Gos­ta­va de ser um plan­ta­dor de so­nhos?

So­ci­e­da­de. Eis o de­sa­fio: plan­tar 100 mil ár­vo­res e re­a­li­zar 100 so­nhos de cri­an­ças e jo­vens do­en­tes, ca­ren­ci­a­dos e de ido­sos. Uma cam­pa­nha que dá pe­lo no­me de “Bos­ques dos So­nhos”.

Metro Portugal (Lisbon) - - FOCUS - P.T.

A ini­ci­a­ti­va par­tiu das as­so­ci­a­ções Plan­tar Uma Ár­vo­re e Ter­ra dos So­nhos e, as­sim, nas­ceu a cam­pa­nha “Bos­ques dos So­nhos” que é ho­je apre­sen­ta­da, às 18h, na Ca­sa dos So­nhos, em Lis­boa.

“A Plan­tar Uma Ár­vo­re lan­çou o de­sa­fio de pen­sar­mos, em con­jun­to, uma ação que pu­des­se ter um du­plo im­pac­to: so­ci­al e am­bi­en­tal”, co­me­ça por ex­pli­car Frederico Fe­zas Vi­tal, da Ter­ra dos So­nhos. O ob­je­ti­vo é an­ga­ri­ar “fun­dos su­fi­ci­en­tes pa­ra plan­tar 100 mil ár­vo­res de es­pé­ci­es au­tóc­to­nes em oi­to zo­nas de flo­res­ta­ção es­pa­lha­das por to­do o País (con­ti­nen­te e ilhas), e re­a­li­zar 100 so­nhos de cri­an­ças e jo­vens com do­en­ças cró­ni­cas gra­ves ou em si­tu­a­ção de ris­co”, es­cla­re­ce ain­da. As­sim, e com um do­na­ti­vo éti­co ba­se de €3 (ver cai­xa) ca­da pes­soa es­ta­rá a con­tri­buir com uma ár­vo­re e a aju­dar à con­cre­ti­za­ção de um so­nho.

Mi­guel Te­les da Plan­tar Uma Ár­vo­re acres­cen­ta ao me­tro: “O con­tri­bu­to re­ve­la-se co­mo um ato de ci­da­da­nia par­ti­ci­pa­ti­va, com cus­to mí­ni­mo, mas com gran­de im­pac­to pa­ra a na­tu­re­za e quem mais pre­ci­sa. Ca­da pes­soa e as cri­an­ças das es­co­las lo­cais te­rão a opor­tu­ni­da­de de ser um plan­ta­dor de so­nhos, plan­tan­do a sua ár­vo­re e o seu so­nho.”

E pa­ra já, nes­te dia de ar­ran­que, qual é a ex­pe­ta­ti­va pa­ra es­ta cam­pa­nha que se pro­lon­ga du­ran­te um ano? “A ex­pe­ta­ti­va é que con­si­ga­mos ge­rar mui­tos bos­ques e con­cre­ti­zar mui­tos so­nhos. Que na per­se­cu­ção des­tes ob­je­ti­vos, di­fe­ren­tes en­ti­da­des tra­ba­lhem de for­ma co­la­bo­ra­ti­va e co­o­pe­ra­ti­va, mo­bi­li­zan­do a co­mu­ni­da­de em ge­ral pa­ra a ci­da- da­nia par­ti­ci­pa­ti­va ati­va, es­ti­mu­lan­do a co­e­são na­ci­o­nal”, diz Mi­guel.

Até mar­ço de 2015, es­ta as­so­ci­a­ção já plan­tou 11.377 ár­vo­res, com a aju­da de 6.316 vo­lun­tá­ri­os, 39% dos quais cri­an­ças. Tu­do acon­te­ceu ao lon­go de 84 ini­ci­a­ti­vas de plan­ta­ção e ma­nu­ten­ção, o que re­pre­sen­ta mais de 1,3 mi­lhões de ho­ras de vo­lun­ta­ri­a­do.

Quan­to ao con­cre­ti­zar dos de­se­jos, afi­nal com o que é que nos va­mos de­pa­rar? “Os so­nhos das cri­an­ças são, na mai­o­ria, sim­ples, pa­ra nós adul­tos. Co­nhe­cer ído­los, vi­ver si­tu­a­ções de so­nho por um dia, vi­a­jar. Nas su­as ca­be­ças são im­pos­sí­veis e, por is­so, os re­a­li­za­mos – pa­ra des­fa­zer ou mi­ti­gar a cren­ça da im­pos­si­bi­li­da­de, dan­do es­pa­ço à pos­si­bi­li­da­de, sem­pre na es­pe­ran­ça de que es­ta ati­tu­de se­ja apli­ca­da à sua vi­da, dan­do-lhes fer­ra­men­tas pa­ra ul­tra­pas­sa­rem os obs­tá­cu­los que lhes pos­sam sur­gir na vi­da e a sua con­di­ção.” As­sim o es­pe­ra­mos.

123RF

Em 2012, a as­so­ci­a­ção Plan­tar Uma Ár­vo­re lan­çou o de­sa­fio à Ter­ra dos So­nhos de cri­ar um even­to que jun­tas­se as du­as cau­sas num úni­co ges­to: daí sur­giu a ini­ci­a­ti­va “1 Pes­soa, 1 Ár­vo­re, 1 So­nho”. Ago­ra o pro­je­to cres­ceu.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.