Ad­ver­sá­rio ‘cha­to’ pa­ra dar ale­gri­as

Fer­nan­do Santos quer uma vi­tó­ria pa­ra ho­me­na­ge­ar as ví­ti­mas dos in­cên­di­os, mas Por­tu­gal tem más re­cor­da­ções dos Estados Uni­dos. Sub-21 pres­si­o­na­dos.

Destak - - Desporto - JOÃO MO­NIZ jmo­niz@des­tak.pt

Por­tu­gal vai «fa­zer tudo pa­ra ven­cer» de for­ma a «dar uma ale­gria» às ví­ti­mas dos in­cên­di­os flo­res­tais e as­sim «res­pon­der aos an­sei­os do po­vo num mo­men­to de so­li­da­ri­e­da­de im­por­tan­te» – a cam­pa­nha so­li­dá­ria da FPF já an­ga­ri­ou 370 mil eu­ros. O ob­je­ti­vo de­fi­ni­do por Fer­nan­do Santos é cla­ro, mas o se­le­ci­o­na­dor dei­xa avi­sos.

«Te­mos de ter mui­ta aten­ção», uma vez que o ad­ver­sá­rio de ho­je (20h45 jogo nos três ca­nais em si­nal aber­to) é mais ob­je­ti­vo e rá­pi­do, for­ma­do por jo­ga­do­res «de boa qua­li­da­de téc­ni­ca, que co­lo­cam a bo­la no chão», em­bo­ra mui­tas das pri­mei­ras op­ções te­nham fi­ca­do de fo­ra. O aler­ta do se­le­ci­o­na­dor tem ra­zão de ser. Afi­nal de con­tas, Por­tu­gal nun­ca ven­ceu os EUA em jo­gos ofi­ci­ais, equi­pa que con­tri­buiu de­ci­si­va­men­te pa­ra as eli­mi­na­ções pre­co­ces nos Mun­di­ais de má me­mó­ria de 2002 e 2014.

Itá­lia não vai ao Mun­di­al

Fer­nan­do Santos acei­tou fa­zer uma aná­li­se mais alar­ga­da, ga­ran­tin­do que nes­te mo­men­to tem um le­que de 40 con­vo­cá­veis pa­ra o Mun­di­al do pró­xi­mo ano e o úni­co com lu­gar as­se­gu­ra­do é Cris­ti­a­no Ronaldo. Na Rús­sia, «Por­tu­gal vai es­tar com os mes­mos ob­je­ti­vos de sem­pre: é can­di­da­to a atin­gir o má­xi­mo ob­je­ti­vo. On­tem, o se­le­ci­o­na­dor fi­cou a sa­ber que não vai en­con­trar a Itá­lia, eli­mi­na­da pe­la Sué­cia, que se jun­tou a Croá­cia e Suí­ça nos apu­ra­dos atra­vés do playoff, que ter­mi­na ho­je com o Ir­lan­da-di­na­mar­ca.

Es­pe­ran­ças jo­gam na CMTV

Ho­ras an­tes da equi­pa prin­ci­pal, en­tra em cam­po a Se­le­ção sub-21, que tem um jogo de­ci­si­vo fren­te à Suí­ça (17h30 - CMTV) na qu­a­li­fi­ca­ção pa­ra o Eu­ro­peu de 2019. O se­le­ci­o­na­dor não con­cor­da com o ró­tu­lo – em­bo­ra ad­mi­ta que es­pe­ra­va ter mais pon­tos nes­ta al­tu­ra –, mas a ver­da­de é que Por­tu­gal soma ape­nas 4 pon­tos em 3 jor­na­das. Is­to quan­do o 1º lu­gar, o úni­co com apu­ra­men­to di­re­to, é ocu­pa­do pe­la Ro­mé­nia, com 11 pon­tos, em­bo­ra com dois jo­gos a mais, tal co­mo Bós­nia (9 pon­tos) e Suí­ça (7 pon­tos).

Pa­ra Ru­ben Ne­ves, qual­quer jo­ga­dor con­vo­ca­do «tem o so­nho» de ir à Rús­sia

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.