Mi­cró­bi­os eram... pedras

Jornal de Notícias - JN + Noticias Magazine - - Alma- Naque -

Eram co­nhe­ci­dos co­mo os fós­seis mais an­ti­gos da Ter­ra, mas de­pois de a NASA os ava­li­ar com tec­no­lo­gia de pon­ta lá se foi a magia. Não ha­via qual­quer as­si­na­tu­ra quí­mi­ca de vi­da fos­si­li­za­da na des­co­ber­ta de 2016. No fim, a con­clu­são foi re­ve­la­da sem en­tu­si­as­mo, eram só pedras e não mi­cró­bi­os. As es­tru­tu­ras com ca­rac­te­rís­ti­cas di­fe­ren­tes fo­ram en­con­tra­das na Gro­ne­lân­dia por ci­en­tis­tas aus­tra­li­a­nos, con­vic­tos de que eram res­tos de mi­cró­bi­os que ti­nham vi­vi­do em am­bi­en­te ma­ri­nho há 3,7 mil mi­lhões de anos. O acha­do se­ria úni­co por­que sig­ni­fi­ca­ria que a vi­da no pla­ne­ta po­de­ria ter co­me­ça­do a exis­tir an­tes do que se

pen­sa­va. Po­rém, uma no­va in­ves­ti­ga­ção con­du­zi­da pe­la as­tro­bió­lo­ga Abi­gail Allwo­od, da NASA, e pu­bli­ca­da na re­vis­ta ci­en­tí­fi­ca bri­tâ­ni­ca Na­tu­re, con­cluiu que não se tra­ta de fós­seis, mas ro­chas. Os frag­men­tos fo­ram ana­li­sa­dos com re­cur­so a tec­no­lo­gia da agência es­pa­ci­al ame­ri­ca­na. Des­de o iní­cio que os su­pos­tos fós­seis in­tri­ga­vam Abi­gail. E con­ta que quan­do, em 2016, leu o ar­ti­go so­bre a des­co­ber­ta sus­pei­tou lo­go que “ha­via al­go er­ra­do”. Por is­so, vi­a­jou até à Gro­en­lân­dia pa­ra in­ves­ti­gar. Lá, en­con­trou as for­ma­ções, a me­te­o­ri­za­ção e as ca­ma­das in­te­ri­o­res das es­tru­tu­ras, que não se en­cai­xa­vam com um ti­po de fós­sil cha­ma­do es­tro­ma­tó­li­to (for­ma­do por ati­vi­da­des de mi­cror­ga­nis­mos em am­bi­en­tes aquá­ti­cos). Por fim, Allwo­od fez um ma­pa quí­mi­co do que en­con­trou. E os re­sul­ta­dos não dei­xa­vam dú­vi­das – os aus­tra­li­a­nos es­ta­vam en­ga­na­dos.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.