CORAÇÕES SAU­DÁ­VEIS

Planeta - - VOLTA AO MUNDO -

Pa­ra man­ter um co­ra­ção em for­ma, a tri­bo chi­mán, da Bo­lí­via, tem uma fór­mu­la qua­se in­fa­lí­vel: mui­to ar­roz, ba­na­na, man­di­o­ca e mi­lho e pe­que­nas quan­ti­da­des de carne de ca­ça e pei­xe, além de cer­ca de seis ho­ras de exer­cí­cio diá­rio. Va­le fri­sar que es­sa di­e­ta acon­te­ce em meio a um co­ti­di­a­no vi­vi­do em ca­ba­nas de pa­lha sem ele­tri­ci­da­de e com ca­ça­das que che­gam a du­rar oi­to ho­ras, nas quais são per­cor­ri­dos até 18 km em meio à ma­ta. De qual­quer mo­do, um es­tu­do pu­bli­ca­do em mar­ço na re­vis­ta Lan­cet re­ve­lou que, com es­se es­ti­lo de vi­da, mui­to di­fi­cil­men­te as ar­té­ri­as en­du­re­cem (ate­ros­cle­ro­se) e qua­se não há ca­sos de ata­ques car­día­cos e aci­den­tes vas­cu­la­res ce­re­brais en­tre os chi­máns. Pe­la ava­li­a­ção dos pes­qui­sa­do­res, um ho­mem chi­mán de 80 anos de ida­de tem a ida­de vas­cu­lar de um ame­ri­ca­no na ca­sa dos 50 anos.

Ba­na­nas: um dos itens es­sen­ci­ais na di­e­ta chi­mán

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.