Ten­dên­cia é pa­ra ha­ver mais ri­cos

Ape­sar dos 68 mil mi­li­o­ná­ri­os em Por­tu­gal, pa­tri­mó­nio só fi­ca aci­ma dos úl­ti­mos paí­ses que se jun­ta­ram à UE.

Destak - - Atualidade - JOÃO MONIZ jmo­niz@des­tak.pt

Ees­te ano, Por­tu­gal con­ta­va com 68 mil pes­so­as com pa­tri­mó­nio ava­li­a­do aci­ma de um mi­lhão de dó­la­res – mo­e­da que é uti­li­za­da no Glo­bal We­alth Re­port 2017, re­la­tó­rio do Cre­dit Suis­se que o Des­tak con­sul­tou, com o va­lor em euros a va­ri­ar me­di­an­te as co­ta­ções. E este nú­me­ro, aci­ma dos 61 mil re­gis­ta­dos em 2016, vai su­bir ao lon­go dos pró­xi­mos anos, ron­dan­do os 77 mil em 2022.

Em Por­tu­gal, a ri­que­za pa­ra 2017 foi ava­li­a­da em 750 mil milhões de dó­la­res, uma su­bi­da fa­ce aos 701 mil milhões do ano pas­sa­do. Em mé­dia, ca­da por­tu­guês tem um pa­tri­mó­nio in­fe- ri­or a 100 mil dó­la­res, va­lor que nos co­lo­ca no 7º pi­or lu­gar da União Eu­ro­peia, aci­ma ape­nas dos úl­ti­mos paí­ses que ade­ri­ram à or­ga­ni­za­ção.

Pa­tri­mó­nio mé­dio por por­tu­guês fi­ca abai­xo dos 100 mil dó­la­res

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.