Os qu­a­tro de­ve­res da EDP du­ran­te a OPA

Jornal de Negócios - - EMPRESAS -

EDP TEM DE IN­FOR­MAR SO­BRE TRAN­SAC­ÇÕES

O pri­mei­ro de­ver do con­se­lho de ad­mi­nis­tra­ção da EDP é man­ter a CMVM in­for­ma­da so­bre as tran­sac­ções de ac­ções da EDP fei­tas pe­los seus mem­bros. A em­pre­sa tem de “in­for­mar di­a­ri­a­men­te a CMVM acer­ca das tran­sac­ções re­a­li­za­das pe­los seus ti­tu­la­res so­bre va­lo­res mo­bi­liá­ri­os emi­ti­dos pe­la so­ci­e­da­de vi­sa­da”, de­cre­ta o Có­di­go dos Va­lo­res Mo­bi­liá­ri­os.

CMVM IN­FOR­MA­DA

O re­gu­la­dor de bol­sa tam­bém es­ta­be­le­ce que o con­se­lho de ad­mi­nis­tra­ção da EDP tem de “pres­tar to­das as in­for­ma­ções que lhe ve­nham a ser so­li­ci­ta­das pe­la CMVM no âm­bi­to das su­as fun­ções de su­per­vi­são”.

TRA­BA­LHA­DO­RES A PAR DA OPE­RA­ÇÃO

A CMVM es­ta­be­le­ce que o con­se­lho de ad­mi­nis­tra­ção da EDP de­ve man­ter os seus tra­ba­lha­do­res in­for­ma­do­res so­bre a ofer­ta pú­bli­ca de aqui­si­ção. A em­pre­sa tem de “in­for­mar os re­pre­sen­tan­tes dos seus tra­ba­lha­do­res ou, na sua fal­ta, os tra­ba­lha­do­res so­bre o con­teú­do dos do­cu­men­tos da ofer­ta e do re­la­tó­rio por si ela­bo­ra­do, as­sim que es­tes se­jam tor­na­dos pú­bli­cos”, se­gun­do o Có­di­go dos Va­lo­res Mo­bi­liá­ri­os. Após o anún­cio da OPA, o pre­si­den­te da EDP, An­tó­nio Me­xia, en­vi­ou um email aos tra­ba­lha­do­res a dar con­ta da ofer­ta da CTG e on­de pe­dia pa­ra con­ti­nu­a­rem “fo­ca­dos”.

EDP DE­VE AGIR DE BOA FÉ

A CMVM es­ta­be­le­ce tam­bém que o con­se­lho de ad­mi­nis­tra­ção da EDP de­ve “agir de boa fé, de­sig­na­da­men­te quan­to à cor­rec­ção da in­for­ma­ção e quan­to à le­al­da­de do com­por­ta­men­to”.

Se a Chi­na Th­ree Gor­ges tem vá­ri­as obri­ga­ções co­mo ofe­ren­te, tam­bém a EDP tem qu­a­tro de­ve­res a cum­prir na qua­li­da­de de so­ci­e­da­de vi­sa­da des­de o anún­cio da OPA até à sua con­clu­são.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.