FC ALPENDORADA: NO­VO TREI­NA­DOR PERDE EM TARDE DE ES­TREIA

A Verdade - - PRIMEIRA PÁGINA -

FC ALPENDORADA, 2 - LIXA, 2

De­pois da saí­da de Ti­a­go Mo­rei­ra, e ain­da sem co­nhe­cer o no­vo téc­ni­co, o FC Alpendorada en­trou pra­ti­ca­men­te a ven­cer no jo­go em ca­sa con­tra o Lixa, mar­can­do o pri­mei­ro go­lo nos mi­nu­tos ini­ci­ais. A equipa da ca­sa con­ti­nu­ou a pres­si­o­nar o ad­ver­sá­rio mas o Lixa mar­cou dois go­los e foi pa­ra o in­ter­va­lo a ven­cer por du­as bo­las a uma. Já no se­gun­do tem­po e a per­der, os jo­ga­do­res do FC Alpendorada con­se­gui­ram em­pa­tar, es­ta­be­le­cen­do o re­sul­ta­do fi­nal em 2-2. Des­ta for­ma os pon­tos fo­ram di­vi­di­dos pa­ra am­bas as equi­pas.

PAREDES, 3 - FC ALPENDORADA, 2

Já sob os co­man­dos do no­vo téc­ni­co Paulo Ri­bei­ro, que con­tou ape­nas com dois trei­nos no em­ble­ma mar­co­en­se, o FC Alpendorada che­gou a es­tar a ven­cer a par­ti­da por du­as bo­las a ze­ro, em Paredes. No en­tan­to, a equipa da ca­sa foi su­pe­ri­or e o no­vo téc­ni­co es­tre­ou-se com uma der­ro­ta por 3-2. “Foi um re­sul­ta­do que nos dei­xou um bo­ca­do frus­tra­dos. Es­ti­ve­mos a ga­nhar 2-0, po­día­mos ter fei­to mais, mas as in­ci­dên­ci­as do jo­go não nos per­mi­ti­ram que fi­zés­se­mos o 3-0”, la­men­tou Paulo Ri­bei­ro. “En­tre­tan­to hou­ve uma re­a­ção do Paredes que faz go­lo nu­ma tran­si­ção, de­pois faz o se­gun­do pre­ce­di­do de fal­ta e, qua­se a ter­mi­nar, há um pe­nal­ti a nos­so fa­vor que fi­cou por mar­car”, co­men­tou o téc­ni­co.

Com o FC Alpendorada em 12º lu­gar na ta­be­la e com 16 pon­tos so­ma­dos, a equipa jo­ga a 18ª jor­na­da no dia 15 de ja­nei­ro do pró­xi­mo ano, com a equipa Ali­a­dos de Lor­de­lo.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.