Ru­fus apre­sen­ta ópe­ra em Lis­boa

Mú­si­ca. O con­cer­to vi­su­al sin­fó­ni­co “Pri­ma Don­na”, de Ru­fus Wain­wright, es­treia-se na sex­ta-fei­ra, em Lis­boa.

Metro Portugal (Lisbon) - - CULTO -

O es­pe­tá­cu­lo vai acon­te­cer na Fun­da­ção Gul­ben­ki­an, com Jo­a­na Car­nei­ro a di­ri­gir a Or­ques­tra Gul­ben­ki­an. O en­re­do ins­pi­ra-se na so­pra­no Ma­ria Cal­las (1923-1977), apon­ta­da por Ru­fus Wain­wright co­mo “o pa­drão re­fe­ren­ci­al de di­va”. “Ela foi a mai­or es­tre­la da ópe­ra de to­dos os tem­pos. Não acho que te­nha si­do a mai­or can­to­ra ope­rá­ti­ca, te­rá si­do, sim, a mai­or atriz, is­to do pon­to de vis­ta pro­fis­si­o­nal. Mas há to­do o con­tex­to que a ro­de­ou, uma vi­da gla­mo­ro­sa, as ca­pas na im­pren­sa cor de ro­sa, e ain­da, cla­ro, a sua vi­da trá­gi­ca, que lhe deu um gran­de dra­ma­tis­mo”, afir­mou o com­po­si­tor à agên­cia Lusa.

Cantado em fran­cês, o con­cer­to ba­seia-se nu­ma sé­rie de en­tre­vis­tas que Cal­las deu à BBC, e re­la­ti­va­men­te à ópe­ra ho­mó­ni­ma, que se es­tre­ou em 2009, o com­po­si­tor afir­mou que re­ti­rou o ba­rí­to­no (a per­so­na­gem Phi­lip­pe), ten­do-se fo­ca­do na Di­va, na Cri­a­da e no Jor­na­lis­ta.

O elen­co con­ta com as sopranos Sa­rah Fox, no pa­pel de “Regina”, a di­va; e Kathryn Gu­trie, no pa­pel de “Ma­rie”, a Cri­a­da.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.