AUDI A7 SPORTBACK He­ran­ça tec­no­ló­gi­ca

A ‘se­mi-hi­bri­di­za­ção’, as me­lho­ri­as na di­nâ­mi­ca e a di­gi­ta­li­za­ção da vi­da a bor­do são ape­nas al­gu­mas das ino­va­ções do A8 que fo­ram in­tro­du­zi­das no no­vo A7 Sportback. Es­te gran­tu­ris­mo che­ga ao mer­ca­do na­ci­o­nal no iní­cio da pri­ma­ve­ra.

Altagama Motor (Portugal) - - Ficha Técnica -

Ano­va ge­ra­ção do A8, re­cen­te­men­te lan­ça­da, es­ta­be­le­ceu novos pa­râ­me­tros na mo­der­ni­za­ção de to­da a fa­mí­lia Audi. Ago­ra che­gou a vez do A7 Sportback que, com ca­rá­ter mar­ca­da­men­te des­por­ti­vo, in­di­ci­a­do pe­las es­bel­tas li­nhas, her­da mui­ta da tec­no­lo­gia do por­ta-es­tan­dar­te da mar­ca dos anéis pa­ra uma ex­pe­ri­ên­cia de con­du­ção su­pe­ri­or. Tu­do, sem me­nos­pre­zar a fun­ci­o­na­li­da­de, ex­clu­si­vi­da­de e con­for­to de uma ber­li­na de luxo com for­te tó­ni­ca di­gi­tal.

Es­ta no­va ge­ra­ção do A7 se­gue o pa­drão es­ti­lís­ti­co do seu ir­mão mais ve­lho, com uma no­va lin­gua­gem de de­sign que é sus­ten­ta­da por li­nhas mais vin­ca­das em re­la­ção ao seu an­te­ces­sor. In­con­fun­dí­vel é o de­se­nho das óti­cas di­an­tei­ras – tal co­mo as tra­sei­ras –, que em­pre­gam a mais re­cen­te tec­no­lo­gia de ilu­mi­na­ção. Nes­te cam­po, a ofer­ta é mui­to com­ple­ta, com fa­róis LED de sé­rie e HD Ma­trix LED num se­gun­do pa­ta­mar. A op­ção mais so­fis­ti­ca­da é o HD Ma­trix LED, com tec­no­lo­gia la­ser, que se dis­tin­gue pe­lo fei­xe de luz azul na par­te in­fe­ri­or da óti­ca, que tem ca­pa­ci­da­de de du­pli­car o al­can­ce da luz, em má­xi­mos, a par­tir dos 70 km/h.

As di­men­sões ex­te­ri­o­res do no­vo A7 não so­frem gran­des al­te­ra­ções. Apre­sen­ta um com­pri­men­to de qua­se 4,97 metros e a ca­pa­ci­da­de da ba­ga­gei­ra mantém-se igual, com 535 li­tros, que po­dem au­men­tar até aos 1.390 com o re­ba­ti­men­to dos bancos tra­sei­ros.

Vi­su­al e tá­til

No en­tan­to, a ver­da­dei­ra re­vo­lu­ção es­tá no in­te­ri­or. Ade­re à era di­gi­tal ao

ins­pi­rar-se no sis­te­ma mul­ti­mé­dia MMI tou­ch res­pon­se do A8, em­bo­ra nes­te ca­so o du­plo ecrã tá­til – su­pe­ri­or de 10,1 ou 8,8 po­le­ga­das, e in­fe­ri­or de 8,6 – es­te­ja mais ori­en­ta­do pa­ra o con­du­tor. Tal co­mo a mai­o­ria dos sis­te­mas que in­te­gram tan­tas fun­ções, re­quer um pe­río­do de apren­di­za­gem, mas em ter­mos ge­rais fun­ci­o­na mui­to bem. Além de uma ótima de­fi­ni­ção, a uti­li­za­ção tá­til res­pon­de à pres­são apli­ca­da com um fe­ed­back háp­ti­co e um li­gei­ro cli­que, fa­ci­li­tan­do o uso. Um ter­cei­ro ecrã, o de ins­tru­men­ta­ção, as­so­ci­a­do ao equi­pa­men­to mul­ti­mé­dia mais ri­co, ofe­re­ce uma ex­pe­ri­ên­cia vi­su­al fan­tás­ti­ca: com 12,3 po­le­ga­das, tem uma vi­su­a­li­za­ção do ma­pa ex­tra­or­di­ná­ria e es­tá co­lo­ca­do numa po- si­ção mui­to mais ló­gi­ca do que quando o ve­mos no dis­play de con­so­la. Ou­tro ele­men­to a des­ta­car é o sis­te­ma He­ad-up Dis­play, de gran­des di­men­sões.

O ha­bi­tá­cu­lo, re­ves­ti­do de ma­te­ri­ais nobres com aca­ba­men­tos mui­to bons, im­pres­si­o­na pe­la ele­va­da qua­li­da­de. Des­ta­ca-se pe­lo am­bi­en­te mo­der­no que ema­na e pe­la am­pla ha­bi­ta­bi­li­da­de, ten­do mais 21 mm de com­pri­men­to fa­ce à ge­ra­ção an­te­ri­or, em­bo­ra sem al­can­çar as di­men­sões do A8, por exem­plo. Fa­zem par­te do car­dá­pio os bancos ven­ti­la­dos com mas­sa­gem, sis­te­ma de som Bang & Oluf­sen, uma pla­ta­for­ma de in­fo­en­tre­te­ni­men­to mui­to com­ple­ta (Wi­fi com ban­da de 5 Ghz, na­ve­ga­ção 3D in­te­li­gen­te com Google Earth, etc.), en­tre ou­tros, que ele­vam o pa­ta­mar de luxo do no­vo A7.

Mo­to­res ele­tri­fi­ca­dos

Em­bo­ra a mé­dio prazo che­guem ver­sões com di­fe­ren­tes mo­dos de pro­pul­são – a Audi não con­fir­ma se se­rão elé­tri­cos ou a gás –, os mo­to­res do no­vo A7 apoi­am­se num sis­te­ma de­no­mi­na­do mild hy­brid (MHEV). Con­sis­te de uma re­de elé­tri­ca de 48 volts, juntamente com um al­ter­na­dor mais po­ten­te e uma ba­te­ria de iões de lí­tio, que pos­si­bi­li­tam um mo­do de con­du­ção por inér­cia, in­clu­si­va­men­te com o mo­tor des­li­ga­do du­ran­te 40 se­gun­dos – ao vo­lan­te não se no­ta quando vol­ta a ar­ran­car –, uma su­pe­ri­or re­ge­ne­ra­ção de ener­gia e um dis­po­si­ti­vo start/stop com ca­pa-

O sal­to qua­li­ta­ti­vo des­ta se­gun­da ge­ra­ção A7 também se re­fle­te na quan­ti­da­de dos as­sis­ten­tes à con­du­ção, in­te­gra­dos em três pa­co­tes: Tour, City e Es­ta­ci­o­na­men­to. São até 39 as­sis­ten­tes que ze­lam pe­la segurança, gra­ças a um scan­ner la­ser, ra­da­res de mé­dio e lon­go al­can­ce, sen­so­res ul­tras­só­ni­cos e câ­ma­ras de vi­são 360 graus. O ‘cé­re­bro’ do sis­te­ma (ZFAS) pro­ces­sa a informação re­co­lhi­da, po­den­do, por exem­plo, es­ta­ci­o­nar re­mo­ta­men­te a par­tir do smartpho­ne, im­pe­dir que se abra uma por­ta se de­te­tar um veí­cu­lo em ân­gu­lo morto, tra­var de for­ma au­tó­no­ma ou cir­cu­lar num en­gar­ra­fa­men­to aju­dan­do o con­du­tor a man­ter-se na via.

Ju­an Pablo Es­te­ban

AUDI A7 SPORTBACK 50 TDI QUATTRO TIPTRONIC Ti­po de mo­tor Ci­lin­dra­da Po­tên­cia má­xi­ma Bi­ná­rio má­xi­mo Ve­lo­ci­da­de má­xi­ma Ace­le­ra­ção 0 a 100 km/h Preço ba­se Ti­po de mo­tor Ci­lin­dra­da Po­tên­cia má­xi­ma Bi­ná­rio má­xi­mo Ve­lo­ci­da­de má­xi­ma Ace­le­ra­ção 0 a 100 km/h Preço

O ha­bi­tá­cu­lo her­da a con­ce­ção di­gi­tal do A8, com um du­plo ecrã na con­so­la cen­tral mais ori­en­ta­da pa­ra o con­du­tor. A mar­ca declara um es­pa­ço in­te­ri­or li­gei­ra­men­te su­pe­ri­or. A ca­pa­ci­da­de da ba­ga­gei­ra não se al­te­ra: 535 li­tros

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.