12.1. Di­fe­ren­ças en­tre as pro­pos­tas

Superguia Enem - Português e Redação - - Sumário -

Co­mo fri­sa­mos, as pro­pos­tas do Enem tra­zem, além do co­man­do, tex­tos de apoio que de­vem ser li­dos pa­ra a com­pre­en­são da te­má­ti­ca. Es­ses tex­tos de apoio dei­xam o can­di­da­to por den­tro do as­sun­to abor­da­do, aju­dam com in­for­ma­ções que po­dem ser uti­li­za­das co­mo ar­gu­men­tos. E a pro­pos­ta do Enem sem­pre é es­tru­tu­ra­da a par­tir de uma te­má­ti­ca que abran­ge atu­a­li­da­des, ge­ral­men­te uma pro­ble­má­ti­ca so­ci­al, já que se­rá exi­gi­da a pro­pos­ta de in­ter­ven­ção obri­ga­tó­ria. É, por­tan­to, uma pro­pos­ta que vi­sa ava­li­ar o alu­no em seu ca­rá­ter ci­da­dão. Bas­ta fa­zer a re­lei­tu­ra das três pro­pos­tas que es­te ma­nu­al apresenta pa­ra se cer­ti­fi­car dis­so.

Já os ves­ti­bu­la­res pos­su­em ou­tras par­ti­cu­la­ri­da­des. No ca­so da re­da­ção da Fuvest, por exem­plo, o fo­co da pro­pos­ta não é ne­ces­sa­ri­a­men­te as te­má­ti­cas que ava­li­am se o can­di­da­to é um ci­da­dão crí­ti­co, an­te­na­do com a so­ci­o­lo­gia, fi­lo­so­fia e ci­ên­cia po­lí­ti­ca. As pro­pos­tas que ge­ral­men­te são co­lo­ca­das por es­sa co­mis­são de ves­ti­bu­lar são mais re­fle­xi­vas, e co­bram com­pe­tên­ci­as mais com­ple­xas, co­mo a ca­pa­ci­da­de de re­cor­tar um pon­to da te­má­ti­ca pa­ra abor­dar ou a ca­pa­ci­da­de de re­fle­tir, pra­ti­ca­men­te co­mo um fi­ló­so­fo ou um so­ció­lo­go.

Por es­sa ra­zão, en­quan­to no Enem o can­di­da­to ela­bo­ra uma opi­nião e a de­fen­de com ar­gu­men­tos, su­ge­rin­do, no fi­nal, uma pro­pos­ta de in­ter­ven­ção, na re­da­ção da Fuvest o alu­no pre­ci­sa es­cre­ver um en­saio que se apro­fun­de ver­da­dei­ra­men­te, mos­tran­do su­as vá­ri­as nu­an­ces e, de pre­fe­rên­cia, ar­ti­cu­lan­do os co­nhe­ci­men­tos de vá­ri­as dis­ci­pli­nas so­bre a te­má­ti­ca.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.