Aces­só­ri­os de noi­va

Os aces­só­ri­os aju­dam a dei­xar o seu vi­su­al mais es­ti­lo­so e com personalidade

Penteados para noivas - - Índice - Tex­to: Bru­na Gi­or­gi e Na­tá­lia Or­te­ga | Con­sul­to­ria: Ju­ni­or Cor­reia, hairsty­list do sa­lão Ju­ni­or Cor­reia Hair Stu­dio, de São Pau­lo | Fo­tos e ilus­tra­ções: Shut­ters­tock Ima­ges

Cas­que­tes

Es­ses aces­só­ri­os ren­dem um to­que ou­sa­do e vin­ta­ge ao vi­su­al da noi­va, sen­do mais in­di­ca­dos pa­ra mu­lhe­res mo­der­nas. Po­dem ter es­ti­los va­ri­a­dos, fei­tos de ma­te­ri­ais di­ver­sos e, por is­so mes­mo, ca­em bem em to­dos os ho­rá­ri­os. Co­lo­que o cas­que­te em uma das la­te­rais da ca­be­ça e fi­xe-o com gram­pos.

Co­ro­as

Tra­di­ci­o­nal, es­se ti­po de aces­só­rio pro­por­ci­o­na um vi­su­al re­quin­ta­do e con­fe­re à mu­lher ares de re­a­le­za. Em ge­ral, são or­na­men­ta­das por bas­tan­te bri­lho e pe­dra­ria. En­tão, re­cor­ra a es­se ade­re­ço ape­nas se o seu casamento for à noi­te. “Co­lo­que-a sem­pre no cen­tro da ca­be­ça, po­si­ci­o­nan­do su­as al­ças la­te­rais em di­re­ção à ore­lha”, ex­pli­ca Ju­ni­or Cor­reia.

Gar­ras

Po­si­ci­o­ne-as nas la­te­rais, tan­to em ca­be­los sol­tos e mo­de­la­dos quan­to em coques ela­bo­ra­dos. “Mas nun­ca use co­mo co­roa no al­to da ca­be­ça”, des­ta­ca o hairsty­list Ju­ni­or Cor­reia. O aces­só­rio po­de ser usa­do du­ran­te o dia se for de­ta­lha­do com pé­ro­las e ma­dre­pé­ro­las, e à noi­te, se ti­ver bri­lho.

Pon­tos de luz

São de­li­ca­dos e bas­tan­te ver­sá­teis, po­den­do ser usa­dos em ca­sa­men­tos du­ran­te o dia ou à noi­te. Ape­nas fu­ja dos mui­to bri­lhan­tes pa­ra fes­tas ao ar li­vre! Es­pa­lhe-os pe­lo penteado, va­lo­ri­zan­do o de­se­nho das me­chas.

Flo­res

Os aces­só­ri­os com flo­res na­tu­rais são re­co­men­da­dos pa­ra ce­rimô­ni­as ao ar li­vre, se­ja na praia ou no cam­po, mas eles de­vem ser evi­ta­dos em ca­sa­men­tos no­tur­nos. Nes­se ca­so, pre­fi­ra as flo­res fei­tas de te­ci­do, ador­na­das por pe­dras de­li­ca­das e mi­ni­pé­ro­las. Tam­bém fun­ci­o­nam em fi­os sol­tos e pre­sos, apli­ca­das nas la­te­rais das ma­dei­xas. “Use-as até mes­mo agar­ra­das no meio de uma tran­ça ou no fi­nal de­la”, en­si­na o pro­fis­si­o­nal.

He­ad­bands

Por cri­ar um vi­su­al mais des­con­traí­do, é ideal pa­ra ce­rimô­ni­as diur­nas e ao ar li­vre. Ca­so não se­ja a in­ten­ção, “cui­da­do pa­ra não fi­car com ca­ra de hip­pie!”, aler­ta o hairsty­list. Por is­so, dê pre­fe­rên­cia a pe­ças de­li­ca­das, mas com to­que de so­fis­ti­ca­ção, de­ta­lha­das com apli­ques de pé­ro­las, por exem­plo. Mo­de­los ar­te­sa­nais, fei­tos em cro­chê e ma­te­ri­al no­bre, tam­bém são bo­as op­ções. Pa­ra co­lo­cá-lo, po­si­ci­o­ne-o no cen­tro da tes­ta ou pró­xi­mo à raiz do cabelo.

Ti­a­ras

São ver­sá­teis e ca­em bem em to­das as oca­siões, de­pen­den­do ape­nas do ma­te­ri­al de que são fei­tas. As de es­ti­lo mais cle­an, sem ex­ces­so de bri­lho, po­dem ser usa­das em ce­rimô­ni­as du­ran­te o dia, as­sim co­mo as re­ves­ti­das de te­ci­do. Já as ver­sões in­cre­men­ta­das por pe­dra­ri­as e ou­tros ade­re­ços de­vem ser re­ser­va­das pa­ra even­tos no­tur­nos.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.