PRO­VAR DUAS «ITÁLIAS» NO PRA­TO E NO COPO

O Ma­no a Ma­no, in­cur­são do gru­po Sushi Ca­fé na co­mi­da ita­li­a­na, traz um sa­bo­ro­so du­e­lo en­tre a co­zi­nha tra­di­ci­o­nal e as pi­zas e até mes­mo na ho­ra de es­co­lher o vi­nho. Mas to­dos sa­em a ga­nhar na nova mo­ra­da da Rua do Ale­crim.

Jornal de Notícias - JN + Evasões - - RESTAURANTES -

Ono­me re­me­te pa­ra uma es­pé­cie de fren­te-a-fren­te. Nes­te ca­so, po­de­ria ser en­tre Mo­na Li­sa e Cic­ci­o­li­na, mas não é. É en­tre os pra­tos ita­li­a­nos tra­di­ci­o­nais e as pi­zas que são um dos prin­ci­pais em­bai­xa­do­res de Itá­lia. Mes­mo quan­do o as­sun­to são os ti­pos de mas­sa e com­po­si­ção há ri­va­li­da­des. Tan­to as­sim é que na co­zi­nha do Ma­no a Ma­no exis­tem dois for­nos a le­nha da Va­lo­ri­a­ni (mar­ca de cul­to na pro­du­ção de for­nos), pa­ra co­zer as pi­zas na­po­li­ta­nas a 500 graus e as ro­ma­nas a 300. Os pro­du­tos são mai­o­ri­ta­ri­a­men­te ita­li­a­nos e dão ori­gem à pi­za da ca­sa, com to­ma­te, mo­za­rel­la de bú­fa­la, quei­jo gra­na pa­da­no, pros­ciut­to de par­ma, to­ma­te-ce­re­ja e man­je­ri­cão. É uma das 15 op­ções on­de tam­bém fi­gu­ra uma pi­za pi­can­te e uma ve­ge­ta­ri­a­na com pi­men­tos, cur­ge­te, be­rin­ge­la e co­gu­me­los. Nos pra­tos tra­di­ci­o­nais

des­ta­ca-se a la­sa­nha à bo­lo­nhe­sa, que ao do­min­go se po­de pe­dir em for­ma­to fa­mi­li­ar pa­ra qua­tro ou seis pes­so­as, mediante re­ser­va. An­tes, po­rém, va­le a pe­na de­di­car tem­po à ta­gli­e­ri - uma se­le­ção de quei­jos e fu­ma­dos com ca­po­na­ta de le­gu­mes e pão ca­sei­ro - e à bur­ra­ta so­bre ge­leia de pi­men­tos ver­me­lhos com an­cho­vas em azei­te. A car­ta alon­ga-se nou­tras pro­pos­tas que não são pi­zas nem mas­sas, a pro­var que em Itá­lia se co­me mui­to mais do que is­so, e nas be­bi­das en­fa­ti­za-se o con­fron­to de vi­nhos de Portugal e Itá­lia. Ten­do em con­ta que os pre­ços a copo e em gar­ra­fa são iguais, mui­tos cli­en­tes têm de­ci­di­do ex­pe­ri­men­tar os vi­nhos ita­li­a­nos. Do mes­mo ter­ri­tó­rio che­ga, em al­ter­na­ti­va, a cer­ve­ja Pe­ro­ni e há igual­men­te su­mos de fru­ta da épo­ca. No Ma­no a Ma­no, só sai ven­ci­do qu­em não ou­sar aven­tu­rar-se nas es­co­lhas.l MA­NO A MA­NO Rua do Ale­crim, 22 (Bai­xa). Tel.: 914054273. Das 12h00 às 23h00. Não en­cer­ra. Web: fa­ce­bo­ok.com/res­tau­ran­te­ma­no­a­ma­no Pre­ço mé­dio: 25 eu­ros

www.eva­so­es.pt

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.