Dos­si­er BMW Sé­rie 8

O no­vo cou­pé bá­va­ro, am­bi­ci­o­so e tec­no­ló­gi­co, já es­tá em fa­se de con­ta­gem de­cres­cen­te pa­ra ser lan­ça­do no mer­ca­do. En­tre­tan­to, re­cor­da­mos os seus ri­vais mais pró­xi­mos, to­dos eles igual­men­te de res­pei­to.

Altagama Motor (Portugal) - - Editorial - Ka­ram el She­nawy

Ahis­tó­ria do au­to­mó­vel es­cre­ve-se com ba­se em mo­de­los que dei­xam a sua mar­ca, tra­tan­do-se, por ve­zes, de mo­de­los que pou­cos irão des­fru­tar e que mui­tos irão co­bi­çar. Is­so não im­pe­de que, de vez em quan­do, pos­sa­mos so­nhar acor­da­dos e, sem ir mais lon­ge, reu­ni­mos nes­tas pá­gi­nas os cou­pés mais emo­ci­o­nan­tes do mer­ca­do.

O nos­so com­pa­ra­ti­vo des­ta oca­sião te­ve co­mo pon­to de par­ti­da o anún­cio da BMW de res­sus­ci­tar aque­le que foi, du­ran­te mui­to tem­po, um dos gran­des cou­pés de re­fe­rên­cia: o Sé­rie 8. Du­as dé­ca­das vol­vi­das, re­gres­sa to­tal­men­te mo­der­ni­za­do, com tra­ços es­té­ti­cos de­ri­va­dos da res­tan­te ga­ma BMW, mas com si­lhu­e­ta iné­di­ta e po­de­ro­sa.

Ape­nas os me­lho­res

Te­rá pe­la fren­te uma au­tên­ti­ca lu­ta de ti­tãs pa­ra as­su­mir uma po­si­ção de re­le­vân­cia, sen­do di­fí­cil apon­tar qual opo­si­tor mais im­por­tan­te. De to­dos eles, sem dú­vi­da, so­bres­sai o Pors­che 911. O mo­de­lo de Es­tu­gar­da é, pre­ci- sa­men­te, um dos que foi obri­ga­do a su­cum­bir à era tur­bo pa­ra re­du­zir as emis­sões. Gra­ças a is­so, es­te ro­bus­to e até ver­sá­til cou­pé ga­nhou po­tên­cia e agi­li­da­de, dei­xan­do o la­do emo­ci­o­nal, pro­ta­go­ni­za­do pe­los blo­cos at­mos­fé­ri­cos bo­xer, tan­to do agra­do dos pu­ris­tas.

Além do 911, há que con­tar ain­da com o Mer­ce­des-benz Clas­se E Cou­pé (alia veia des­por­ti­va e ele­gân­cia), com o atu­a­li­za­do Ma­se­ra­ti Gran­tu­ris­mo e com o cha­ma­ti­vo e so­fis­ti­ca­do Lexus LC, dis­po­ní­vel in­clu­si­va­men­te co­mo hí­bri­do.

A BMW re­e­di­ta es­te ano o Sé­rie 8 no for­ma­to de um cou­pé de 4,85 me­tros de com­pri­men­to, 1,90 m de lar­gu­ra e 1,34 m de al­tu­ra, que pre­ten­de po­si­ci­o­nar-se co­mo a re­fe­rên­cia do seg­men­to. Pa­ra tal, o her­dei­ro do re­cen­te­men­te de­sa­pa­re­ci­do Sé­rie 6 Cou­pé man­tém qua­se to­dos os tra­ços do con­cept apre­sen­ta­do no Con­cur­so de Ele­gân­cia Vil­la d’es­te em 2017.

Apre­sen­ta uma ima­gem po­de­ro­sa e ele­gan­te, bas­tan­te des­por­ti­va. A ae­ro­di­nâ­mi­ca foi um dos pon­tos mais afi­na­dos pe­la mar­ca ale­mã e, as­sim, não só ado­ta as já ca­rac­te­rís­ti­cas saí­das de ar la­te­rais, co­mo tam­bém re­cor­re à gre­lha ati­va (cons­truí­da nu­ma úni­ca pe­ça), spoi­ler in­fe­ri­or di­an­tei­ro e te­to cons­truí­do em CFRP, que se­gue o con­cei­to de du­pla bos­sa – que era usu­al nos car­ros de com­pe­ti­ção clás­si­cos.

To­do di­gi­ta­li­za­do

No in­te­ri­or, o Sé­rie 8 Cou­pé es­treia um pai­nel de ins­tru­men­tos di­gi­tal, as­sen­te num ecrã de 12,3 po­le­ga­das con­ju­ga­do com um iné­di­to se­gun­do ecrã cen­tral do mes­mo ta­ma­nho, com co­man­do tá­til ou atra­vés do ro­tor idri­ve. Um He­ad-up Dis­play é um ele­men­to obri­ga­tó­rio nes­te ti­po de pro­pos­ta, con­ten­do mais in­for­ma­ção e sen­do de mai­or re­so­lu­ção. A BMW não pou­pa nos gas­tos ao pro­por re­ves­ti­men­tos em pe­le de al­ta qua­li­da­de ou mol­du­ras de mag­né­sio. Por ou­tro la­do, a no­ção de con­for­to re­sul­ta dos por­ten­to­sos ban­cos di­an­tei­ros e dos aca­ba­men­tos al­ta­men­te re­quin­ta­dos. Os dois ban­cos tra­sei­ros são mui­to jus­tos - in­di­ca­dos pa­ra cri­an­ças - e a ba­ga­gei­ra é ape­nas ra­zoá­vel, ofe­re­cen­do 420 li­tros.

Quan­do che­gar ao mer­ca­do em ou­tu­bro, es­ta­rá dis­po­ní­vel com dois mo­to­res Twin­tur­bo, as­so­ci­a­dos a cai­xa au­to­má­ti­ca Step­tro­nic de oi­to ve­lo­ci­da­des e tra­ção in­te­gral xdri­ve. O mais aces­sí­vel se­rá o 840d, um 3.0 seis­ci­lin­dros-em-li­nha, de 320 CV, sen­do o M850i mo­vi­do por um po­de­ro­so 4.4 V8 de 530 CV, be­ne­fi­ci­an­do ain­da de ei­xo tra­sei­ro di­re­ci­o­nal, di­fe­ren­ci­al ele­tró­ni­co, tra­vões M Sport, di­re­ção va­riá­vel e amor­te­ci­men­to adap­ta­ti­vo. Mais adi­an­te, a ga­ma irá con­tar tam­bém com um des­ca­po­tá­vel, um Gran Cou­pé de qua­tro por­tas e com o te­mí­vel M8.

Nas­ci­do com ba­se no LFCC Con­cept após um in­ten­so pro­ces­so de de­sen­vol­vi­men­to, a mar­ca de lu­xo da Toyo­ta mar­cou uma po­si­ção de for­ça com o gran tu­ris­mo LC. A ex­pec­ta­ti­va em seu re­dor foi tão gran­de que os pri­mei­ros 20 pro­pri­e­tá­ri­os en­co­men­da­ram o veí­cu­lo sem ex­pe­ri­men­tá-lo… Quan­do o LC des­per­ta, cum­pre o pro­me­ti­do. Cons­truí­do so­bre a pla­ta­for­ma GA-L de alu­mí­nio, aços de ele­va­da re­sis­tên­cia e fi­bra de car­bo­no, a sua car­ro­ça­ria alon­ga- se até aos 4,77 me­tros de com­pri­men­to, me­din­do ain­da 1,92 me­tros de lar­gu­ra e 1,34 me­tros de al­tu­ra.

No in­te­ri­or, re­ve­la uma con­fi­gu­ra­ção 2+2, com uma po­si­ção de con­du­ção pen­sa­da pa­ra di­ver­tir qu­em vai ao vo­lan­te. To­dos os co­man­dos es­tão ori­en­ta­dos pa­ra o con­du­tor, em­bo­ra a er­go­no­mia se­ja li­gei­ra­men­te in­fe­ri­or do que em al­guns ri­vais, so­bre­tu­do por de­ta­lhes co­mo o do ges­tor tá­til (tou­ch­pad) do sis­te­ma mul­ti­mé­dia, al­go con­fu­so. Em tro­ca, a qua­li­da­de é to­tal, com tra­ta­men­to ar­te­sa­nal de al­guns ma­te­ri­ais.

Du­pla al­ter­na­ti­va

O LC per­mi­te a es­co­lha de uma ver­são de al­tas pres­ta­ções e ou­tra de per­fil mais efi­ci­en­te. A pri­mei­ra, LC 500, es­tá equi­pa­da com um V8 5.0 at­mos­fé­ri­co de 477 CV/527 N.m com o qual acelera dos 0 aos 100 km/h em 4,7 se­gun­dos. Re­cor­re a uma cai­xa au­to­má­ti­ca de 10 ve­lo­ci­da­des pa­ra trans­mi­tir po­tên­cia às ro­das tra­sei­ras. A ou­tra op­ção é a va­ri­an­te hí­bri­da LC 500h, que com­bi­na um V6 3.5 at­mos­fé­ri­co de ga­so­li­na de 299 CV com um mo­tor elé­tri­co de 179 CV pa­ra uma po­tên­cia con­jun­ta de 359 CV. Nes­te ca­so, a ges­tão da po­tên­cia é fei­ta atra­vés da cai­xa de va­ri­a­ção con­tí­nua que ‘si­mu­la’ 10 ve­lo­ci­da­des, sen­do igual­men­te de tra­ção tra­sei­ra.

Tem pre­ços a par­tir de 120.140€, e en­tre vir­tu­des di­nâ­mi­cas, exi­be um bai­xo cen­tro de gra­vi­da­de, ei­xo tra­sei­ro di­re­ci­o­nal e sus­pen­são adap­ta­ti­va.

Nos seus dez anos de vi­da, o Gran Tu­ris­mo con­ver­teu-se num íco­ne pa­ra a mar­ca do Tri­den­te, em gran­de par­te pe­lo de­se­nho que é obra da Pi­nin­fa­ri­na. Por es­ta al­tu­ra, fa­bri­ca­ram-se já 40.000 uni­da­des de um cou­pé que me­de 4,88 me­tros de com­pri­men­to e que foi atu­a­li­za­do no iní­cio des­te ano. A re­no­va­ção al­te­rou le­ve­men­te o de­sign, ago­ra com uma gre­lha he­xa­go­nal se­me­lhan­te à do con­cept Al­fi­e­ri (pre­vi­sí­vel her­dei­ro) e as en­tra­das de ar do pa­ra-cho­ques di­an­tei­ro mais bai­xas e am­plas pa­ra me­lho­rar a re­fri­ge­ra­ção e a ae­ro­di­nâ­mi­ca. Do mes­mo mo­do, a sec­ção tra­sei­ra foi com­ple­ta­men­te re­de­se­nha­da.

Mais cui­da­do

A bor­do, man­tém a con­fi­gu­ra­ção pa­ra qua­tro ocu­pan­tes, com os ban­cos pos­te­ri­o­res pen­sa­dos pa­ra uso me­ra­men­te es­po­rá­di­co. A qua­li­da­de, sus­ten­ta­da pe­los no­vos re­ves­ti­men­tos Pol­tro­na Frau, Al­can­ta­ra ou pe­le, e a co­nec­ti­vi­da­de so­bres­sa­em nes­te Ma­se­ra­ti. O sis­te­ma mul­ti­mé­dia ofe­re­ce um no­vo se­le­tor cir­cu­lar, ecrã mai­or (de 8,4 po­le­ga­das), sin­cro­ni­za­ção com Ap­ple Car­Play e An­droid Au­to e sis­te­ma de som de al­ta-fi­de­li­da­de de­sen­vol­vi­do pe­la Har­man Kar­don.

Sem al­te­ra­ções me­câ­ni­cas, man­tém o blo­co V8 de 4.7 li­tros at­mos­fé­ri­co a ga­so­li­na com 460 CV/520 N.m, as­so­ci­a­do a uma cai­xa au­to­má­ti­ca de seis ve­lo­ci­da­des. Al­can­ça os 301 km/h de ve­lo­ci­da­de má­xi­ma e le­va 4,7 se­gun­dos dos 0 aos 100 km/h. Os pre­ços ini­ci­am-se nos 195.620€ pa­ra a ver­são Sport e nos 220.912€ pa­ra a ver­são MC.

O Clas­se E é um mo­de­lo es­sen­ci­al pa­ra a Mer­ce­des-benz e in­clui uma va­ri­an­te Cou­pé, a qual pro­ta­go­ni­za es­tas li­nhas, co­mo al­ter­na­ti­va des­por­ti­va – per­ce­tí­vel na li­nha do te­ja­di­lho ou pe­la au­sên­cia de mol­du­ras nas por­tas. Com 4,83 me­tros de com­pri­men­to, é o se­gun­do mo­de­lo mais cur­to des­te dos­si­er, o que não o im­pe­de de be­ne­fi­ci­ar de uma ha­bi­ta­bi­li­da­de no­tá­vel, em par­te pe­los seus 2,87 me­tros de dis­tân­cia en­tre ei­xos. A dis­po­si­ção dos co­man­dos e a sua con­fi­gu­ra­ção são qua­se de­cal­ca­das de ou­tros Clas­se E, com ex­ce­ção de de­ta­lhes co­mo as saí­das de ar da cli­ma­ti­za­ção à fren­te de con­du­tor e pas­sa­gei­ro e dos re­ves­ti­men­tos ex­clu­si­vos. Man­tém a so­lu­ção de du­plo ecrã ho­ri­zon­tal, um pa­ra a ins­tru­men­ta­ção e o ou­tro pa­ra o sis­te­ma mul­ti­mé­dia, ten­do am­bos 12,3”, as­sim co­mo co­man­dos tá­teis ca­pa­ci­ti­vos no vo­lan­te.

A zo­na tra­sei­ra ofe­re­ce dois lu­ga­res ra­zo­a­vel­men­te am­plos pa­ra adul­tos de es­ta­tu­ra mé­dia, en­quan­to a ba­ga­gei­ra, de 425 li­tros, ad­mi­te um ní­vel ra­zoá­vel de car­ga e per­mi­te ain­da o re­ba­ti­men­to dos en­cos­tos tra­sei­ros pa­ra mai­or ca­pa­ci­da­de.

Ga­so­li­na e Di­e­sel

No ca­pí­tu­lo me­câ­ni­co, exis­tem du­as ver­sões 2.0 tur­bo de qua­tro ci­lin­dros (E 200 Cou­pé e E 300 Cou­pé, com 184 e 245 CV, res- pe­ti­va­men­te), uma E 400 Cou­pé 4MATIC (3.0 V6) de 333 CV, as­sim co­mo op­ções Di­e­sel que de­bi­tam 194 CV (E 220 d Cou­pé) e 256 CV (E 350 d Cou­pé). Es­tes mo­to­res es­tão as­so­ci­a­dos à cai­xa au­to­má­ti­ca 9G-TRO­NIC de no­ve ve­lo­ci­da­des, en­quan­to a tra­ção in­te­gral 4MATIC é de sé­rie no to­po de ga­ma. No pla­no di­nâ­mi­co, além de um mo­der­no e efi­caz con­jun­to de as­sis­ten­tes à con­du­ção, que tem co­mo ex­po­en­te má­xi­mo o sis­te­ma Dri­ve- Pi­lot, o ele­men­to mais des­ta­ca­do é a sus­pen­são pneu­má­ti­ca AIR BODY CON­TROL, que per­mi­te vi­a­jar com uma co­mo­di­da­de fa­bu­lo­sa. Com efei­to, aci­ma de tu­do, tra­ta-se de um veí­cu­lo mais con­for­tá­vel do que di­nâ­mi­co, em­bo­ra per­mi­ta le­var a ca­bo – pe­la com­pe­tên­cia dos tra­vões, ta­to da di­re­ção e acer­to ge­ral do chas­sis – uma con­du­ção atre­vi­da, mes­mo em tro­ços si­nu­o­sos de mon­ta­nha. A ga­ma do Clas­se E Cou­pé ar­ran­ca nos 65.350€.

O mo­de­lo da es­tre­la é um dos que tem me­lhor ha­bi­ta­bi­li­da­de

O au­to­mó­vel con­ver­ti­do em íco­ne. As­sim se po­de­ria de­fi­nir o Pors­che 911. Uma au­tên­ti­ca len­da des­por­ti­va que, co­mo al­guns dos seus ri­vais, se foi ade­quan­do aos tem­pos. Além da li­gei­ra re­no­va­ção es­té­ti­ca do resty­ling des­ta ge­ra­ção – re­to­cou os fa­róis, pa­ra-cho­ques e sis­te­ma mul­ti­mé­dia –, a ver­da­dei­ra re­vo­lu­ção sur­ge na fa­ce­ta me­câ­ni­ca, uma adap­ta­ção à mo­der­ni­da­de de­fi­ni­da pe­la so­bre­a­li­men­ta­ção de qua­se to­da a ga­ma. Man­tém a ar­qui­te­tu­ra bo­xer, a par­tir de um blo­co de seis ci­lin­dros de 3,0 li­tros.

A ga­ma 911 é, de lon­ge, a mais ex­ten­sa des­te dos­si­er. São oi­to pos­si­bi­li­da­des que pas­sam pe­lo Car­re­ra, Car­re­ra S, Car­re­ra GTS, Car­re­ra Tar­ga e Car­re­ra Tur­bo. No to­po da ca­deia sur­ge o to­do-po­de­ro­so GT2 R2 de 700 CV, ani­ma­do por um mo­tor de 3.8 li­tros, o mes­mo que uti­li­zam os 911 Tur­bo e 911 Tur­bo S, nes­tes ca­sos com 540 e 580 CV, res­pe­ti­va­men­te – des­te úl­ti­mo exis­te ain­da uma ver­são es­pe­ci­al de­no­mi­na­da Ex­clu­si­ve Se­ri­es, com 606 CV.

As­pi­ra­dos

Pe­lo meio, o GT3 man­tém a con­di­ção at­mos­fé­ri­ca com o seu seis-ci­lin­dros bo­xer de 4,0 li­tros. Na ver­são ‘nor­mal’, de­bi­ta 500 CV (es­tre­ou re­cen­te­men­te uma va­ri­an­te sem ai­le­ron tra­sei­ro cha­ma­da Tou­ring Pac­ka­ge), en­quan­to o 911 GT3 RS ‘so­be’ aos 520 CV.

To­dos po­dem con­tar com a cai­xa au­to­má­ti­ca PDK e com o sis­te­ma de tra­ção in­te­gral 4 (de sé­rie nal­guns ca­sos). Is­so faz re­cor­dar as com­pe­tên­ci­as di­nâ­mi­cas de um mo­de­lo com pe­so mui­to afi­na­do, mais ain­da nas ver­sões RS, com ei­xo tra­sei­ro di­re­ci­o­nal (dis­po­ní­vel nal­gu- mas va­ri­an­tes), Sport Res­pon­se But­ton (co­man­do re­gu­la­dor de di­ver­sos ele­men­tos pa­ra con­se­guir uma res­pos­ta mais ou me­nos ins­tan­tâ­nea), sus­pen­são ati­va PASM e pack Sport Ch­ro­no com fun­ção de má­xi­ma ace­le­ra­ção Laun­ch Con­trol.

BMW SÉ­RIE 8 COU­PÉ BMW M850i xdri­ve Ti­po de mo­tor Ci­lin­dra­da Po­tên­cia má­xi­ma Bi­ná­rio má­xi­mo Ve­lo­ci­da­de má­xi­ma Ace­le­ra­ção 0 a 100 km/h Pre­ço ba­se Ga­so­li­na, V8, bi­tur­bo 4.395 cm3 530 CV às 5.500-6.000 rpm 750 N.m às 1.800-4.600 rpm 250 km/h 3,7 s N.D. O es­pa­ço tra­sei­ro é mí­ni­mo. O de­se­nho do cock­pit é no­vo, em­bo­ra te­nha se­me­lhan­ças com ou­tros mo­de­los re­cen­tes da BMW. A ins­tru­men­ta­ção é to­da di­gi­tal

LEXUS LC

Cons­tru­ção ar­te­sa­nal em des­ta­que, em­bo­ra a er­go­no­mia es­te­ja me­nos es­tu­da­da do que nal­guns ri­vais

Lexus LC 500 Sport+ Ti­po de mo­tor Ga­so­li­na, V8, at­mos­fé­ri­co Ci­lin­dra­da Po­tên­cia má­xi­ma Bi­ná­rio má­xi­mo Ve­lo­ci­da­de má­xi­ma Ace­le­ra­ção 0 a 100 km/h Pre­ço ba­se 4.969 cm3 477 CV às 7.100 rpm 540 N.m às 4.800 rpm 270 km/h 4,7 s 169.680 €

A ins­tru­men­ta­ção al­te­ra as in­for­ma­ções mos­tra­das se­gun­do o mo­do de con­du­ção

Al­guns co­man­dos es­tão si­tu­a­dos em po­si­ções cha­ma­ti­vas, mas pou­co or­to­do­xas

A re­no­va­da sec­ção di­an­tei­ra acres­cen­ta en­tra­das de ar mai­o­res. A me­câ­ni­ca foi afi­na­da com su­per­vi­são da Fer­ra­ri MA­SE­RA­TI GRAN­TU­RIS­MO MC Ti­po de mo­tor Ci­lin­dra­da Po­tên­cia má­xi­ma Bi­ná­rio má­xi­mo Ve­lo­ci­da­de má­xi­ma Ace­le­ra­ção 0 a 100 km/h Pre­ço ba­se Ga­so­li­na, V8, at­mos­fé­ri­co 4.691 cm3 460 CV às 7.000 rpm 520 N.m às 4.750 rpm 301 km/h 5,7 s 220.912€

MA­SE­RA­TI GRAN­TU­RIS­MO Re­ce­be sis­te­ma mul­ti­mé­dia de úl­ti­ma ge­ra­ção, com co­nec­ti­vi­da­de Ap­ple Car­play e An­droid Au­to

MER­CE­DES-BENZ CLAS­SE E COU­PÉ

Mer­ce­des-benz E400 4MATIC Cou­pé Ti­po de mo­tor Ci­lin­dra­da Po­tên­cia má­xi­ma Bi­ná­rio má­xi­mo Ve­lo­ci­da­de má­xi­ma Ace­le­ra­ção 0 a 100 km/h Pre­ço ba­se Ga­so­li­na, V6, tur­bo 2.996 cm3 333 CV às 5.250-6.000 rpm 480 N.m às 1.600-4.000 rpm 250 km/h 5,3 s 84.500€

Con­so­an­te as ver­sões po­de re­ce­ber tra­ção in­te­gral 4MATIC

Pors­che 911 Car­re­ra 4 GTS Cou­pé Ti­po de mo­tor Ci­lin­dra­da Po­tên­cia má­xi­ma Bi­ná­rio má­xi­mo Ve­lo­ci­da­de má­xi­ma Ace­le­ra­ção 0 a 100 km/h Pre­ço ba­se Ga­so­li­na, 6 ci­lin­dros bo­xer, tur­bo 2.981 cm3 450 CV às 6.500 rpm 550 N.m às 2.150-5.000 rpm 310 km/h 4,0 s 162.965€ Só­brio, mas com no­ta dez na qua­li­da­de e ap­to pa­ra uso quo­ti­di­a­no. Eis o in­te­ri­or do 911

PORS­CHE 911

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.