MUN­DO: NATO. DONALD TRUMP RECLAMA VI­TÓ­RIA AO IM­POR UMA CONTRIBUIÇÃO DE 2% DO PIB A CA­DA ES­TA­DO-MEM­BRO DA ALI­AN­ÇA.

TEN­SÃO r Ame­a­çou dei­xar a Ali­an­ça Atlân­ti­ca mas aca­bou por as­se­gu­rar o com­pro­mis­so dos EUA EXI­GÊN­CIA r Tr mp exi­giu dos ali­a­dos o cum­pri­men­to da me­ta dos 2% de des­pe­sa mi­li­tar até 2019

Correio da Manha - - Opinião - F. J. GON­ÇAL­VES*

Após de­ba­tes ten­sos e uma ses­são de cri­se, o presidente dos EUA, Donald Trump, saiu on­tem da ci­mei­ra da NATO, em Bru­xe­las, sa­tis­fei­to com os re­sul­ta­dos do en­con­tro, du­ran­te o qual ame­a­çou dei­xar a Ali­an­ça se os par­cei­ros não in­ves­ti­rem 2% do PIB em De­fe­sa até ja­nei­ro de 2019. Ape­sar de não ha­ver um com­pro­mis­so pú­bli­co nes­se sen­ti­do, Trump afir­mou: “Te­mos uma NATO po­de­ro­sa, mui­to mais for­te do que era há dois di­as”. E o presidente dos EUA as­se­gu­rou o seu em­pe­nho con­ti­nu­a­do com a Ali­an­ça Atlân­ti­ca.

A chan­ce­ler ale­mã, An­ge­la Mer­kel, e o presidente fran­cês, Em­ma­nu­el Ma­cron, es­cu­sa­ram-se a con­fir­mar cedências no que to­caà an­te­ci­pa­ção pa­ra 2019 da me­ta dos 2%, pre­vis­ta pa­ra 2024.

O pri­mei­ro-mi­nis­tro An­tó­nio Cos­ta es­tá dis­pos­to a ir até aos 1,98% do PIB, o que equi­va­le a cer­ca de 4 mil mi­lhões de eu­ros, mas só se Por­tu­gal con­se­guir mais fun­dos do pró­xi­mo Qua­dro Co­mu­ni­tá­rio de Apoio (2021-2027).

Co­mo anun­ci­ou an­tes da ci­mei­ra o se­cre­tá­rio-ge­ral da NATO, Jens Stol­ten­berg, oi­to paí­ses com­pro­me­te­ram-se a cum­prir a me­ta dos 2% es­te ano e há ain­da um com­pro­mis­so de 40 mil mi­lhões de in­ves­ti­men­to adi­ci­o­nal dos ali­a­dos. Con­tu­do, en­tre os oi­to paí­ses que ele­vam já es­te ano os gastos em De­fe­sa não es­ta­rão nem a Ale­ma­nha nem a Fran­ça.

FRAN­ÇA E ALE­MA­NHA NÃO CONFIRMAM CEDÊNCIAS AO PRESIDENTE DOS EUA

Trump ame­a­ça sair da NATO mas dei­xou Bru­xe­las com ga­ran­tia de con­ti­nu­ar

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.