Gra­vi­dez psi­co­ló­gi­ca

Caes & Companhia - - CRIAÇÃO -

Na gra­vi­dez psi­co­ló­gi­ca, tam­bém de­no­mi­na­da pseu­do­ges­ta­ção, fal­sa ges­ta­ção ou lac­ta­ção ner­vo­sa, a ca­de­la apre­sen­ta nu­me­ro­sos si­nais fí­si­cos e com­por­ta­men­tais de ges­ta­ção, sem que es­te­ja efe­ti­va­men­te grá­vi­da – po­de ha­ver au­men­to de vo­lu­me ab­do­mi­nal, ocor­re o de­sen­vol­vi­men­to ma­má­rio, po­de che­gar a ha­ver pro­du­ção de lei­te, po­dem ocor­rer vó­mi­tos e per­da de ape­ti­te, a ca­de­la co­me­ça a fa­zer um ni­nho e a re­co­lher e tra­tar brin­que­dos ou ou­tros ob­je­tos co­mo se fos­sem ca­chor­ros, etc. Ocor­re en­tre 1,5 e 3 me­ses após o cio, quan­do os ní­veis de pro­ges­te­ro­na co­me­çam a di­mi­nuir. Não se sa­bem as cau­sas con­cre­tas pa­ra es­ta con­di­ção, mas pen­sa-se que um fa­tor im­por­tan­te se­ja a ocor­rên­cia de de­se­qui­lí­bri­os hor­mo­nais, no­me­a­da­men­te, a ní­vel da pro­ges­te­ro­na e da pro­lac­ti­na (hor­mo­na en­vol­vi­da na pro­du­ção de lei­te). Ti­pi­ca­men­te não é ne­ces­sá­rio fa­zer na­da à ca­de­la que a si­tu­a­ção re­sol­ve-se por si, mas é re­co­men­dá­vel se­car o lei­te pro­du­zi­do, pa­ra evi­tar da­nos à ca­de­la pe­la sua não uti­li­za­ção. Um es­tu­do evi­den­ci­ou que a es­ma­ga­do­ra mai­o­ria (87%) das ca­de­las pas­sam por es­ta si­tu­a­ção pe­lo me­nos du­as ve­zes na sua vi­da, sen­do que per­to de 2/3 apre­sen­ta pseu­do­ges­ta­ções re­gu­lar­men­te. Cu­ri­o­sa­men­te, ocor­re com me­nos frequên­cia em ca­de­las de cri­a­do­res que em ca­de­las que vi­vem com par­ti­cu­la­res.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.