Saí­da “não é po­si­ti­va”

Por­to de Lis­boa. O Go­ver­no dis­se on­tem que a saí­da do gru­po di­na­marquês Ma­ersk não “é po­si­ti­va pa­ra a eco­no­mia”.

Metro Portugal (Lisbon) - - ECONOMIA -

“A con­fir­mar-se, a saí­da de uma em­pre­sa des­sa di­men­são evi­den­te­men­te não é po­si­ti­vo pa­ra a eco­no­mia por­tu­gue­sa. Te­re­mos de ten­tar co­nhe­cer me­lhor os con­tor­nos da si­tu­a­ção. Não é bom pa­ra a eco­no­mia por­tu­gue­sa per­der um in­ves­ti­men­to des­sa na­tu­re­za”, afir­mou o mi­nis­tro do Pla­ne­a­men­to e In­fra­es­tru­tu­ras, Pe­dro Mar­ques.

ODiá­rio Eco­nó­mi­co no­ti­ci­ou que o gru­po Ma­ersk, o mai­or ar­ma­dor mun­di­al, co­mu­ni­cou aos cli­en­tes e par­cei­ros que vai aban­do­nar as ope­ra­ções no Por­to de Lis­boa de­vi­do à gre­ve dos es­ti­va­do­res. em co­mu­ni­ca­do, o Sin­di­ca­to dos Es­ti­va­do­res sa­li­en­tou que “es­ta re­a­li­da­de é pro­vo­ca­da pe­la si­tu­a­ção ope­ra­ci­o­nal de­fi­ci­en­te que tem si­do ofe­re­ci­da”.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.