Tri­bu­to es­pe­ci­al

A A. Lan­ge & Söh­ne lan­ça ago­ra es­te 1815 Ho­ma­ge to Wal­ter Lan­ge em aço, um mo­de­lo es­pe­ci­al de tri­bu­to a Wal­ter Lan­ge, fa­le­ci­do em Ja­nei­ro de 2017.

Jornal de Negócios - - WEEKEND NEGOCIOS - FER­NAN­DO SOBRAL

AA. Lan­ge & Söh­ne não es­que­ce a sua me­mó­ria. E por is­so sur­ge ago­ra es­te 1815 Ho­ma­ge to Wal­ter Lan­ge em aço, um mo­de­lo es­pe­ci­al de tri­bu­to a Wal­ter Lan­ge, fa­le­ci­do em Ja­nei­ro de 2017. Des­de en­tão, a mar­ca tem fei­to to­dos os pos­sí­veis pa­ra hon­rar a sua he­ran­ça. Ago­ra, atra­vés de uma pe­ça úni­ca de gran­de so­bri­e­da­de, a ma­nu­fac­tu­ra A. Lan­ge & Söh­ne pres­ta ho­me­na­gem à per­so­na­li­da­de que, em 1990, trou­xe a re­lo­jo­a­ria de pre­ci­são de vol­ta a Glashüt­te. A com­bi­na­ção en­tre um pon­tei­ro cen­tral de se­gun­dos que po­de ser pa­ra­do, um mos­tra­dor em es­mal­te pre­to e uma cai­xa em aço re­flec­te a emi­nen­te he­ran­ça da di­nas­tia re­lo­jo­ei­ra sa­xó­ni­ca. Asua per­so­na­li­da­de ím­par, re­co­nhe­ci­da no mun­do da re­lo­jo­a­ria, vol­ta aqui a ser des­ta­ca­da. O 1815 Ho­ma­ge to Wal­ter Lan­ge, com mos­tra­dor em es­mal­te ne­gro e cai­xa em aço, não vai ser pro­du­zi­do mais do que uma úni­ca vez. Is­so fa­rá com que o re­ló­gio se­ja tão sin­gu­lar co­mo o ho­mem cu­jo no­me os­ten­ta. O mos­tra­dor clás­si­co, re­du­zi­do à sua es­sên­cia, é com­ple­men­ta­do com uma ca­rac­te­rís­ti­ca téc­ni­ca que pe­de um olhar mais aten­to: o pon­tei­ro sal­tan­te dos se­gun­dos ao cen­tro. Com uma tal com­bi­na­ção, o re­ló­gio mos­tra-se à al­tu­ra da vi­são que Wal­ter Lan­ge ti­nha acer­ca de co­mo de­ve­ria ser um re­ló­gio per­fei­to. Os se­gun­dos sal­tan­tes eram uma das su­as com­pli­ca­ções pre­fe­ri­das por­que per­so­ni­fi­cam a no­ção pu­ris­ta da re­lo­jo­a­ria de pre­ci­são, re­pre­sen­tan­do ao mes­mo tem­po uma par­ce­la de his­tó­ria da fa­mí­lia. Tem por ca­rac­te­rís­ti­ca não di­vi­dir ca­da se­gun­do num de­ter­mi­na­do nú­me­ro de in­cre­men­tos de­pen­den­tes da frequên­cia do ba­lan­ço; ao in­vés, tra­ta-o co­mo uma uni­da­de de tem­po co­e­ren­te. Um bo­tão lo­ca­li­za­do na cai­xa às 2 ho­ras per­mi­te fa­zer pa­rar e ar­ran­car o pon­tei­ro cen­tral dos se­gun­dos. A ideia re­mon­ta a uma in­ven­ção de Fer­di­nand Adolph Lan­ge em 1867; nu­ma con­fi­gu­ra­ção avan­ça­da pos­te­ri­or­men­te de­sen­vol­vi­da pe­lo seu fi­lho Ri­chard, re­ce­beu em 1877 uma das pri­mei­ras pa­ten­tes re­gis­ta­das na Ale­ma­nha. O “mo­vi­men­to de um se­gun­do com pon­tei­ro sal­tan­te” da Lan­ge foi im­ple­men­ta­do pe­la pri­mei­ra vez nu­ma obra-pri­ma cons­truí­da pe­lo fi­lho Emil, o avô de Wal­ter Lan­ge. No to­tal, fo­ram con­ce­bi­dos mais de 300 re­ló­gi­os de bol­so com es­sa ca­rac­te­rís­ti­ca es­pe­ci­al. Tal co­mo o 1815 Ho­ma­ge to Wal­ter Lan­ge, es­ta­vam do­ta­dos de um sub­mos­tra­dor su­ple­men­tar pa­ra os pe­que­nos se­gun­dos. En­tre os seus com­pra­do­res en­con­tra­vam-se o Ob­ser­va­tó­rio de Leip­zig, o Grão-Du­que Adol­fo do Lu­xem­bur­go, Ernst Ab­be, do­no da com­pa­nhia Carl Zeiss em Je­na, e o ex­cên­tri­co re­lo­jo­ei­ro in­glês Sir John Ben­nett. Co­mo ho­me­na­gem au­main­di­vi­du­a­li­da­de pou­co co­mum que de­di­cou to­da a sua vi­da ao ar­te­sa­na­to re­lo­jo­ei­ro, es­ta pe­ça sin­gu­lar es­tá do­ta­da­de um­mos­tra­dor emes­mal­te ne­gro que, com a sua tra­di­ci­o­nal es­ca­la de mi­nu­tos em ca­mi­nho-de-fer­ro e os seus pon­tei­ros po­li­dos, é ins­pi­ra­da nos his­tó­ri­cos re­ló­gi­os de bol­so. O re­cém-de­sen­vol­vi­do mo­vi­men­to tem uma­de­sig­na­ção es­pe­ci­al de ca­li­bre: L1924. É re­fe­ren­te ao ano de nas­ci­men­to de Wal­ter Lan­ge. Adi­ci­o­nal­men­te, os três pri­mei­ros dí­gi­tos do nú­me­ro de re­fe­rên­cia 297.078 evo­cam a sua da­ta de ani­ver­sá­rio, 29 de Ju­lho. Acai­xa com 40,5 mi­lí­me­tros de di­â­me­tro do 1815 Ho­ma­ge to Wal­ter Lan­ge é fei­ta em aço ino­xi­dá­vel, um ma­te­ri­al que na A. Lan­ge & Söh­ne tem si­do re­ser­va­do ape­nas a mo­de­los que são ver­da­dei­ra­men­te ex­clu­si­vos e es­pe­ci­ais. A par des­te re­ló­gio úni­co, tam­bém es­ta­rão dis­po­ní­veis edi­ções li­mi­ta­das em ou­ro ama­re­lo, ro­sa e bran­co. A ver­são em aço se­rá lei­lo­a­da pa­ra fins de ca­ri­da­de em 2018.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.