DIG­NI­DA­DE E HU­MA­NI­DA­DE

Jornal de Notícias - JN + Noticias Magazine - - ESTI-LOS -

O con­fron­to com um di­ag­nós­ti­co de can­cro é do­lo­ro­so. “Quan­to mais o mé­di­co co­nhe­ce o do­en­te, me­lhor po­de­rá dar a no­tí­cia”, afir­ma Ví­tor Ve­lo­so, pre­si­den­te da Li­ga Por­tu­gue­sa Con­tra o Can­cro. Nes­sas ho­ras, é pre­ci­so “dig­ni­da­de e hu­ma­ni­da­de con­so­an­te o ti­po de do­en­te. Nun­ca se de­ve ti­rar a es­pe­ran­ça ao pa­ci­en­te. Des­co­ber­tas acon­te­cem de um dia pa­ra o ou­tro. O que ho­je é in­cu­rá­vel, ama­nhã po­de não ser”. Per­ce­ber a ca­pa­ci­da­de emo­ci­o­nal é im­por­tan­te. Há quem caia em de­pres­sões pro­fun­das, não con­se­guin­do li­dar com uma do­en­ça gra­ve. “Mui­tas ve­zes, é dra­má­ti­co. É ne­ces­sá­rio co­nhe­cer a pes­soa e a abor­da­gem mais ade­qua­da pa­ra dar es­sa no­tí­cia. Se ela não tem ca­pa­ci­da­de pa­ra aguen­tar es­se im­pac­to, al­guém da fa­mí­lia pró­xi­ma de­ve sa­ber tu­do.”

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.