Fru­tas, le­gu­mes e… ge­la­dos

Caes & Companhia - - Nesta Edição - Eli­se Fer­nan­des En­fer­mei­ra Ve­te­ri­ná­ria (www.gor­do­fi­nos.pt) Fo­tos: An­dré Mar­tins

Os nos­sos ani­mais de es­ti­ma­ção fa­zem par­te da fa­mí­lia e gos­ta­mos de os tra­tar co­mo tal, in­cluin­do as pre­o­cu­pa­ções. Des­ta for­ma, é per­fei­ta­men­te nor­mal que quei­ra­mos ofe­re­cer-lhes a me­lhor ali­men­ta­ção e os me­lho­res cui­da­dos. Às ve­zes, o que que­re­mos mes­mo é mi­má-los! No en­tan­to, quan­do jul­ga­mos que eles po­dem co­mer tu­do o que nós co­me­mos, pen­sa­mos er­ra­da­men­te. Mas nem tu­do são más no­tí­ci­as, pois há uma va­ri­e­da­de de fru­tas e le­gu­mes mui­to acon­se­lhá­veis! Des­cu­bra de se­gui­da as coi­sas gos­to­sas que lhe po­de ofe­re­cer!

Amai­o­ria dos tu­to­res pe­de con­se­lhos ou di­cas so­bre ali­men­ta­ção a ami­gos, ve­te­ri­ná­ri­os ou em gru­pos nas re­des so­ci­ais. Tam­bém é cer­to que o mer­ca­do de ali­men­ta­ção ca­ni­na ou fe­li­na é ca­da vez mais abran­gen­te. Tal acu­mu­lar de op­ções di­fi­cul­ta a nos­sa es­co­lha, ofe­re­cen­do, por ou­tro la­do, pro­du­tos mais es­pe­cí­fi­cos pa­ra ca­da con­di­ção.

Ten­dên­ci­as na ali­men­ta­ção

A ali­men­ta­ção dos nos­sos ani­mais se­gue ten­dên­ci­as as­so­ci­a­das ao es­ti­lo de vi­da da so­ci­e­da­de. Ca­da vez mais ou­vi­mos fa­lar de ali­men­ta­ção fit, sau­dá­vel, sem glú­ten, sem fa­ri­nhas e sem açú­ca­res, en­tre ou­tras, e o mes­mo acon­te­ce na ali­men­ta­ção pa­ra os ani­mais.

Os ali­men­tos se­cos (ra­ção) ou hú­mi­dos (la­tas ou pa­tés) cos­tu­ma­vam ser ba­se­a­dos em fa­ri­nhas de mi­lho, so­ja, ar­roz ou ou­tros ce­re­ais. Mas ho­je em dia vá­ri­as mar­cas apre­sen­tam es­co­lhas dis­tin­tas, co­mo as grain free, e po­dem ter mir­ti­los, to­ma­te, ba­ta­ta-do­ce, fran­go do cam­po, car­ne de ja­va­li, ana­nás, etc.

Não de­ve ofe­re­cer fru­ta a ani­mais com um di­ag­nós­ti­co mé­di­co ve­te­ri­ná­rio de aler­gi­as ou res­tri­ções ali­men­ta­res

Fru­tas e le­gu­mes

As­sim sen­do, se as pró­pri­as mar­cas de ra­ção in­tro­du­zem fru­tas e le­gu­mes nos seus ali­men­tos, por­que não os ofe­re­cer aos nos­sos ani­mais de for­ma di­re­ta? Co­mo con­têm vi­ta­mi­nas, fi­bras e mi­ne­rais, es­tes ali­men­tos aju­dam o sis­te­ma imu­ni­tá­rio, me­lho­ram o fun­ci­o­na­men­to do or­ga­nis­mo, atra­sam o en­ve­lhe­ci­men­to, eli­mi­nam to­xi­nas, me­lho­ram o com­ba­te aos ra­di­cais li­vres, es­ti­mu­lam o sis­te­ma ner­vo­so cen­tral, pre­vi­nem o tár­ta­ro e o mau há­li­to e pro­mo­vem o bem-es­tar animal. Não se po­de pe­dir mais!

Pro­pri­e­da­des e be­ne­fí­ci­os

As fru­tas e le­gu­mes con­têm vi­ta­mi­nas, mi­ne­rais e nu­tri­en­tes es­sen­ci­ais pa­ra o or­ga­nis­mo. São ali­men­tos di­ver­ti­dos, com ou­tras tex­tu­ras e no­vos pa­la­da­res, óti­mos pa­ra snacks e ou­tras re­com­pen­sas.

Se­gue-se uma lis­ta de fru­tas e le­gu­mes e as su­as me­lho­res pro­pri­e­da­des e be­ne­fí­ci­os, bem co­mo pe­que­nos tru­ques pa­ra pre­pa­rar pa­ra os seus ani­mais. Qu­al­quer uma das fru­tas apre­sen­ta­da de­ve ser ofe­re­ci­da com o mes­mo cui­da­do co­mo se fos­se pa­ra nós. Ne­nhu­ma das fru­tas des­cri­tas de­ve ser ofe­re­ci­da com se­men­tes ou ca­ro­ço, e de­ve ser da­da, pre­fe­ren­ci­al­men­te, sem cas­ca.

Aba­ca­xi

Di­mi­nui a co­pro­fa­gia pe­lo au­men­to de ab­sor­ção dos nu­tri­en­tes e pe­la al­te­ra­ção da pa­la­ti­bi­li­da­de das fe­zes do animal que as in­ge­re. Con­tém bro­me­lai­na que é an­ti­in­fla­ma­tó­rio e me­lho­ra as do­res ar­ti­cu­la­res. Con­tém bi­o­ti­na e ti­a­mi­na que tor­nam os os­sos mais for­tes. O co­bre pre­sen­te es­ti­mu­la a sín­te­se de cé­lu­las ver­me­lhas no san­gue. Con­tém vi­ta­mi­na A, B e C, fi­bra, po­tás­sio e cál­cio. De­ve ser sem­pre ofe­re­ci­do cru, em pe­que­nos pe­da­ços. Re­ti­rar sem­pre o cen­tro da fru­ta.

Abó­bo­ra

Aju­da a re­gu­lar os va­lo­res da gli­cé­mia e é um li­gei­ro la­xan­te. Con­tém bi­o­fla­vo­noi­des, que aju­dam na pro­te­ção da pa­re­de da be­xi­ga. Pos­sui ze­a­xan­ti­na, um an­ti­o­xi­dan­te que ofe­re­ce pro­te­ção con­tra as do­en­ças mus­cu­la­res e en­ve­lhe­ci­men­to dos olhos. Pre­sen­ça de be­ta­ca­ro­te­nos que pre­vi­ne as do­en­ças car­di­o­vas­cu­la­res. Fon­te de vi­ta­mi­na A, B e C, po­tás­sio, cál­cio e áci­do fó­li­co.só de­ve ser ofe­re­ci­da co­zi­da, em pe­da­ços ou em for­ma de pu­ré pa­ra os mais ca­pri­cho­sos. Po­de mis­tu­rar uma co­lher so­pa de io­gur­te na­tu­ral an­tes de ser­vir.

Amei­xa

Li­gei­ro la­xan­te, an­ti­o­xi­dan­te e an­si­o­lí­ti­co. Com­ba­te os ra­di­cais li­vres, me­lho­ra a cir­cu­la­ção san­guí­nea e es­ti­mu­la a pro­du­ção de gló­bu­los ver­me­lhos. Tem um efei­to la­xan­te por con­ter sor­bi­tol e isa­ti­na. Na sua cons­ti­tui­ção es­tá pre­sen­te o co­bre que exer­ce a fun­ção de ab­sor­ção do fer­ro. An­si­o­lí­ti­co pe­lo te­or de áci­do clo­ro­gé­ni­co. Fon­te de vi­ta­mi­na A e C, mag­né­sio, po­tás­sio, cál­cio, fos­fo­ro, fer­ro e zin­co. De­ve

Ofe­re­ça fru­ta e le­gu­mes de for­ma cons­ci­en­te, com mo­de­ra­ção, tes­tan­do sem­pre as pos­sí­veis aler­gi­as ou al­te­ra­ções in­tes­ti­nais.

Fa­ça ge­la­dos pa­ra o seu animal usan­do as ha­bi­tu­ais cu­ve­tes de ge­lo que tem no con­ge­la­dor.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.