Paz ca­sa? em

Tu­di­nho pa­ra aju­dá-la a me­lho­rar a re­la­ção com a fa­mily

Todateen - - RESPONDE AÍ -

Aque­le cli­ma...

Quan­do al­go não vai bem, é vi­sí­vel! Nin­guém pre­ci­sa di­zer quan­do es­tá ro­lan­do um cli­mão em ca­sa... Es­se é o ti­po de coi­sa que não tem co­mo não per­ce­ber, né? Mas po­de ser que, em al­guns mo­men­tos, as coi­sas se acu­mu­lem e vo­cê nem sai­ba mais o que de fa­to tem de er­ra­do, até por­que po­de ser que se­ja um mon­tão de coi­sa. Por is­so, pa­re um pou­co pa­ra pen­sar so­bre o que a in­co­mo­da nas re­la­ções em ca­sa e até ex­pres­sar is­so. “Pa­ra entender o que es­tá acon­te­cen­do, é bom ter uma con­ver­sa fran­ca pa­ra en­xer­gar quais os de­sen­ten­di­men­tos que es­tão ge­ran­do es­se mal-es­tar com os pais”, ex­pli­ca a psi­có­lo­ga Sir­le­ne Fer­rei­ra.

Na­da ba­te

É cla­ro que con­ver­sar so­bre al­gum as­sun­to po­de ser mui­to complicado pa­ra al­gu­mas pes­so­as, prin­ci­pal­men­te, se as su­as opi­niões e as do pes­so­al de ca­sa não ba­tem. E, pa­ra com­ba­ter is­so, é im­por­tan­te se li­gar que não tem pro­ble­ma pen­sar di­fe­ren­te. “Mes­mo que is­so di­fi­cul­te um pou­co o diá­lo­go e a for­ma de vo­cê se ex­pres­sar em ca­sa, va­le mos­trar aos pais que pen­sar di­fe­ren­te não sig­ni­fi­ca des­res­pei­tar o ou­tro”, afir­ma a psi­có­lo­ga. Ou se­ja, po­de ser que vo­cê te­nha que re­le­var mui­ta coi­sa com a qual não con­cor­da, mas é as­sim que irá mos­trar aos seus pais que dá pa­ra dis­cor­dar e, mes­mo as­sim, res­pei­tar o ou­tro. É bem cha­to quan­do vo­cê sen­te que não ro­la ne­nhum “sim”, mas é im­por­tan­te in­ves­ti­gar os porquês dos “nãos”. Por is­so, uma con­ver­sa sin­ce­ro­na com os pais po­de ser a cha­ve pa­ra entender is­so e, a par­tir daí, pen­sar no que fa­zer pa­ra li­dar com a si­tu­a­ção. Po­de ser que es­sa atitude de proi­bir as coi­sas se­ja por eles não en­xer­ga­rem sua ma­tu­ri­da­de e res­pon­sa­bi­li­da­de pa­ra al­gu­mas coi­sas e, en­tão, vo­cê po­de pro­cu­rar for­mas de mos­trar es­se seu la­do pa­ra eles. Se­gun­do Sir­le­ne, “é ne­ces­sá­rio cons­truir uma re­la­ção de con­fi­an­ça com sua fa­mí­lia e, pa­ra is­so, é pre­ci­so mos­trar res­pei­to, hu­mil­da­de de acei­tar crí­ti­cas e res­pon­sa­bi­li­da­de pa­ra as­su­mir con­sequên­ci­as”.

Eles não dei­xam!

• Tex­to: Ga­bri­e­la Car­va­lho/ co­la­bo­ra­do­ra • De­sign: Pé­ro­la Stein • Con­sul­to­ria: Sir­le­ne Fer­rei­ra, psi­có­lo­ga • Fo­to: Shutterstock Images

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.