Saú­de BA­TEN­DO no pei­to

Adi­ci­o­nar vi­ta­mi­na K e li­co­pe­no ao azei­te faz bem ao co­ra­ção

O Poder dos Alimentos - - RECEITAS - Tex­to Mar­ce­lo Ric­ci­ar­di De­sign Ana Car­va­lho

Vo­cê sa­be co­mo fun­ci­o­na o sis­te­ma car­di­o­vas­cu­lar?

Ao lon­go de 24 ho­ras por dia, o co­ra­ção usa as ar­té­ri­as pa­ra bom­be­ar san­gue ri­co em oxi­gê­nio pa­ra o res­tan­te do cor­po. Quan­do pla­cas de gor­du­ra se for­mam na pa­re­de des­sas mes­mas ar­té­ri­as, o es­for­ço car­día­co pas­sa a ser mai­or e traz con­si­go o ris­co de pro­ble­mas co­mo pres­são al­ta, in­far­to e aci­den­te vas­cu­lar ce­re­bral (AVC). Sen­do as­sim, que tal não brincar com o pe­ri­go e apos­tar em um trio que só tem a acres­cen­tar ao sis­te­ma car­di­o­vas­cu­lar?

ÓLEO ES­SEN­CI­AL

O azei­te é um in­gre­di­en­te am­pla­men­te usa­do na cu­li­ná­ria tí­pi­ca dos po­vos do Mar Me­di­ter­râ­neo, co­nhe­ci­dos pe­los bai­xos ín­di­ces de co­les­te­rol no san­gue e de pro­ble­mas car­di­o­vas­cu­la­res. Mas co­mo is­so po­de ser ex­pli­ca­do, uma vez que o óleo ex­traí­do da oli­va é for­ma­do ba­si­ca­men­te por gor­du­ra, uma das vi­lãs mais te­mi­das quan­do o as­sun­to é ali­men­ta­ção? Pri­mei­ro, é pre­ci­so res­sal­tar que as gor­du­ras têm uma im­por­tan­te fun­ção pa­ra o me­ta­bo­lis­mo. Se­gun­do, exis­tem sim gor­du­ras bo­as, ca­te­go­ria em que o azei­te se en­cai­xa.

“As gor­du­ras for­ne­cem ener­gia ao or­ga­nis­mo, são vi­tais pa­ra o cres­ci­men­to e re­no­va­ção ce­lu­lar, além de dar su­por­te e pro­te­ção aos ór­gãos, por se­rem res­pon­sá­veis pe­lo trans­por­te das vi­ta­mi­nas A,D, E e K e pe­la ab­sor­ção des­sas vi­ta­mi­nas pe­lo or­ga­nis­mo. Tan­to a gor­du­ra mo­no quan­to a po­li-in­sa­tu­ra­da têm im­por­tan­te pa­pel na re­du­ção do co­les­te­rol ruim (LDL)”, con­fir­ma o nu­tró­lo­go e car­di­o­lo­gis­ta Da­ni­el Mag­no­ni.

Co­mo o azei­te é, em mai­or par­te, com­pos­to por gor­du­ras mo­noin­sa­tu­ra­das, seu uso é al­ta­men­te re­co­men­da­do pe­los es­pe­ci­a­lis­tas. Mes­mo as­sim, ele não dei­xa de ser ca­ló­ri­co, por is­so a quan­ti­da­de ide­al não de­ve ul­tra­pas­sar 2 co­lhe­res (so­pa) por dia – e nun­ca dei­xe de usar o azei­te ex­tra­vir­gem, den­tre to­dos o que mais apre­sen­ta pro­pri­e­da­des be­né­fi­cas. Ou­tras fon­tes de gor­du­ras sau­dá­veis são as ole­a­gi­no­sas e pei­xes co­mo sal­mão, sar­di­nha e atum.

COAGULANTE

A vi­ta­mi­na K, pou­co fa­la­da, é li­pos­so­lú­vel – em ou­tras pa­la­vras, pre­ci­sa do apoio das gor­du­ras pa­ra ser me­lhor ab­sor­vi­da. A co­a­gu­la­ção san­guí­nea é de­pen­den­te de sua atu­a­ção no or­ga­nis­mo, o que a tor­na im­por­tan­te pa­ra es­tan­car o san­gra­men­to de fe­ri­das, com sua au­sên­cia po­den­do re­sul­tar até em trom­bo­se nos ca­sos mais gra­ves. Fo­ra is­so, par­ti­ci­pa no for­ta­le­ci­men­to de unhas e den­tes e au­xi­lia na sín­te­se de pro­teí­nas do san­gue, rins e te­ci­dos. En­tre os ali­men­tos que apre­sen­tam a vi­ta­mi­na K, es­tão os ve­ge­tais ver­de-es­cu­ros (bró­co­lis, cou­ve, es­pi­na­fre) e a car­ne de fí­ga­do.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.