Par­ti­lha a ca­ma com o seu cão?

Es­tu­do con­clui que não afe­ta o seu so­no

Caes & Companhia - - NEWS -

Dei­xe o cão fi­car a dor­mir… no quar­to. Foi pu­bli­ca­do um es­tu­do que por cer­to vai dei­xar mui­tas cau­das a aba­nar, pois con­clui que dor­mir com o seu cão não afe­ta a sua noi­te de so­no.

De acor­do com a Ame­ri­can Ve­te­ri­nary As­so­ci­a­ti­on há mais de 40 mi­lhões de la­res com cães e des­tes 63% con­si­de­ram-nos mem­bros da fa­mí­lia. Ape­sar dis­so, mui­tos man­tém-se re­ni­ten­tes a dei­xá-los dor­mir no seu quar­to, pois con­si­de­ram que po­dem prejudicar a sua noi­te de so­no. Uma equi­pa de in­ves­ti­ga­do­res da Mayo Cli­nic con­du­ziu um es­tu­do que pre­ten­dia ana­li­sar ob­je­ti­va­men­te se um cão, no quar­to ou na ca­ma, po­de per­tur­bar ou prejudicar o so­no.

O es­tu­do

O es­tu­do “The Ef­fect of Dogs on Hu­man Sle­ep in the Ho­me Sle­ep En­vi­ron­ment” (O efei­to dos cães no so­no hu­ma­no no am­bi­en­te de ca­sa) con­tou com 40 par­ti­ci­pan­tes adul­tos, sem dis­túr­bi­os de so­no, que par­ti­lha­ram a ca­ma ou o quar­to com o seu cão du­ran­te 5 me­ses. Os vo­lun­tá­ri­os fo­ram ava­li­a­dos du­ran­te 4 me­ses. Os do­nos e os cães uti­li­za­ram dis­po­si­ti­vos pa­ra ras­tre­ar os seus há­bi­tos de so­no du­ran­te 7 noi­tes. Além dis­so, os do­nos ti­nham de res­pon­der a ques­tões so­bre a qua­li­da­de do so­no da noi­te an­te­ri­or e o lo­cal on­de o cão ti­nha per­noi­ta­do.

Nes­te es­tu­do, os in­ves­ti­ga­do­res des­co­bri­ram que ter o cão no quar­to não com­pro­me­tia a qua­li­da­de do so­no dos do­nos

Con­clu­sões

De acor­do com Lois Krahn, es­pe­ci­a­lis­ta em me­di­ci­na do so­no na Mayo Cli­nic, e uma das au­to­ras do es­tu­do, a mai­o­ria das pes­so­as as­su­me que ter ani­mais de es­ti­ma­ção no quar­to po­de in­ter­rom­per o seu so­no. No en­tan­to, o es­tu­do re­ve­la que há do­nos que se sen­tem mais con­for­tá­veis e com uma sen­sa­ção de se­gu­ran­ça por par­ti­lhar o es­pa­ço com o seu cão. Os in­ves­ti­ga­do­res des­co­bri­ram en­tão que ter o cão no quar­to não com­pro­me­tia – ao con­trá­rio do se pen­sa­va até en­tão – a qua­li­da­de do so­no. Em mé­dia as pes­so­as que dor­mi­am com os cães nos quar­tos, mas não na ca­ma, man­ti­ve­ram cer­ca de 83% de efi­ci­ên­cia no so­no. No en­tan­to, dor­mir com o cão na pró­pria ca­ma es­ta­va li­ga­do a uma me­nor efi­ci­ên­cia de so­no: uma mé­dia de cer­ca de 80%. Em­bo­ra se­ja con­si­de­ra­da uma pon­tu­a­ção sa­tis­fa­tó­ria, as pes­so­as que dor­mi­am com os cães na ca­ma acor­da­vam mais ve­zes du­ran­te a noi­te com­pa­ra­ti­va­men­te com os par­ti­ci­pan­tes cu­jos cães dor­mi­am nou­tro lu­gar. “Des­co­bri­mos que mui­tas pes­so­as con­si­de­ram que é con­for­tá­vel e que dá uma sen­sa­ção de se­gu­ran­ça dor­mir com os seus ani­mais de es­ti­ma­ção. Ho­je, mui­tos do­nos de ani­mais de es­tão lon­ge dos seus ani­mais de es­ti­ma­ção du­ran­te a mai­or par­te do dia. En­tão eles que­rem ma­xi­mi­zar o tempo que têm com eles quan­do es­tão em ca­sa. Tê-los no quar­to à noi­te é uma ma­nei­ra fá­cil de o fa­zer. E, ago­ra, po­dem sen­tir-se mais con­for­tá­veis sa­ben­do que is­so não afe­ta­rá ne­ga­ti­va­men­te o seu so­no”, con­cluiu.

Em mé­dia, as pes­so­as que dor­mi­am com os cães nos quar­tos, mas não na ca­ma, man­ti­ve­ram cer­ca de 83% de efi­ci­ên­cia no so­no.

Ao dor­mir com o cão na pró­pria ca­ma hou­ve uma me­nor efi­ci­ên­cia de so­no, pois as pes­so­as acor­da­ram mais ve­zes du­ran­te a noi­te.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.