«Can­ta­mos e to­ca­mos o que gos­ta­mos»

Ana Cla­ra Cos­ta e Vi­tó­ria Fal­cão são uma das sen­sa­ções do momento da música bra­si­lei­ra. A du­pla Anavitória es­te­ve por cá e nós fa­lá­mos com as me­ni­nas.

Destak - - Arte&lazer - REDAÇÃO re­da­cao@des­tak.pt

Co­mo sur­giu a du­pla Anavitória? Co­mo co­me­çou a vos­sa história?

Ana: hou­ve um momento em que eu pu­bli­ca­va al­guns ‘co­vers’ que fa­zia no You­tu­be. Em 2013 vi um ví­deo da Vi­tó­ria a can­tar no Fa­ce­bo­ok e co­mo achei a voz de­la lin­da, e além de ter­mos uma ami­ga em co­mum, con­vi­dei-a pa­ra gra­var um ‘co­ver’ co­mi­go. De­pois do pri­mei­ro ví­deo, fo­mos re­pe­tin­do a ex­pe­ri­ên­cia e fi­ze­mos mais três ví­de­os. O úl­ti­mo de­les era de uma ver­são de uma música do [mú­si­co brasileiro] Ti­a­go Iorc. O em­pre­sá­rio de­le viu, gos­tou muito e se in­te­res­sou por nós e con­vi­dou-nos pa­ra gra­var de novo a música em São Pau­lo, com a pro­du­ção do Ti­a­go. A par­tir daí, a coi­sa co­me­çou a cres­cer.

Al­gu­ma vez ima­gi­na­ram o su­ces­so que con­se­gui­ram, e de for­ma tão rá­pi­da?

Vi­tó­ria: de for­ma al­gu­ma... a gen­te nun­ca es­pe­rou is­to. Mas des­de que nós co­me­çá­mos a tra­ba­lhar nis­to, foi sem­pre com uma de­di­ca­ção muito gran­de.

O vos­so dis­co ho­mó­ni­mo de es­treia dá a ideia que se mo­vem con­for­ta­vel­men­te num ter­re­no sem fron­tei­ras en­tre a pop, a folk

Ana: com­ple­ta­men­te. É des­sa for­ma que en­ten­de­mos a nos­sa música. Te­mos to­tal aber­tu­ra pa­ra ou­vir e co­nhe­cer qual­quer ti­po de som. Vi­tó­ria: can­ta­mos e to­ca­mos o que gos­ta­mos... sem bar­rei­ras.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.