Ana Go­mes questiona Sal­ga­do e os “seus ca­pan­gas”

Edição Público Lisboa - - POLÍTICA -

A eu­ro­de­pu­ta­da so­ci­a­lis­ta Ana Go­mes afir­mou “não se per­ce­ber” co­mo a jus­ti­ça por­tu­gue­sa “ain­da não pren­deu” o ex-pre­si­den­te do con­se­lho de ad­mi­nis­tra­ção do an­ti­go Ban­co Es­pí­ri­to San­tos (BES) Ricardo Sal­ga­do e “seus ca­pan­gas”. “Não po­de­mos fi­car à es­pe­ra de que, lá pa­ra as ca­len­das, a jus­ti­ça [por­tu­gue­sa] ac­tue. Em mui­tas coisas não se per­ce­be qual é a ac­tu­a­ção da jus­ti­ça. Aliás, não se per­ce­be por­que é que, até ho­je, a jus­ti­ça por­tu­gue­sa não pren­deu Ricardo Sal­ga­do e os seus ca­pan­gas, dei­xan­do que o sen­ti­men­to de im­pu­ni­da­de se ins­ta­le”, afir­mou.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.