TO­DOS A SAL­TAR QUA­TRO NO­VOS ES­PA­ÇOS DE TRAMPOLINS

Jornal de Notícias - JN + Noticias Magazine - - Anota Aí -

O pri­mei­ro sal­to foi da­do com o Boun­ce, que faz três anos no pró­xi­mo mês de de­zem­bro. Es­te es­pa­ço em Car­na­xi­de, Lis­boa, tem mais de cem trampolins e apre­sen­ta dez de­sa­fi­os pa­ra sal­tar li­vre­men­te e sol­tar as ener­gi­as. E pa­re­ce que a mo­da pe­gou – es­te ano, em seis me­ses, fo­ram inau­gu­ra­dos qua­tro no­vos es­pa­ços do gé­ne­ro.

Em mar­ço, o Jum­pers Tram­po­lim Par­que (na fo­to) abriu por­tas na Rua En­ge­nhei­ro Fer­rei­ra Di­as, no Por­to. De­sen­ga­ne-se quem pen­sa que cri­an­ças e adul­tos não po­dem di­ver­tir-se na mes­ma fes­ta: aqui há de­sa­fi­os pa­ra to­dos, dos cin­co aos 95 anos. Tem no­ve es­ta­ções on­de se po­de su­bir pa­re­des co­mo se a gra­vi­da­de não exis­tis­se, ou “vo­ar” e en­ces­tar num ces­to de bas­que­te­bol. Des­ta­que pa­ra o su­ces­so de The Cliff, uma tor­re com dois me­tros de al­tu­ra, da qual se sal­ta pa­ra um enor­me air­bag. “Faz as de­lí­ci­as e os re­cei­os dos miú­dos e dos adul­tos que as­sis­tem”, re­ve­lou Sérgio Mar­ques, res­pon­sá­vel do Jum­pers, ao TAG.

Dois me­ses de­pois che­gou o UpUp, em Rio de Mou­ro, Sin­tra, apre­sen­tan­do-se co­mo 100% por­tu­guês. En­tre as várias ati­vi­da­des, as mais con­cor­ri­das são o Sal­to Li­vre e o Sa­co de Ar – pa­ra sol­tar o gi­nas­ta que há em ti e trei­na­res acro­ba­ci­as, e pa­ra com­pe­ti­res com os ami­gos há cam­pos de bas­que­te­bol, fu­te­bol e dod­ge­ball – sem­pre a sal­tar.

O Qu­an­tum Park es­tá no Ca­cém, tam­bém no con­ce­lho de Sin­tra, des­de ju­lho. São mais de 3 000 m2 de trampolins. Ou­tra atra­ção são as pa­re­des de es­ca­la­da Clip’n Climb, pa­ra tes­tar a ha­bi­li­da­de de su­bir a no­ve me­tros de al­tu­ra; e o Ska­te Park, que in­clui uma ram­pa de surf pa­ra pra­ti­car ma­no­bras aé­re­as e ater­rar num air­bag gi­gan­te.

No úl­ti­mo fim de se­ma­na de agos­to abriu em Se­tú­bal o Ur­ban Pla­net Jump. É o pri­mei­ro em Por­tu­gal de uma re­de es­pa­nho­la que tem mais de dez es­pa­ços no país vi­zi­nho. “As cri­an­ças gos­tam mui­to da pis­ci­na gi­gan­te de es­pon­jas. Sal­tam com con­fi­an­ça, sem re­ceio de se ma­go­a­rem”, dis­se Fa­bi­a­na, do Ur­ban Pla­net, ao TAG. “En­tre os adul­tos é o es­pa­ço de par­kour que tem mais su­ces­so.”

Sal­tar no tram­po­lim é um 2-em-1: di­ver­tes-te e ao mes­mo tem­po fa­zes exer­cí­cio físico. Não es­que­cer: o uso de mei­as an­ti­der­ra­pan­tes é obri­ga­tó­rio em to­dos os es­pa­ços, que as ven­dem a 2 eu­ros.

Es­tes es­pa­ços es­tão aber­tos to­dos os di­as. Os pre­ços por ho­ra va­ri­am en­tre os 9 e os 12 eu­ros por pes­soa ao fim de se­ma­na, mas há pa­co­tes fa­mí­lia, des­con­tos pa­ra es­tu­dan­tes e pre­ços mais bai­xos nos di­as úteis. SAN­DRA AL­VES

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.