VILA BOA DE QUIRES REGRESSOU ÀS VI­TÓ­RI­AS

A Verdade - - PRIMEIRA PÁGINA -

UD TORRADOS, 2 - VILA BOA DE QUIRES, 1

A jo­gar fo­ra de por­tas, a equi­pa do Vila Boa de Quires per­deu em ca­sa do Torrados, por du­as bo­las a uma, nu­ma par­ti­da que foi bas­tan­te equi­li­bra­da. “Foi sem dú­vi­da uma vi­tó­ria mui­to di­fí­cil, mas já es­tá­va­mos a con­tar com um Vila Boa mui­to for­te”, re­fe­riu o téc­ni­co do Torrados. Por seu la­do Pedro Ribeiro, trei­na­dor do Vila Boa de Quires, con­si­de­ra que a sua equi­pa “me­re­cia mais”. “Sur­pre­en­de­mos bem o ad­ver­sá­rio que não es­ta­va à es­pe­ra que a nos­sa equi­pa se apre­sen­tas­se as­sim tão for­te e, pe­lo que fi­ze­mos na pri­mei­ra par­te, acho que o re­sul­ta­do po­dia ser ou­tro. De­pois na se­gun­da par­te foi um jo­go re­par­ti­do”.

VILA BOA DE QUIRES, 3- BAIÃO B, 1

A jo­gar em ca­sa, o Vila Boa de Quires re­ce­beu e ba­teu a for­ma­ção do Baião B, por três bo­las a uma, en­con­tran­do-se ago­ra no sex­to lu­gar da ta­be­la clas­si­fi­ca­ti­va. Foi o re­gres­so às vi­tó­ri­as de­pois de al­guns jo­gos me­nos con­se­gui­dos. Pedro Ribeiro, trei­na­dor do Vila Boa de Quires, con­si­de­rou que “não foi um jo­go fá­cil e foi até das pi­o­res pri­mei­ras par­tes que fi­ze­mos. En­tra­mos mui­to apá­ti­cos ape­sar de che­gar ao in­ter­va­lo a ga­nhar 2-1, mas o ad­ver­sá­rio apre­sen­tou-se bem e po­dia ter fei­to a di­fe­ren­ça e che­gar ao in­ter­va­lo a ga­nhar”, re­su­miu Pedro Ribeiro. Ape­sar de ter a se­gun­da par­te ter si­do “me­lhor”, não foi “aque­la exi­bi­ção de­se­ja­da”.

Na pró­xi­ma jor­na­da des­lo­ca-se a Ai­rães.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.