Me­lho­res op­ções pa­ra VEGETARIANOS

In­de­pen­den­te do es­ti­lo de vi­da, as pro­teí­nas são es­sen­ci­ais na di­e­ta

O Poder dos Alimentos - - NEWS - Tex­to DENIS ERIC/CO­LA­BO­RA­DOR De­sign SAMANTHA AL­VES

TO­DOS OS TE­CI­DOS, NER­VOS, MÚS­CU­LOS, ÓR­GÃOS IN­TER­NOS, PE­LE, CA­BE­LOS E UNHAS SÃO DE­PEN­DEN­TES DE PRO­TEÍ­NA.

Além dis­so, al­guns hormô­ni­os tam­bém são fei­tos de­las, co­mo a in­su­li­na, que aju­da a re­gu­lar a gli­co­se do san­gue, e a ti­ro­xi­na (co­la­bo­ra com o con­tro­le do me­ta­bo­lis­mo). Os an­ti­cor­pos do sis­te­ma imu­no­ló­gi­co tam­bém pre­ci­sam de pro­teí­na pa­ra se­rem pro­du­zi­dos”, ex­pli­ca a nu­tri­ci­o­nis­ta Patrícia Da­vid­son. Por­tan­to, até mes­mo os vegetarianos, que ex­cluí­ram da di­e­ta a car­ne, fon­te de pro­teí­na, pre­ci­sam en­con­trar ou­tras al­ter­na­ti­vas.

VE­GE­TAL X ANIMAL

“Al­gu­mas pro­teí­nas não con­têm cer­tos ami­noá­ci­dos es­sen­ci­ais em quan­ti­da­de su­fi­ci­en­te, por is­so re­ce­bem o no­me de pro­teí­nas in­com­ple­tas ou de bai­xo va­lor bi­o­ló­gi­co. São, ge­ral­men­te, as de ori­gem ve­ge­tal”, confirma a nu­tri­ci­o­nis­ta La­ra Na­tac­ci Cu­nha. No en­tan­to, is­so não é ne­ces­sa­ri­a­men­te um pro­ble­ma: tal de­fi­ci­ên­cia po­de ser con­tor­na­da com a com­bi­na­ção de ali­men­tos di­fe­ren­tes que con­te­nham ami­noá­ci­dos com­ple­men­ta­res en­tre si. Ou­tro pon­to a fa­vor das pro­teí­nas ve­ge­tais es­tá no fa­to de que as car­nes e ou­tras fon­tes de pro­teí­na animal, mui­tas ve­zes, vêm acom­pa­nha­das de quan­ti­da­des con­si­de­rá­veis de gor­du­ra sa­tu­ra­da, o que não ocor­re com os ve­ge­tais.

BE­NE­FÍ­CI­OS DE SER VE­GE­TA­RI­A­NO

“Co­les­te­rol con­tro­la­do, pe­so na me­di­da e gli­ce­mia em or­dem. As­sim cos­tu­ma estar um ve­ge­ta­ri­a­no, gra­ças, em boa par­te, às su­as es­co­lhas ali­men­ta­res”, res­sal­ta o nu­tri­ci­o­nis­ta Hugo Com­pa­rot­to. Os vegetarianos aca­bam va­ri­an­do os ali­men­tos e con­so­mem mais fru­tas, ver­du­ras, le­gu­mes, grãos e ce­re­ais, riquís­si­mos em fi­bras, vi­ta­mi­nas e mi­ne­rais. O que faz o in­tes­ti­no tra­ba­lhar com re­gu­la­ri­da­de, o hu­mor me­lho­ra e as ta­xas de gor­du­ra e de açú­car no san­gue ten­dem a man­ter-se con­tro­la­das, evi­tan­do al­te­ra­ções no co­les­te­rol e di­a­be­tes. “Os vegetarianos tam­bém dei­xam de con­su­mir hormô­ni­os, con­ser­van­tes e com­pos­tos ni­tro­sos que podem estar pre­sen­tes em car­nes, subs­tân­ci­as que vêm sen­do as­so­ci­a­das ao de­sen­vol­vi­men­to de cân­cer”, acres­cen­ta. Sem con­tar que a ex­plo­ra­ção de no­vos sa­bo­res tam­bém per­mi­te que o pa­la­dar do in­di­ví­duo se­ja am­pli­a­do.

ATENÇÃO! Ape­nas a vi­ta­mi­na B12 não é en­con­tra­da na di­e­ta ve­ge­ta­ri­a­na es­tri­ta, por não ha­ver con­su­mo de ali­men­to de ori­gem animal. Es­sa de­fi­ci­ên­cia po­de ser re­sol­vi­da com a in­ges­tão de su­ple­men­tos.

FOTOS Shut­ters­tock Images

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.