Pro­tes­to. Nas es­ca­da­ri­as: de um la­do a CGTP e do ou­tro o CDS

Metro Portugal (Lisbon) - - NEWS -

Cen­te­nas de pes­so­as con­cen­tra­ram-se on­tem fren­te à AR em pro­tes­to con­tra a apre­sen­ta­ção de uma mo­ção de re­jei­ção, as­si­na­da pe­los par­ti­dos de es­quer­da, que pre­ten­de fa­zer cair o atu­al Go­ver­no.

Com ban­dei­ras de Portugal e da co­li­ga­ção Portugal à Fren­te (PàF) em pu­nho, os ma­ni­fes­tan­tes – que se reu­ni­ram cer­ca das 13h00 – can­tam o hi­no na­ci­o­nal e gri­tam di­ver­sas pa­la­vras de or­dem, en­tre as quais “Cos­ta pa­ra a rua, es­ta ca­sa não é tua” e “Não à mo­ção de re­jei­ção”.

Al­guns car­ta­zes en­ver­ga­dos têm ain­da ou­tras ins­cri­ções: “Quem ga­nhou? De­mo­cra­cia não é hi­po­cri­sia”, “mo­ção de re­jei­ção/trai­ção à po­pu­la­ção” e “Portugal não me­re­ce um Go­ver­no do PS”.

Por vol­ta das 16h00, cen­te­nas de di­ri­gen­tes e ati­vis­tas sin­di­cais afe­tos à CGTP con­cen­tra­ram-se jun­to ao Par­la­men­to, em de­fe­sa de uma vi­ra­gem à es­quer­da do Go­ver­no.

O se­cre­tá­rio-ge­ral da CGTP con­si­de­rou que “é tem­po de mu­dar de ru­mo de aca­bar com a po­lí­ti­ca de di­rei­ta” do Go­ver­no do PSD/CDS. Ar­mé­nio Car­los acres­cen­tou que “o Go­ver­no que as­su­mi­rá fun­ções, não po­de dei­xar de cor­res­pon­der aos com­pro­mis­sos que as­su­miu”.

O di­ri­gen­te aler­tou que a pro­pos­ta de au­men­to do Sa­lá­rio Mí­ni­mo Na­ci­o­nal do PS é in­su­fi­ci­en­te e tar­dia, por­que re­me­te pa­ra 2019 a sua fi­xa­ção nos €600.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.