­ral con­tra o es­que­ma de corrupção que en­vol­ve­ria a As­sem­bleia Le­gis­la­ti­va do Rio de Ja­nei­ro im­plo­diu o que res­ta­va do PMDB no Es­ta­do e ele­vou ain­da mais a in­cer­te­za que cer­ca­rá a elei­ção es­ta­du­al de 2018. O pre­si­den­te da As­sem­bleia, Jor­ge Pic­ci­a­ni, ao la­do do ex-go­ver­na­dor Sérgio Ca­bral e do de­pu­ta­do cas­sa­do Eduardo Cunha, co­man­dou a po­lí­ti­ca flu­mi­nen­se nos úl­ti­mos 20 anos. Do trio, ape­nas Pic­ci­a­ni ain­da não foi al­vo de pri­são, ape­sar de já ha­ver um pe­di­do fei­to pe­lo Mi­nis­té­rio Pú­bli­co Fe­de­ral.

A con­du­ção co­er­ci­ti­va im­pos­ta a Pic­ci­a­ni pe­lo de­sem­bar­ga­dor Abel Go­mes, do Tri­bu­nal Re­gi­o­nal Fe­de­ral da 2.ª Re­gião (TRF-2), tem po­ten­ci­al pa­ra en­cer­rar um ci­clo de po­der ini­ci­a­do no Rio há du­as dé­ca­das, pe­río­do em que um gru­po de po­lí­ti­cos li­ga­dos à cú­pu­la do Le­gis­la­ti­vo es­ta­du­al in­fluiu for­te­men­te nos go­ver­nos es­ta­du­ais e, de­pois, as­cen­deu ao co­man­do do Exe­cu­ti­vo lo­cal.

A Ope­ra­ção Ca­deia Ve­lha, ao atin­gir a Alerj, re­cua o tem­po po­lí­ti­co flu­mi­nen­se até 1995, quan­do foi mon­ta­do o tri­pé que co­man­da­ria o Pa­lá­cio Ti­ra­den­tes pe­los 22 anos se­guin­tes. O gru­po era for­ma­do por Ca­bral na pre­si­dên­cia da Alerj, Pic­ci­a­ni na 1.ª Se­cre­ta­ria e o de­pu­ta­do Pau­lo Me­lo na li­de­ran­ça, pri­mei­ro do PSDB, de­pois do PMDB. Es­ses três po­lí­ti­cos, ao lon­go de mais de du­as dé­ca­das, in­fluí­ram nos go­ver­nos Mar­cel­lo Alen­car (1995-1998), Anthony Ga­ro­ti­nho (1999-2002), Be­ne­di­ta da Sil­va (abril a de­zem­bro de 2002) e Ro­si­nha Ga­ro­ti­nho (2003-2006).

A par­tir de 2007, as­su­mi­ram di­re­ta­men­te o Pa­lá­cio Gu­a­na­ba­ra, com Ca­bral à fren­te, e, no em­ba­lo do pro­je­to olím­pi­co, con­quis­ta­ram a pre­fei­tu­ra da ca­pi­tal em 2008 e 2012, com Eduardo Pa­es (PMDB).

O PMDB do Rio já se pre­pa­ra­va pa­ra en­fren­tar no ano que vem um ce­ná­rio de di­fi­cul­da­des após co­man­dar o Es­ta­do por qua­tro go­ver­nos se­gui­dos. Os mo­ti­vos vão da pri­são de Cunha, um for­te ar­re­ca­da­dor e fi­nan­ci­a­dor de cam­pa­nhas lo­cais, à fa­lên­cia do Es­ta­do jus­ta­men­te nas mãos do PMDB, além das con­sequên­ci­as do es­cân­da­lo de corrupção en­vol­ven­do o go­ver­no Sérgio Ca­bral, que já foi con­de­na­do três ve­zes – du­as por sen­ten­ças pro­fe­ri­das pe­lo juiz Mar­ce­lo Bre­tas e uma pe­lo juiz Sérgio Mo­ro.

Ce­ná­rio. A si­tu­a­ção se agra­va ago­ra com a mi­gra­ção do fo­co da ope­ra­ção no Rio em di­re­ção ao pre­si­den­te da As­sem­bleia e do PMDB flu­mi­nen­se, Jor­ge Pic­ci­a­ni. O de­pu­ta­do era o úl­ti­mo ca­ci­que do par­ti­do no Es­ta­do que ain­da não ha­via si­do al­vo das in­ves­ti­ga­ções, ape­sar de já ter si­do ci­ta­do em mais de uma de­la­ção na La­va Ja­to.

A le­gen­da tam­bém pla­ne­ja­va du­as can­di­da­tu­ras pos­sí­veis pa­ra con­ti­nu­ar mais qua­tro anos no co­man­do do Es­ta­do. O mais co­ta­do era o ex-pre­fei­to do Rio Eduardo Pa­es, que de­pois de um ano mo­ran­do nos Es­ta­dos Uni­dos, co­me­çou a or­ga­ni­zar seu re­tor­no à po­lí­ti­ca flu­mi­nen­se.

A outra op­ção, so­nho an­ti­go do pre­si­den­te da Alerj, era ter um Pic­ci­a­ni sen­tan­do na ca­dei­ra mais im­por­tan­te do Pa­lá­cio Gu­a­na­ba­ra. Pic­ci­a­ni não es­con­dia o de­se­jo de ver um dos seus “fi­lhos po­lí­ti­cos”, Rafael ou Le­o­nar­do, dis­pu­tan­do o go­ver­no.

Os da­nos ao par­ti­do de­vem au­men­tar com a divulgação da de­la­ção pre­mi­a­da do mar­que­tei­ro Renato Pe­rei­ra (mais in­for­ma­ções nes­ta pá­gi­na). A avaliação é de que os re­la­tos do pu­bli­ci­tá­rio têm po­ten­ci­al pa­ra atin­gir ain­da mais o PMDB do Rio.

O va­zio dei­xa­do pela le­gen­da po­de­rá abrir espaço a no­vos ato­res po­lí­ti­cos flu­mi­nen­ses e aba­lar de vez a era dos ca­ci­ques do Pa­lá­cio Ti­ra­den­tes.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.