PO­LÍ­TI­CA: PSD.

IRS → Par­ti­do tem tam­bém pro­pos­ta pa­ra que os pro­pri­e­tá­ri­os não te­nham de cor­ri­gir de­cla­ra­ções

Correio da Manhã - - OPINIÃO - WIL­SON LEDO

SO­CI­AIS-DE­MO­CRA­TAS QUE­REM TA­XAS OU IM­POS­TOS CON­SI­DE­RA­DOS ILE­GAIS DE­VOL­VI­DOS COM JU­ROS AOS CI­DA­DÃOS.

OPSD vai pro­por que to­das as ta­xas e im­pos­tos, con­si­de­ra­dos ile­gais ou in­cons­ti­tu­ci­o­nais, se­jam de­vol­vi­dos com ju­ros pe­las en­ti­da­des pú­bli­cas. A ta­xa de pro­te­ção ci­vil em Lis­boa deu o mo­te pa­ra o pro­je­to de lei.

A lei já pre­vê que se­jam pa­gos ju­ros in­dem­ni­za­tó­ri­os, a 4% ao ano, quan­do exis­tem “er­ros de ser­vi­ço”, ex­pli­ca o de­pu­ta­do An­tó­nio Lei­tão Ama­ro. O PSD quer ago­ra adi­ci­o­nar uma no­va alí­nea, pa­ra es­ta re­a­li­da­de das ta­xas co­bra­das à mar­gem da lei. O ob­je­ti­vo é evi­tar um “fi­nan­ci­a­men­to en­ca­po­ta­do à cus­ta dos con­tri­buin­tes”, por­que, diz, as câ­ma­ras po­dem apro­vei­tar-se des­te “bu­ra­co na lei” pa­ra re­co­lher ta­xas e im­pos­tos que só te­rão de de­vol­ver, sem ju­ros, após vá­ri­os anos de dis­pu­tas em tri­bu­nal.

O PSD vai ain­da pro­por que os pro­pri­e­tá­ri­os lis­bo­e­tas que de­du­zi­ram a ta­xa de pro­te­ção ci­vil não se­jam obri­ga­dos a cor­ri­gir as de­cla­ra­ções de IRS. A in­ten­ção é que se­ja o Fis­co a en­trar em con­tac­to com a au­tar­quia, cru­zan­do os va­lo­res de­vol­vi­dos com os per­fis dos con­tri­buin­tes. Ca­so, com es­sas mu­dan­ças, ha­ja mais im­pos­to pa­ra pa­gar, o con­tri­buin­te se­ria no­ti­fi­ca­do. O pro­je­to de lei pre­vê, con­tu­do, que es­se pa­ga­men­to só se­ja fei­to na de­cla­ra­ção do ano se­guin­te.n

PRO­JE­TOS DE LEI DO PSD SE­RÃO EN­TRE­GUES AIN­DA HO­JE NO PAR­LA­MEN­TO

An­tó­nio Lei­tão Ama­ro clas­si­fi­ca as ta­xas de pro­te­ção ci­vil um “fi­nan­ci­a­men­to en­ca­po­ta­do à cus­ta dos con­tri­buin­tes”

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.