Me­xen­do com o cé­re­bro

Ve­ja as alterações bi­oquí­mi­cas oca­si­o­na­das pe­la de­pres­são

Segredos da Mente - - Índice - TEX­TO E EN­TRE­VIS­TAS LE­O­NAR­DO GUERINO/CO­LA­BO­RA­DOR DE­SIGN JOSEMARA NAS­CI­MEN­TO

Ape­sar de o avan­ço da ci­ên­cia e da me­di­ci­na ser cons­tan­te, os pro­fis­si­o­nais da men­te e da saú­de ain­da não che­ga­ram a uma con­clu­são em re­la­ção à cau­sa da de­pres­são. Con­tu­do, exis­te um con­sen­so qua­se que unâ­ni­me en­tre es­ses es­pe­ci­a­lis­tas: o de que o dis­túr­bio de­pres­si­vo não é cau­sa­do ape­nas por um, mas, por di­ver­sos fa­to­res.

“Há uma sé­rie de itens que, con­jun­ta­men­te com a ge­né­ti­ca, dis­pa­ram o pro­ces­so”, es­cla­re­ce o psi­qui­a­tra Ro­dri­go Pes­sa­nha de Cas­tro. “Há mai­or pro­ba­bi­li­da­de em uma fa­mí­lia que pos­sua pais aco­me­ti­dos por de­pres­são de que seus fi­lhos ve­nham a apre­sen­tar es­sa do­en­ça. Po­rém, sem­pre exis­tem in­te­ra­ções com ele­men­tos am­bi­en­tais, co­mo a pre­sen­ça de even­tos ad­ver­sos du­ran­te a vi­da e pri­va­ções que con­tri­bu­em pa­ra que es­se mal se de­sen­vol­va”, com­ple­ta.

A ga­ma de pos­si­bi­li­da­des e ra­zões pa­ra que a de­pres­são ocor­ra é tão vas­ta que po­de ain­da es­tar re­la­ci­o­na­da a itens co­mo hi­per­ti­roi­dis­mo, pós-in­far­to, ca­rên­cia de vi­ta­mi­nas do com­ple­xo B e, até mes­mo, a uti­li­za­ção de al­guns me­di­ca­men­tos, co­mo cer­tos hi­per­ten­si­vos.

Mas o pro­ble­ma não é na men­te?

Ain­da que não es­te­ja com­pro­va­da uma ra­zão es­pe­cí­fi­ca so­bre a cau­sa prin­ci­pal da de­pres­são, já é pos­sí­vel tra­çar al­gu­mas li­nhas de pos­si­bi­li­da­des que po­dem con­tri­buir de­ci­si­va­men­te pa­ra o seu sur­gi­men­to - um de­les é o trans­tor­no de an­si­e­da­de.

“Es­tu­dos mos­tram que a no­ra­dre­na­li­na, um neu­ro­trans­mis­sor res­pon­sá­vel pe­la re­gu­la­ção do hu­mor, do so­no e do es­tres­se, pro­vo­cam um efei­to que, a prin­cí­pio, se ma­ni­fes­ta co­mo an­si­e­da­de e em se­gui­da, de­pres­são”, afir­ma a psi­có­lo­ga Verô­ni­ca Ve­ras. “O sen­ti­men­to an­si­o­so é fre­quen­te­men­te associado à de­pres­são e mais de 60% de seus ca­sos, são pre­ce­di­dos por qua­dros de an­si­e­da­de”, ex­pli­ca.

E o que ocor­re no cé­re­bro?

De acor­do com Ro­dri­go Pes­sa­nha, mes­mo exa­mes de neu­roi­ma­gem es­tru­tu­ral, por exem­plo, to­mo­gra­fi­as com­pu­ta­do­ri­za­das de crâ­nio, neu­roi­ma­gens fun­ci­o­nais, to­mo­gra­fi­as por emis­são de pó­si­tron ou por ra­di­a­ção de fó­ton úni­co, e até ele­tro­en­ce­fa­lo­grá­fi­cos e exa­mes la­bo­ra­to­ri­ais que ana­li­sam os com­po­nen­tes do plas­ma san­guí­neo, se pro­va­ram in­su­fi­ci­en­tes pa­ra cons­ta­tar con­clu­si­va­men­te a cau­sa dos trans­tor­nos de­pres­si­vos. Con­tu­do, a par­tir de sua uti­li­za­ção, foi pos­sí­vel ve­ri­fi­car al­gu­mas áre­as do cé­re­bro que são afetadas ou mes­mo mo­di­fi­ca­das qu­an­do é pro­vá­vel a exis­tên­cia da sín­dro­me de­pres­si­va.

No­ta-se, por meio das neu­roi­ma­gens, que o trans­tor­no de­pres­si­vo po­de ser de­fi­ni­do, tam­bém, co­mo uma de­sar­mo­nia en­tre cer­tos neu­ro­trans­mis­so­res, neu­ro­re­cep­to­res e ou­tras áre­as do sis­te­ma ner­vo­so cen­tral. “Ho­je, com a mo­der­ni­za­ção dos re­cur­sos, é iden­ti­fi­cá­vel que, na de­pres­são, com­pa­ran­do com ima­gens de cé­re­bros de pes­so­as não de­pri­mi­das, há uma di­mi­nui­ção das ati­vi­da­des no cór­tex cin­gu­la­do an­te­ri­or, que é uma área re­la­ci­o­na­da à mo­ti­va­ção, à aten­ção e às emo­ções”, co­men­ta Verô­ni­ca Ve­ras. “Ao mes­mo tem­po, ocor­re um au­men­to de ati­vi­da­des na ín­su­la, que fun­ci­o­na co­mo in­tér­pre­te do cé­re­bro, tra­du­zin­do, além de chei­ros, sons e sa­bo­res, os sen­ti­men­tos de cul­pa, ar­re­pen­di­men­to e no­jo. Is­so fa­vo­re­ce a vi­são ne­ga­ti­va que o su­jei­to de­pri­mi­do tem da vi­da”, con­clui a es­pe­ci­a­lis­ta.

CONSULTORIAS Ro­dri­go Pes­sa­nha de Cas­tro, psi­qui­a­tra; Ve­ro­ni­ca Ve­ras, psi­có­lo­ga.

“O sen­ti­men­to an­si­o­so é fre­quen­te­men­te associado à de­pres­são e mais de 60% de seus ca­sos são pre­ce­di­dos por qua­dros de an­si­e­da­de” Verô­ni­ca Ve­ras, psi­có­lo­ga

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.