Ex­ce­ção, Mei­rel­les não de­ve dei­xar car­go em de­zem­bro

O Estado de S. Paulo - - Política - / C.A.

O mi­nis­tro da Fa­zen­da, Hen­ri­que Mei­rel­les, não sai­rá do go­ver­no em de­zem­bro, mes­mo se for dis­pu­tar as elei­ções de 2018. O dis­cur­so ofi­ci­al no Pa­lá­cio do Pla­nal­to é o de que to­dos os mi­nis­tros-can­di­da­tos te­rão de dei­xar os car­gos no fim do ano, mas, na prá­ti­ca, ha­ve­rá ex­ce­ções.

Fi­a­dor da re­cu­pe­ra­ção econô­mi­ca, Mei­rel­les é fi­li­a­do ao PSD e tu­do in­di­ca que pre­pa­ra a cam­pa­nha pa­ra a Pre­si­dên­cia da Re­pú­bli­ca. O mi­nis­tro, po­rém, não con­fir­ma nem des­men­te su­as in­ten­ções po­lí­ti­cas. Nas en­tre­vis­tas, às ve­zes dá a en­ten­der que se­rá can­di­da­to, mas lo­go de­pois “con­ser­ta” a de­cla­ra­ção.

“É im­por­tan­te a per­ma­nên­cia de­le (Mei­rel­les), mas, ca­so de­ci­da ser can­di­da­to, te­re­mos que res­pei­tar. O im­por­tan­te é sa­li­en­tar que a po­lí­ti­ca econô­mi­ca do go­ver­no se­rá ri­go­ro­sa­men­te man­ti­da”, dis­se ao Estadão/Bro­ad­cast o mi­nis­tro da Ca­sa Ci­vil, Eli­seu Pa­di­lha. “A ideia é mu­dar to­dos que vão con­cor­rer.” Mei­rel­les afir­mou on­tem que só to­ma­rá a de­ci­são so­bre even­tu­al can­di­da­tu­ra no fim de mar­ço.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.