PAI­XÃO PE­LAS DU­AS RODAS NO PORTO

A pai­xão pe­las du­as rodas trans­pa­re­ce nes­ta ca­sa, que ven­de mo­tos da mar­ca ita­li­a­na Mo­to Mo­ri­ni, tem ofi­ci­na e ain­da dis­po­ni­bi­li­za ser­vi­ços de ca­be­lei­rei­ro, bar­bei­ro ou ta­tu­a­gens.

Jornal de Notícias - JN + Evasões - - SUMÁRIO - TEX­TO DE CARINA FON­SE­CA | FOTOGRAFIAS DE IGOR MAR­TINS/GI

A Ga­ra­gem Cen­tral ven­de mo­to­ci­clos, tem ofi­ci­na e dis­po­ni­bi­li­za ser­vi­ço de bar­be­a­ria e ta­tu­a­gens.

AGa­ra­gem Cen­tral é uma ca­sa pa­ra aman­tes das du­as rodas, on­de tan­to se po­de ir com­prar uma mo­to co­mo cor­tar o ca­be­lo ou fa­zer uma ta­tu­a­gem. Em bre­ve, ha­ve­rá tam­bém um bar na­que­le edi­fí­cio de 1930, com mais de 600 me­tros qua­dra­dos, já com um pas­sa­do «li­ga­do ao mo­tor, ao fu­mo e ao óleo», da­do que fun­ci­o­nou co­mo es­ta­ção de ser­vi­ço. A ga­ran­tia é de João Ri­em, ges­tor e res­pon­sá­vel pe­lo es­pa­ço a par com a mu­lher, Ra­quel, que é ar­qui­te­ta. «Es­te pro­je­to é um hobby que to­mou esteroides», re­su­me ele, com hu­mor.

À en­tra­da, des­ta­cam-se as mo­tos «mon­ta­das à mão» da mar­ca ita­li­a­na Mo­to Mo­ri­ni, de que a Ga­ra­gem Cen­tral é re­pre­sen­tan­te ex­clu­si­va em Por­tu­gal. «É uma pro­du­ção de al­ta ga­ma, que apos­ta na di­fe­ren­ci­a­ção e na qua­li­da­de», en­qua­dra João Ri­em. Tam­bém exis- tem mo­tos usa­das pa­ra ven­da, mas de mar­cas na­ci­o­nais, co­mo Ca­sal ou Per­fec­ta, so­bre­tu­do dos anos 1950 a 1970. E «qual­quer pes­soa que te­nha uma mo­to, in­de­pen­den­te­men­te da mar­ca ou da ci­lin­dra­da», tem aces­so à ofi­ci­na, que pres­ta ser­vi­ços de re­pa­ra­ção, res­tau­ro e cus­to­mi­za­ção.

En­quan­to o bar não abre, é pos­sí­vel be­ber uma cer­ve­ja ar­te­sa­nal no es­pa­ço de ca­be­lei­rei­ro e bar­bei­ro, que fun­ci­o­na à quin­ta-fei­ra e tem a as­si­na­tu­ra de Car­los Ga­go, em­bai­xa­dor da L’oréal. Já as ta­tu­a­gens es­tão a car­go do es­tú­dio Fru­ta da Épo­ca, que ali ope­ra por mar­ca­ção. O pú­bli­co--al­vo da Ga­ra­gem Cen­tral se­rá «so­bre­tu­do ho­mens, dos 30 aos 55 anos», mas mu­lhe­res e cri­an­ças são igual­men­te bem-vin­das, es­cla­re­ce João. Im­por­tan­te é que «as pes­so­as en­trem e não se sin­tam com pressa», por­que o ob­je­ti­vo é «vi­ver uma ex­pe­ri­ên­cia».

GA­RA­GEM CEN­TRAL Rua da Ale­gria, 1023 (Bai­xa). Tel.: 223169611. Web: facebook.com/ga­ra­gem­cen­tral­por­to Das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 19h00. En­cer­ra do­min­go e se­gun­da

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.