Con­cer­ta­ção so­ci­al dis­cu­te sa­lá­rio mí­ni­mo

AR. O pri­mei­ro-mi­nis­tro con­vo­cou pa­ra a pró­xi­ma semana uma reu­nião da con­cer­ta­ção so­ci­al pa­ra dis­cu­tir o au­men­to pro­gres­si­vo do sa­lá­rio mí­ni­mo.

Metro Portugal (Lisbon) - - SPORT -

An­tó­nio Cos­ta fa­la­va on­tem na As­sem­bleia da Re­pú­bli­ca (AR), na ses­são de aber­tu­ra da dis­cus­são do pro­gra­ma do XXI Go­ver­no Cons­ti­tu­ci­o­nal, que ter­mi­na ho­je.

“Con­vo­quei pa­ra a pró­xi­ma semana uma reu­nião da Co­mis­são Per­ma­nen­te de Con­cer­ta­ção So­ci­al pa­ra, en­tre ou­tras ma­té­ri­as, apre­ci­ar a pro­pos­ta do Go­ver­no do au­men­to do sa­lá­rio mí­ni­mo na­ci­o­nal pa­ra €600 men­sais ao lon­go da Le­gis­la­tu­ra”, afir­mou o lí­der do Exe­cu­ti­vo.

Após a in­ter­ven­ção ini­ci­al do pri­mei­ro-mi­nis­tro, o lí­der par­la­men­tar do PSD de­fen­deu que a mo­ção de re­jei­ção que vai apre­sen­tar ho­je com o CDS-PP – e que se­rá vo­ta­da no fim do de­ba­te – cons­ti­tui a ex­pres­são da “ge­nuí­na von­ta­de po­pu­lar” ma­ni­fes­ta­da nas le­gis­la­ti­vas, con­tra um pro­gra­ma de Go­ver­no apre­sen­ta­do pe­los “der­ro­ta­dos uni­dos”. “Es­te Go­ver­no so­ci­a­lis­ta e es­te pri­mei­ro-mi­nis­tro es­tão di­mi­nuí­dos na sua au­to­ri­da­de po­lí­ti­ca e fe­ri­dos de mor­te na sua le­gi­ti­mi­da­de po­pu­lar. O po­vo não es­co­lheu o dou­tor An­tó­nio Cos­ta pa­ra exer­cer as fun­ções de pri­mei­ro-mi­nis­tro, o po­vo não es­co­lheu o pro­gra­ma do PS, e mui­to me­nos o pro­gra­ma do BE ou do PCP pa­ra se­rem a ba­se da ação go­ver­na­ti­va”, afir­mou Luís Mon­te­ne­gro.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.