Vá com cal­ma!

Todateen - - RESPONDE AÍ -

É ra­ro as es­pi­nhas não me­lho­rem com al­gum ti­po de tra­ta­men­to. Mas lem­bre-se de que elas não irão su­mir de uma ho­ra pa­ra a ou­tra, até por­que o tra­ta­men­to vi­sa o con­tro­le, não a cu­ra da ac­ne. “É cla­ro que es­se con­tro­le po­de ser tão bom que a pes­soa fi­que sa­tis­fei­ta ao pon­to de nun­ca mais pre­ci­sar tratar, mas há ca­sos mais gra­ves que ne­ces­si­tam de um acom­pa­nha­men­to mais lon­go”, con­ta Caio.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.