Aces­so aos con­teú­dos em to­da a Eu­ro­pa

In­ter­net. A Co­mis­são Eu­ro­peia (CE) propôs on­tem que os eu­ro­peus que vi­a­gem na UE pos­sam ace­der aos con­teú­dos de fil­mes, sé­ri­es, mú­si­ca ou jo­gos que pa­ga­ram no seu país.

Metro Portugal (Lisbon) - - CULTO -

Atu­al­men­te, quan­do os ci­da­dãos eu­ro­peus vi­a­jam na UE po­dem não ter aces­so a to­dos os ser­vi­ços on­li­ne de fil­mes, emis­sões des­por­ti­vas, mú­si­ca, li­vros ele­tró­ni­cos ou jo­gos que pa­ga­ram no seu país de ori­gem.

O ob­je­ti­vo da pro­pos­ta de Bruxelas é acabar com as res­tri­ções, “de mo­do a per­mi­tir que os ci­da­dãos da UE vi­a­jem com con­teú­dos di­gi­tais que ad­qui­ri­ram ou de que têm uma as­si­na­tu­ra no seu país de ori­gem”.

“Um assinante ho­lan­dês da Netflix em vi­a­gem na Ale­ma­nha só po­de ver os fil­mes pro­pos­tos pe­la Netflix aos con­su­mi­do­res ale­mães. Se es­ti­ver na Po­ló­nia, não po­de­rá ver fil­mes na Netflix, que não es­tá dis­po­ní­vel na Po­ló­nia. Es­ta si­tu­a­ção vai mu­dar. Ao vi­a­ja­rem pe­la UE, os uti­li­za­do­res te­rão aces­so à sua mú­si­ca, fil­mes e jo­gos co­mo se es­ti­ves­sem em ca­sa”, exem­pli­fi­ca a CE, ci­ta­da no JdN. “A portabilidade trans­fron­tei­ras, um no­vo di­rei­to que a UE re­co­nhe­ce aos con­su­mi­do­res, de­ve­rá ser uma re­a­li­da­de a par­tir de 2017”, ano em que se­rão eli­mi­na­das as ta­ri­fas de ro­a­ming, de­ta­lha.

A CE irá tam­bém ava­li­ar as si­tu­a­ções, do pon­to de vis­ta ju­rí­di­co, do uplo­ad de fo­tos de edi­fí­ci­os e obras de ar­te pú­bli­cas, em lo­cais pú­bli­cos, as­sim co­mo a dis­tri­bui­ção de re­cei­tas da di­fu­são on­li­ne de obras pro­te­gi­das por di­rei­tos de autor.

REU­TERS

Bruxelas acre­di­ta que es­te alar­ga­men­to de con­teú­dos on­li­ne con­tri­bui­rá pa­ra di­mi­nuir a pi­ra­ta­ria.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.