Guia pa­ra ho­mens em ge­ral e juí­zes em par­ti­cu­lar so­bre as di­fe­ren­ças en­tre vi­o­la­ção e se­du­ção.

Máxima - - Manifesto -

/ vi­o­la­ção

Não se po­de ter re­la­ções com uma mu­lher após ela di­zer “não”, após uma re­cu­sa não-ver­bal ou mes­mo após ela ter di­to que “sim” e mu­da­do de idei­as en­tre­tan­to. Não se po­de ter re­la­ções se­xu­ais com uma mu­lher que es­te­ja ina­ni­ma­da, in­ca­pa­ci­ta­da, fra­gi­li­za­da, vi­ti­mi­za­da, des­mai­a­da, in­cons­ci­en­te, al­co­o­li­za­da, dro­ga­da. Não se po­de usar qual­quer ti­po de vi­o­lên­cia, se­ja fí­si­ca, ver­bal ou psi­co­ló­gi­ca, co­mo meio pa­ra ter re­la­ções se­xu­ais. Não se po­de chan­ta­ge­ar, ame­a­çar, hu­mi­lhar ou abu­sar de uma po­si­ção de po­der, de au­to­ri­da­de ou de hi­e­rar­quia pa­ra ter re­la­ções se­xu­ais com uma mu­lher. Ser ma­ri­do ou na­mo­ra­do não sig­ni­fi­ca se­xo à ho­ra que o ho­mem qui­ser, da for­ma que ele de­se­jar, on­de bem en­ten­der. Não se po­de usar o com­pri­men­to da saia, o ta­ma­nho do de­co­te, o ti­po de rou­pa, a cor do ba­tom, o cor­te de ca­be­lo, a ati­tu­de, a et­nia, a na­ci­o­na­li­da­de ou qual­quer ou­tra ca­rac­te­rís­ti­ca fí­si­ca ou da per­so­na­li­da­de de uma mu­lher co­mo des­cul­pa pa­ra for­çá-la a ter re­la­ções se­xu­ais. Não se po­de in­ter­pre­tar a sim­pa­tia de uma mu­lher co­mo um con­vi­te pa­ra uma re­la­ção se­xu­al. Uma mu­lher po­de ser pro­fis­si­o­nal do se­xo e não que­rer ter re­la­ções com um ho­mem. Não se po­de pe­ne­trar, nem obri­gar uma mu­lher à prá­ti­ca de se­xo oral ou de mas­tur­ba­ção. Não se po­de bei­jar, aca­ri­ci­ar, ou apal­par uma mu­lher sem o seu con­sen­ti­men­to. Não se po­de to­car nem fa­zer ca­rí­ci­as in­de­se­ja­das no ór­gão se­xu­al de uma mu­lher. Não se po­de ti­rar par­ti­do de uma re­la­ção de con­fi­an­ça com a ví­ti­ma pa­ra ter re­la­ções se­xu­ais. Não po­de ser um gru­po de ho­mens, ves­ti­dos de to­ga ou não, a de­ci­dir quan­do e com qu­em uma mu­lher de­ve fa­zer se­xo. Nin­guém, a não ser a pró­pria mu­lher, po­de to­mar es­ta de­ci­são.

/ se­du­ção

Tu­do, me­nos vi­o­la­ção.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.