Mais di­nhei­ro pa­ra ca­ti­var as se­le­ções

UEFA au­men­tou on­tem em 50% os pré­mi­os mo­ne­tá­ri­os que se­rão dis­tri­buí­dos na com­pe­ti­ção lan­ça­da es­ta épo­ca. Por­tu­gal jo­ga ho­je (19h45 - RTP1) na Po­ló­nia.

Destak - - DESPORTO - JOÃO MO­NIZ jmo­niz@des­tak.pt

Dez mi­lhões e meio de eu­ros é qu­an­to o ven­ce­dor da Li­ga das Na­ções irá re­ce­ber, de­pois de a UEFA ter re­vis­to em al­ta os pré­mi­os que vai pa­gar. Os au­men­tos são de 50% em to­das as si­tu­a­ções.

Por­tu­gal, por exem­plo, tem ga­ran­ti­dos ago­ra 2,25 mi­lhões de eu­ros (M€) pe­la par­ti­ci­pa­ção e igual mon­tan­te se ven­cer o seu gru­po (o 3) na Li­ga A. A es­ses 4,5M€ jun­tam-se 6M€ pe­la vi­tó­ria no tor­neio fi­nal, mar­ca­do pa­ra ju­nho de 2019. A UEFA não di­vul­gou o mo­ti­vo pa­ra a re­vi­são em al­ta, mas po­de­rá es­tar re­la­ci­o­na­da pe­la for­ma co­mo as se­le­ções es­tão a en­ca­rar a pro­va: com desinteresse.

Bas­ta ver que Cris­ti­a­no Ro­nal­do não vai fa­zer qu­al­quer jo­go na fa­se de gru­pos, que de­cor­re des­de se­tem­bro até no­vem­bro, na­que­le que é o mai­or pe­río­do em que já es­te­ve afas­ta­do da Se­le­ção Na­ci­o­nal por op­ção. Uma au­sên­cia que Fer­nan­do San­tos não quis abor­dar à exaus­tão. O se­le­ci­o­na­dor pre­fe­riu contrariar o opo­si­tor.

O trei­na­dor po­la­co dis­se­ra que Por­tu­gal ago­ra ata­ca­va mais do que no Eu­ro 2016, quan­do as du­as se­le­ções se de­fron­ta­ram nos quar­tos de fi­nal e Por­tu­gal só ven­ceu nos pe­nál­tis. Fer­nan­do San­tos res­pon­deu que não po­de­ria ter si­do cam­peão eu­ro­peu sem ata­car e que no fu­te­bol é pre­ci­so pres­tar aten­ção aos dois mo­men­tos do jo­go: de­fen­si­vo e ofen­si­vo. Já Rú­ben Di­as dis­se que a Po­ló­nia é mais do que o avan­ça­do Lewan­dows­ki.

Fer­nan­do San­tos e Rú­ben Di­as fi­ze­ram a an­te­vi­são a uma par­ti­da di­fí­cil

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.