Ar­ti­go

Superguia Enem - Português e Redação - - Sumário -

O ar­ti­go an­te­ce­de o subs­tan­ti­vo, ge­ne­ra­li­zan­do ou par­ti­cu­la­ri­zan­do-o.

Exem­plos: O ma­ri­do man­dou flo­res pa­ra ela; Um ami­go dá apoio ao ou­tro.

Os ar­ti­gos já são co­nhe­ci­dos: a, as, o, os, um, uns, uma, umas.

Clas­si­fi­ca­ção dos ar­ti­gos

Os ar­ti­gos são classificados con­for­me o pa­pel que exer­cem so­bre os subs­tan­ti­vos. Ar­ti­gos de­fi­ni­dos são aque­les que es­pe­ci­fi­cam, par­ti­cu­la­ri­zam o subs­tan­ti­vo. Eles são: o, a, os, as.

Exem­plos: O ma­ri­do man­dou flo­res pa­ra ela. (a pa­la­vra “ma­ri­do” es­tá es­pe­ci­fi­ca­da, in­di­vi­du­a­li­za­da, pe­lo ar­ti­go “o”).

A mãe que veio aqui pe­la ma­nhã. (a pa­la­vra “mãe” es­tá par­ti­cu­la­ri­za­da pe­lo ar­ti­go “a”).

Ar­ti­gos in­de­fi­ni­dos não de­fi­nem o subs­tan­ti­vo, ou se­ja, ge­ne­ra­li­za o ser de quem se fa­la. Es­ses ar­ti­gos são: um, uma, uns, uma. Exem­plos: Era um ho­mem ín­te­gro (o ar­ti­go “um” não de­li­mi­ta, não es­pe­ci­fi­ca quem era es­se ho­mem, so­men­te diz ser mais um en­tre tan­tos ho­mens).

Com­prei umas lou­ças pa­ra sua ca­sa. (o ar­ti­go “umas” não es­pe­ci­fi­ca que lou­ças eram es­sas, só diz que eram lou­ças).

Di­cas: os ar­ti­gos po­dem apa­re­cer uni­dos a pre­po­si­ções: no = em + o, do = de + o, à = a + a.

Não se em­pre­ga ar­ti­go an­tes de pro­no­mes de tra­ta­men­to: On­tem es­ta­va com Vossa Se­nho­ria.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.