Tes­tes

Todateen - - CONTENTS -

Es­co­lha um ves­ti­do de 15 anos e di­re­mos al­go so­bre seu es­ti­lo; Qual lem­bran­ci­nha de 15 anos é sua ca­ra?; Vo­cê sa­be di­zer se os fa­tos so­bre a One Di­rec­ti­on são re­ais?; Qual boy de Z4 tem tu­do a ver com vo­cê

1

Sem neu­ra, mi­ga! Se vo­cê ain­da não per­deu o BV e es­tá com me­do, lem­bre-se de que to­do mun­do pas­sou ou pas­sa­rá por is­so um dia e, se não for co­mo es­pe­ra­va, ou­tros me­lho­res vi­rão!

2

Hi­gi­e­ne im­por­ta. Es­tar com os den­tes es­co­va­dos e o há­li­to fres­co po­de aju­dá-la a se sen­tir mais con­fi­an­te. Dei­xar uma ba­li­nha de hor­te­lã a mão po­de aju­dar tam­bém.

3

Bus­que har­mo­nia. Vo­cê pre­ci­sa­rá sen­tir o rit­mo do seu par e pro­cu­rar o que agra­da aos dois. As­sim, o bei­jo vai ser top!

4

Ex­plo­re além dos lá­bi­os.

A lín­gua, os den­tes e até as mãos po­dem ser óti­mos ali­a­dos na hora do bei­jo. Mor­di­di­nhas de le­ve, abra­ços in­ten­sos e bei­ji­nhos no pes­co­ço po­dem so­mar pon­tos.

5

Fe­che os olhos. Is­so in­ten­si­fi­ca as sen­sa­ções e aju­da a sol­tar a ima­gi­na­ção. As­sim, vo­cê des­fo­ca do res­to do mun­do e pres­ta aten­ção ape­nas no bei­jo.

6

Dei­xe ro­lar. Sin­ta a vi­be, vá de acor­do com su­as von­ta­des. Se con­cen­trar no bei­jo é im­por­tan­te, mas é vá­li­do lem­brar que exis­tem ou­tros pon­tos que po­dem ser ex­plo­ra­dos. Na­da de fi­car pa­ra­da igual es­tá­tua!

7

O lu­gar im­por­ta, sim! É cla­ro que qu­an­do exis­te von­ta­de, to­do lu­gar ser­ve pa­ra dar um bei­jão. Mas, de­pen­den­do do grau de ex­pec­ta­ti­va que exis­te em tor­no da fi­ca­da, es­tar em um lu­gar cal­mo e tran­qui­lo, po­de fa­ci­li­tar.

8

Vá di­mi­nuin­do o rit­mo. Na­da de pa­rar o bei­jo do na­da, mi­ga. Qu­an­do qui­ser dar um tem­pi­nho, vá di­mi­nuin­do o rit­mo aos pou­cos e ter­mi­ne com se­li­nhos.

9

Es­co­lha bem a ou­tra bo­ca. Bei­jo é sem­pre bom, mas bei­jar por bei­jar po­de nem sem­pre ser le­gal. Por is­so, se achar me­lhor, ava­lie com ca­ri­nho seus pre­ten­den­tes. É to­tal­men­te ok. É im­por­tan­te lem­brar sem­pre que es­se é um mo­men­to seu e só ca­be a vo­cê de­ci­dir com quem vai ou não fi­car.

10

Bei­je com von­ta­de! Já dis­se­mos, mas é sem­pre bom lem­brar: bei­jo só é bom qu­an­do en­vol­ve von­ta­de. Não fa­ça na­da sob pres­são ou con­tra sua von­ta­de, ok?

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.