PCP de­fen­de ex­pro­pri­a­ção de ca­sas “de­vo­lu­tas”

Edição Público Lisboa - - ECONOMIA - Luísa Pin­to

O gru­po par­la­men­tar do PCP en­tre­ga ama­nhã na Assembleia da Re­pú­bli­ca a sua pro­pos­ta de lei de ba­ses da ha­bi­ta­ção, em que dei­xa bem cla­ro qu­al é o po­si­ci­o­na­men­to do PCP na de­fe­sa do pa­pel da ad­mi­nis­tra­ção cen­tral na iden­ti­fi­ca­ção e re­so­lu­ção dos pro­ble­mas. A in­ten­ção de apre­sen­tar es­ta pro­pos­ta foi anun­ci­a­da em Ju­nho por Jerónimo de Sousa, ex­pli­can­do que os co­mu­nis­tas di­vul­ga­ri­am uma al­ter­na­ti­va à lei de ba­ses as­si­na­da pe­la de­pu­ta­da in­de­pen­den­te Helena Ro­se­ta, que me­re­ceu o apoio do Gru­po Par­la­men­tar do PS.

“Só a in­ter­ven­ção do Es­ta­do, con­di­ci­o­nan­do e pro­mo­ven­do a ofer­ta de ha­bi­ta­ção, em ter­mos de usos e de va­lor, po­de cum­prir o pre­cei­to cons­ti­tu­ci­o­nal”, lê-se na ex­po­si­ção de mo­ti­vos do pro­jec­to de lei, que vai ser apre­sen­ta­do pe­lo PCP e dis­cu­ti­do “as­sim que pos­sí­vel”. “O que acon­te­ce quan­do se dei­xa os gra­ves pro­ble­mas que exis­tem no sec­tor na mão dos pri­va­dos e do mer­ca­do es­tá à vis­ta. O Es­ta­do tem de ter um pa­pel determinante pa­ra as­se­gu­rar que o di­rei­to à ha­bi­ta­ção es­tá de­vi­da­men­te con­cre­ti­za­do”, acres­cen­tou, em de­cla­ra­ções ao PÚ­BLI­CO, a de­pu­ta­da co­mu­nis­ta Pau­la Santos.

Ao lon­go dos 54 ar­ti­gos que com­põem es­ta lei de ba­ses, o PCP de­fen­de a fun­ção so­ci­al da ha­bi­ta­ção e atri­bui ao Es­ta­do um pa­pel cru­ci­al ao ní­vel dos so­los, com o ob­jec­ti­vo de “con­tra­ri­ar a es­pe­cu­la­ção imo­bi­liá­ria e dar uti­li­za­ção e ges­tão pú­bli­ca às mais-va­li­as de­cor­ren­tes de in­ter­ven­ções”. O do­cu­men­to va­lo­ri­za tam­bém o pa­pel do Es­ta­do na re­a­bi­li­ta­ção ur­ba­na e no arrendamento, mo­bi­li­zan­do to­do o pa­tri­mó­nio ha­bi­ta­ci­o­nal pú­bli­co pa­ra pro­gra­mas de ren­da apoi­a­da e con­di­ci­o­na­da. No com­ba­te à es­pe­cu­la­ção, a pro­pos­ta do PCP pre­vê a pe­na­li­za­ção “da­que­les que man­têm ha­bi­ta­ções in­jus­ti­fi­ca­da­men­te de­vo­lu­tas” por pe­río­dos su­pe­ri­o­res a cin­co anos, atra­vés de pro­ces­sos de de­cla­ra­ção de pos­se ad­mi­nis­tra­ti­va e até ca­sos de ex­pro­pri­a­ção.

“To­das es­tas po­lí­ti­cas exi­gem que o Es­ta­do se as­su­ma co­mo pro­mo­tor e pro­pri­e­tá­rio, em to­dos os ní­veis da cri­a­ção do so­lo ur­ba­no, da edi­fi­ca­ção e da re­a­bi­li­ta­ção do edi­fi­ca­do. E, lo­gi­ca­men­te, tam­bém no arrendamento”, lê-se na pro­pos­ta de lei. O PCP de­fen­de que es­ta ne­ces­sá­ria “von­ta­de for­te da ad­mi­nis­tra­ção cen­tral” se­ja con­cre­ti­za­da por um ins­ti­tu­to pú­bli­co cen­tral. “A in­sis­tên­cia em pas­sar es­tas res­pon­sa­bi­li­da­des pa­ra a ad­mi­nis­tra­ção lo­cal só con­du­zi­rá a uma des­res­pon­sa­bi­li­za­ção do Es­ta­do e ao in­cum­pri­men­to do ca­rác­ter uni­ver­sal da­que­le que é um im­pe­ra­ti­vo cons­ti­tu­ci­o­nal”, ar­gu­men­ta.

A lei de ba­ses de­fen­de que se­ja cri­a­do um do­cu­men­to es­tra­té­gi­co com as ne­ces­si­da­des do país — o Pro­gra­ma Na­ci­o­nal de Ha­bi­ta­ção — a par­tir do qu­al são de­se­nha­das as car­tas mu­ni­ci­pais. “E só quan­do o pa­tri­mó­nio pú­bli­co e os edi­fí­ci­os que es­tão in­jus­ti­fi­ca­da­men­te de­vo­lu­tos não re­sol­ve­rem o pro­ble­ma é que se­rá au­to­ri­za­da no­va cons­tru­ção”, ex­pli­cou Pau­la Santos, acres­cen­tan­do que “o PCP es­tá dis­po­ní­vel pa­ra dis­cu­tir es­tas me­di­das e re­ce­ber su­ges­tões”.

Pe­din­do pa­ra separar as águas en­tre o que são as pro­pos­tas do PCP em ma­té­ria de lei de ba­ses e aque­las que já es­tão a ser dis­cu­ti­das em se­de de gru­po de tra­ba­lho da ha­bi­ta­ção — e cu­ja co­or­de­na­do­ra, Helena Ro­se­ta, ain­da não de­sis­tiu de ver con­cluí­das em ter­mos de vo­ta­ção in­di­ciá­ria —, a de­pu­ta­da Pau­la Santos dei­xa bem cla­ro que pa­ra os co­mu­nis­tas o pro­ble­ma não se re­sol­ve com in­cen­ti­vos fis­cais: “Os prin­ci­pais be­ne­fi­ciá­ri­os des­ses in­cen­ti­vos se­ri­am fun­dos imo­bi­liá­ri­os que ac­tu­al­men­te es­tão a cobrar ren­das exor­bi­tan­tes.” lui­sa.pin­to@pu­bli­co.pt

Jerónimo de Sousa já ha­via pro­me­ti­do em Ju­nho a apre­sen­ta­ção de uma lei de ba­ses da ha­bi­ta­ção

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.