Fi­lhos de um Deus me­nor

Metro Portugal (Lisbon) - - LAZER - EMA­NU­EL CA­E­TA­NO, ER­ME­SIN­DE

De­pois do sau­do­so mi­nis­tro das Fi­nan­ças, Ví­tor Gas­par, ter re­cor­ri­do à chu­va pa­ra jus­ti­fi­car a de­sa­ce­le­ra­ção do in­ves­ti­men­to em Portugal, no pri­mei­ro tri­mes­tre de 2013, é ago­ra a vez do es­tre­an­te mi­nis­tro da Ad­mi­nis­tra­ção In­ter­na, João Cal­vão da Sil­va, di­zer, em Al­bu­fei­ra, que a “fú­ria de­mo­nía­ca da na­tu­re­za não foi nos­sa ami­ga”, pois Deus pro­por­ci­o­na uns “pe­río­dos de pro­va­ção”. An­tes, por oca­sião das le­gis­la­ti­vas, já Pas­sos Co­e­lho mos­tra­va aos elei­to­res um cru­ci­fi­xo que guar­da­va re­li­gi­o­sa­men­te no bol­so. Há uma for­ma des­cul­pa­bi­li­zan­te de fa­zer po­lí­ti­ca em Portugal, on­de os go­ver­nan­tes ape­lam à fé e os es­ta­dis­tas en­tre­gam o des­ti­no do país ao cri­a­dor do Uni­ver­so, en­quan­to nós, co­muns ci­da­dãos, só te­mos di­rei­to a ser­mos tra­ta­dos co­mo fi­lhos de um Deus me­nor.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.