LA­DRI­LHOS DE­CO­RA­TI­VOS

Pequenos Espaços - - Índice -

Uti­li­za­do em in­te­ri­o­res e ex­te­ri­o­res, pa­ra aca­ba­men­tos de pa­re­des, pi­sos e até mó­veis da ca­sa, o la­dri­lho hi­dráu­li­co é um re­ves­ti­men­to ar­te­sa­nal fei­to à ba­se de ci­men­to de al­ta re­sis­tên­cia que, por sua ha­bi­li­da­de or­na­men­tal, é que­ri­di­nho na de­co­ra­ção.

Em al­ta!

“Já faz al­gum tem­po que o la­dri­lho hi­dráu­li­co vol­tou com tu­do. Gos­ta­mos de usar co­mo pai­néis em al­guns am­bi­en­tes. Is­so traz uma cor e ain­da dá um ar vin­ta­ge”, afir­mam os ar­qui­te­tos Fá­bio Bouil­let e Rodrigo Jor­ge, da Ar­tis De­sign+.

On­de usar

“Ele é mui­to po­ro­so e fi­ca su­jo fá­cil, co­mo to­do ci­men­tí­cio, por is­so. Cos­tu­ma ser mui­to usa­do em la­va­bos, co­zi­nhas e áre­as gour­met”, ex­pli­cam Fá­bio e Rodrigo.

Dri­blan­do o cus­to ele­va­do

De­vi­do à fa­bri­ca­ção ar­te­sa­nal, o la­dri­lho pos­sui um cus­to ele­va­do. Por is­so, fo­ram cri­a­das imi­ta­ções em azu­le­jos e ade­si­vos. A de­sig­ner de in­te­ri­o­res An­dréa Sáb­ba­to con­ta que pa­ra ba­ra­te­ar tan­to a mão de obra quan­to o ma­te­ri­al foi usa­do um re­ves­ti­men­to de 60x60 que pa­re­ce o la­dri­lho hi­dráu­li­co,mas não é.

“Apli­car o mes­mo ma­te­ri­al no pi­so e nas pa­re­des tam­bém é mais econô­mi­co que apli­car dois ma­te­ri­ais di­fe­ren­tes, po­de-se apro­vei­tar so­bras”, afir­ma An­dréa.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.