Ga­le­ria Mu­ni­ci­pal do Por­to vai mos­trar Nú­cleo Ca­bri­ta Reis da Co­lec­ção EDP

Abre a 17 de Mar­ço o programa da ga­le­ria pa­ra 2018, que te­rá mais cin­co ex­po­si­ções pro­du­zi­das na ca­sa

Edição Público Lisboa - - CULTURA - Ar­te con­tem­po­râ­nea Sér­gio C. Andrade

Uma ex­po­si­ção com seis de­ze­nas de pe­ças das cer­ca de três cen­te­nas e meia que fa­zem o Nú­cleo Ca­bri­ta Reis na Co­lec­ção de Ar­te Fun­da­ção EDP abre, a 17 de Mar­ço, o ca­len­dá­rio pa­ra 2018 da Ga­le­ria Mu­ni­ci­pal do Por­to, no Pa­lá­cio de Cris­tal. Tra­ta-se da “mai­or ex­po­si­ção al­gu­ma vez re­a­li­za­da a par­tir des­te acer­vo”, dis­se on­tem Gui­lher­me Blanc, na apre­sen­ta­ção do programa da ga­le­ria mu­ni­ci­pal pa­ra o cor­ren­te ano, que, no seu con­jun­to, se pro­põe “dar a co­nhe­cer a ar­te por­tu­gue­sa e a sua re­la­ção com a pro­du­ção ar­tís­ti­ca in­ter­na­ci­o­nal”.

A ex­po­si­ção inau­gu­ral cha­ma-se Ger­mi­nal, tem cu­ra­do­ria de Pe­dro Ga­da­nho e Ana Ana­cle­to, e vai an­te­ci­par a re­ve­la­ção do acer­vo que a Fun­da­ção EDP ad­qui­riu jun­to de Pe­dro Ca­bri­ta Reis em 2015. Em Maio, a ex­po­si­ção se­rá tam­bém mos­tra­da em Lis­boa, no MAAT, nu­ma “di­men­são li­gei­ra­men­te alar­ga­da”, avan­çou ao PÚ­BLI­CO Miguel Cou­ti­nho, di­rec­tor-ge­ral da fun­da­ção.

No Por­to, Ger­mi­nal con­ta­rá com obras de ar­tis­tas co­mo Jo­a­na Vas­con­ce­los, João Lou­ro, Carlos Bun­ga, João Pe­dro Va­le, Vas­co Araú­jo, Nu­no Ce­ra, Rui Tos­ca­no ou Noé Sen­das. Se­rá a ex­pres­são do “olhar de um co­lec­ci­o­na­dor aten­to e am­pla­men­te vin­cu­la­do ao apoio a ar­tis­tas e às prá­ti­cas ex­pe­ri­men­tais”, ex­pli­cou Gui­lher­me Blanc, as­ses­sor pa­ra a Cul­tu­ra do pre­si­den­te, Rui Mo­rei­ra, tam­bém pre­sen­te pa­ra a as­si­na­tu­ra do pro­to­co­lo com a Fun­da­ção EDP pelo qual es­ta sub­si­dia a pro­gra­ma­ção da Ga­le­ria Mu­ni­ci­pal do Por­to com 225 mil eu­ros até 2022.

A 9 de Ju­nho, dia do nascimento de Pau­lo Cu­nha e Sil­va, abre a ex­po­si­ção do pré­mio com o no­me do já de­sa­pa­re­ci­do ve­re­a­dor da Cul­tu­ra do Por­to. O ven­ce­dor se­rá se­lec­ci­o­na­do a par­tir das obras a apre­sen­tar pe­los ar­tis­tas que o jú­ri es­co­lheu: a du­pla Ma­ri­a­na Ca­ló-Fran­cis­co Qu­ei­ma­de­la, Jo­nathas de Andrade, Ju­ne Cres­po, Ch­ris­ti­ne Sun Kim, Nau­fus Ra­mí­rez Fi­gue­roa e Ol­ga Ba­le­ma.

O On­tem Mor­reu Hoje, o Hoje Mor­re Ama­nhã (30 de Ju­nho) se­rá a pri­mei­ra de du­as ex­po­si­ções a apre­sen­tar no me­za­ni­no da ga­le­ria. A cu­ra­do­ra Car­la Fi­li­pe as­so­ci­ou-se a Ul­ri­ch Lo­ock, ex-di­rec­tor ad­jun­to do Mu­seu de Ser­ral­ves, pa­ra abor­dar as “prá­ti­cas so­ci­ais em night­clubs, en­quan­to es­pa­ços de fu­ga às pos­sí­veis fa­lên­ci­as de sis­te­mas so­ci­ais diur­nos”.

De­pois das fé­ri­as, e coin­ci­din­do com a aber­tu­ra da Fei­ra do Li­vro, sur­gi­rá, a 7 de Se­tem­bro, Mu­so­nau­tas, Vi­sões & Ava­ri­as: 1960-2010 — Cin­co dé­ca­das de in­qui­e­ta­ção mu­si­cal no Por­to, com cu­ra­do­ria de Pau­lo Vi­nhas; se­rá uma “re­tros­pec­ti­va de cin­co dé­ca­das na cri­a­ção mu­si­cal por­tu­en­se, da mú­si­ca eru­di­ta à de con­tes­ta­ção, até à mú­si­ca ex­pe­ri­men­tal e às elec­tró­ni­cas”.

No mês se­guin­te, de no­vo no me­za­ni­no, a du­pla Mu­sa Pa­ra­di­si­a­ca apre­sen­ta Cur­ve­ball Me­mory. O ano en­cer­ra com Tran­san­ti­quity (7 de De­zem­bro), com Gui­lher­me Blanc e Fi­li­pa Oli­vei­ra co­mo cu­ra­do­res, a ques­ti­o­nar os do­mí­ni­os da An­ti­gui­da­de na ac­tu­a­li­da­de e a ins­cri­ção dos ar­tis­tas con­tem­po­râ­ne­os no pen­sa­men­to so­bre os tem­pos an­ti­gos.

A pen­sar já no pró­xi­mo ano, Rui Mo­rei­ra anun­ci­ou uma open call pa­ra cu­ra­do­res da ci­da­de, ten­do em vis­ta a agenda fu­tu­ra da ga­le­ria. “Qu­e­re­mos equi­li­brar a pro­gra­ma­ção pró­pria com pro­jec­tos que sur­jam de fo­ra”, es­pe­ci­fi­cou Gui­lher­me Blanc. san­dra­de@pu­bli­co.pt

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.